Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

sexta-feira, dezembro 28, 2001

Piada de ano novo:
O que um tobogã falou pro outro?
R: Puxa, como os anos passam rápido!
* * *
É. O Blogger não funfa lá de casa. Esse é o último post antes de viajar então. Amanhã cedo estou partindo para Belo Horizonte, vou encontrar meus amigos Perna e Arroz, vou fugir dos fogos da praia de Copacabana (infeeeerno, infeeeerno!), vou participar como convidada do programa de surf music da Rádio Favela, vou conhecer o Fireball e a Anne, vou rever aquele pessoal todo com quem eu só troquei meia dúzia de palavras mas depois virei quase amiga íntima no Mirc, vou conhecer a cidade a pé e de ônibus, vou lembrar que o Mocotó não está lá nesse feriado e ficar meio triste e morrendo de saudades do meu menino lindo, vou ficar com saudades da família e amigos que estão no Rio, Niterói e viajando (alôu Itaipavaaa!), mas vou rockear essa cidade, rockeá-la de dentro para fora ("I'm gonna rock this town/ Rock it inside out"). É isso aí. Tou indo. Beijoca e feliz ano novo pra vocês.
90: fábula gay sadomasô de sucesso:
o senhor dos anéis de couro
Chica Alborotada: AHAAHHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHA foda
90: "um anel para todos dominar"
pô, pode haver algo mais gay que isso?
he he heh e
Chica Alborotada: HAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAAHAHAHAHAH
genial
90: relembrando, no livro "O Hobbit", Bilbo (até o nome do hobbit lembra a genitália masculina) Baggins (saco? bolsa? hmmm)
rouba o anel do Smeágol.
hmmm
faz o anel do Smeágol. tou sabendo...
Chica Alborotada: HAHAHAHAAHHAAHAHHAH
putz
genial.
Isso só acontece na minha caixa postal..
From: "Sr. Cadeiras"
Não deixe passar mais esta oportunidade... Uma maneira fácil de poupar...REFORMANDO
Trabalhamos com reformas em geral:
* Cadeiras e Poltronas
* Móveis de Escritórios
* Estofados
Evite acidentes em sua empresa, sente-se em sua cadeira com segurança!
Aproveite também nosso contrato de manutenção de móveis, perrmanente.
Clique aqui para enviar uma solicitação de Orçamento sem compromisso ou o cancelamento desta mensagem, com o titulo remover. Obs: Não esqueça de enviar fone e endereço.
Legal.
Acabei de descobrir que a Melô do Cebolinha tem nome, chama-se 'Severina' e é do The Mission. Mas eu sempre chamei essa de 'a música do Cebolinha'. É, acontece.
Hoje é o último dia de posts do ano. Não vou entrar em detalhes sobre as promessas pro ano que vem porque eu nunca cumpro mesmo. Só sei que 2001 foi um ano de realizações pessoais e profissionais, teve lá seus problemas mas terminou bem.. o saldo foi positivo. De qualquer forma, hoje é dia de posts de ano novo :)

Vamos lá. Vou começar com esse aqui:

Always Look on the Bright Side of Life

Some things in life are bad, /They can really make you mad,/ Other things just make you swear and curse.
When you're chewing on life's gristle/ Don't grumble, give a whistle./ And this'll help things turn out for the best.
And....
Always look on the bright side of life, (whistle)/ Always look on the bright side of life, (whistle)
If life seems jolly rotten, / There's something you've forgotten,/ And that's to laugh and smile and dance and sing.
When you're feeling in the dumps,/ Don't be silly chumps./ Just purse your lips and whistle, that's the thing.
And...
Always look on the bright side of life. (whistle)/ Come on.../ Always look on the bright side of life...
For life is quite absurd,/ And death's the final word,/ You must always face the curtain with a bow.
Forget about your sin, / Give the audience a grin,/ Enjoy it - it's your last chance anyhow.
So always look on the bright side of death,/ Just before you draw your terminal breath,
Life's a piece of shit,/ When you look at it,/ Life's a laugh and death's a joke, it's true.
You'll see it's all a show,/ Keep 'em laughing as you go./ Just remember that the last laugh is on you.
And always look on the bright side of life,/ Always look on the right side of life,
Come on guys, cheer up.
Always look on the bright side of life.
Worse things happen at sea, you know.
Always look on the bright side of life.
I mean - what have you got to lose?/ You know, you come from nothing,/ you're going back to nothing./ What have you lost? Nothing!
(fade...)

quinta-feira, dezembro 27, 2001

Nem contei. O melhor presente de Natal que eu recebi não foi a caixa do V.U... não foi bolsinha, nem perfume, nem All Star e nem o roupão. Meu MELHOR presente de Natal não tem preço: minha mãe vira pra mim e diz "Puxa, minha filha, esse batom ficou legal em você. Parece a Angelina Jolie".
Mãe, eu também te amo!!! Mas precisamos consultar um oftalmologista urgente.
Slogan do Centro de Depilação Mona Lisa: "Seu marido dormiu com a macaca ontem?"
Então tá então.
Uma coisa leva à outra... recebi o informativo da My Baby Jo, uma lojinha de roupas e artigos fofos, fui seguindo os links deles, e os links dos links.. não deu pra ficar navegando porque estou no trabalho, mas esse é o bookmark pra ver em casa, ré ré. Vamos lá:
Stop Staring - Roupas de Pin-Up!!! EU QUERO TOOOODAAAAASSSS!! Hehehehe os corpinhos das modelos é que são tudo, coxões, brações e a barriguinha encolhida que nem dá pra respirar. O que vocês estão esperando? Quero posar assim também!!
Winky Tiki - Vale pelo visual. Tiki é sempre bom.
Vintage shoes - ok, no meu casamento meu marido vai estar usando um desses!
Links Swing - por um mundo com mais swing. Estou falando de música, seus pervertidos!
World Wide Retro - tudibom.
Hepcat Records - A gravadora do amor.
Atomic Magazine - A revista MAIS estilosa de toda a internet, e tem uns artigos geniais.
Thrillville - a página de um cara que organiza altas sessões de filmes de terror antigo... isso não acontece por aqui, nhó.
Ô Nix, isso de dormir sozinho é foda, eu passo as noites comprimida do lado direito da cama enquanto um sapo inflável verde e gigante me faz companhia, na falta de algo/alguém melhor, do lado esquerdo.
* * *
Teddy Bear
As Performed By:
Elvis Presley
Baby let me be your lovin' Teddy Bear/ Put a chain around my neck and lead me anywhere/ Oh let me be (oh let him be)/ Your teddy bear
I don't wanna be a tiger/ Cause tigers play too rough/ I don't wanna be a lion/ Cause lions ain't the kind you love enough
Just wanna be your Teddy Bear/ Put a chain around my neck and lead me anywhere/ Oh let me be/ Your teddy bear
Baby let me be around you every night/ Run your fingers through my hair and cuddle me real tight/ Oh let me be/ Your teddy bear
I don't wanna be a tiger/ Cause tigers play too rough/ I don't wanna be a lion/ Cause lions ain't the kind you love enough
Just wanna be your Teddy Bear/ Put a chain around my neck and lead me anywhere/ Oh let me be/ Your teddy bear
I just wanna be your Teddy Bear

* * *
Existe também uma versão dos Miquinhos pra essa música chamada '(me deixa ser) O Seu Ursinho'. Coisa mais linda. Quero um desses. De verdade.
PARABÉNS ATRASADO
Ontem, dia 26, foi aniversário do meu grande ídolo supremo 'eu quero ser tão genial quanto ele' Phil Spector. 61 aninhos. Parabéns, Phil Spector. Felicidades.
* * *
CERTO
Então tá, esse senhor agora é meu guru e a página dele está no meu bookmark. Foi daí que eu tirei a versão oldies de 'Witch Doctor' ('oh eeh oh ah ah ting tang walla walla bing bang'). Gente, esse Dr. Demento é O ROCK EM PESSOA. Chega lá na página de 'Artists Addresses' e vê os nomes... pelos nomes do que toca no programa do cara você vê que só tem insanidade.
Do Gabriel Artur:
Ainda estão valendo as músicas de monstro? Se valer, tem o "The Return Of The Son of Monster Magnet", do Frank Zappa. Pra você que acha que todas as músicas de monstro são legais, essa pode muito bem ser a primeira ruim que você vai conhecer! Eu particularmente adoro mas não é essa a questão.
Lógico que vale ainda.. esse poll é eterno, ou até eu provar que existe música ruim falando de monstro, porque até agora não tem umazinha. Frank Zappa... bem, não ouvi essa ainda, mas NADA que venha do Zappa pode ser considerado ruim.. alguns podem até achar esquisito, mas.. ruim? Não, não. Ainda não foi dessa vez. :)
O Bruno mandou o site da Yvonne Craig, a BatGirl do seriado, pra e-zine (pra quem não se recorda, Yvonne Craig é a atual Garota da Capa Conga Conga Conga). E, lá dentro, tem um link pruma página argentina muito foda sobre a série do Batman. Vale a visita, ô se vale!
* * *
Ai, cara, eu sou uma bomba de estrogênio em ebulição. Um poço de hormônios femininos. Estou gorda (como toda mulher sempre acha que está), inchada e não descomo há dois dias. Ou seja, estou me achando enorme. Preciso de um laxante urgente pra me aliviar das rabanadas e panetones do Natal.
* * *
Eeehhehehee, ok, esse foi um comentário altamente dispensável. Now, Junior, behaaaave yourself.

quarta-feira, dezembro 26, 2001

Tá aqui. A página do meu mais novo -quase- vício gastronômico (-quase- porque não deve ser lá muito saudável, e porque só acho isso em Niterói).

Sabe, a gente estava aqui dissertando sobre o Programa Raul Gil. Ele conseguiu operar O milagre, que é emplacar um programa onde não toca pagode e axé. Onde as grandes estrelas do cast de calouros são cantores líricos. Os cds dos calouros chegaram à marca de 250.000 cópias vendidas em menos de 20 dias, e é música clássica. Cara, hoje é Rinaldo e Liriel, amanhã são esses tenores pop e depois é Maria Callas. Isso no Brasil, onde até bem pouco tempo atrás o hit era o Bonde do Tigrão. Ei ei ei Raul Gil é nosso rei!
* * *
Aliás, aquela umazinha que canta mal, se veste de doirado, tem aquela sobrancelha esquisita e dança feito uma galinha, deveria ser eliminada do programa logo.
Meu pai, sobre a minha tatuagem no braço: "Minha filha, se você continuar fazendo isso, vai ficar igual a um tapete persa!"
Papai é um cara bom.
* * *
Que verão frustrante. Ah, foda-se, não gosto de torrar no sol mesmo!
* * *
E o Luiz Fireball manda a seguinte tracklist:
Demented are Go - Daddy is makin' monsters
Dead Billies - I'm a monster-man
Jimmy Dee - The Monster Hop
Bobby Please - The Monster
Joe Johnson - THe Gila Monster
The Keytones - I was a Teenage Monster

Confiando no gosto musical dele como eu confio, a teoria de que TODA MÚSICA SOBRE MONSTROS É BOA está mais uma vez confirmada.
Cara, dá pra pegar todas as músicas que o pessoal mandou e fazer uma puta festa só com música de monstro. E não, ainda não vi Monstros S.A.

terça-feira, dezembro 25, 2001

Cara, até que enfim consigo postar notícias aqui. Lá em casa o blogger não funfa (tou na casa da mamãe), e o Bloggar que o Fireball me indicou simplesmente não termina a instalação.. quando chega a 70%, trava tudo.. meu computador está UMA BELEZA.
* * *
Sacanagem, esses dias estava cheia de coisas legais pra falar aqui, da minha playlist de mp3 super vintage rockn'n'roll, a letra de 'Stagger Lee' (the night was clear... and the moon was yellow.. and the leaves came tumbling dowwwn para para para go stagger lee, go stagger lee, go stagger lee...), e falar do ranking das músicas de monstro..
Bem, Feliz Natal pra todos vocês.
* * *
Hoje teve almoço na casa da vó em Maricá, ontem teve ceia de Natal aqui em casa, e eu JURO, mas eu JURO que ano que vem não abuso das rabanadas.
* * *
Há algo muito gostoso sendo vendido por aqui, é uma trinche de lingüiça defumada meio picante que vem dentro de um plástico com um boizinho todo vintage no rótulo, pra comer assim, que nem sacolé, vou ver se consigo escanear um desses pra colocar aqui, é muito chique. Chique e caminhoneiro ao mesmo tempo. Tem um de pizza também, que vem com queijo. Chama-se Jack Links, e o Jumbo Jacks, esse de lingüiça, é uma dilissa.
* * *
VELVET UNDERGROUND
Eu sei, eu sou do rrrock e tem gente que não vai entender, não vai concordar, mas Velvet Underground é A BANDA.
Tá, e daí que eles têm músicas de oito minutos? E daí que eles são os pais de todas essas bandinhas que vivem apenas de distorções e esquecem que existe melodia? E daí que eles foram produzidos pelo 'genial porém intragável' Andy Warhol? E daí que eles têm o 'genial porém intragável' Lou Reed? Já parou pra pensar que se não fossem musiquinhas como 'Run run run' e 'I'm beginning to see the light' não existiria punk rock? Era 1965, 67, quando o V.U. resolveu, apesar de compactuar com o esquema 'drogas e rock'n'roll' que acabou com a noção de tempo das músicas e originou o (argh) rock progressivo, tocar QUALQUER MERDA SEM SABER TOCAR. Entendeu? Iggy viu e pensou "se eles podem, eu também posso". O 'Do It Yourself' estava instituído no rock de novo - desde o dia em que aquele rapazinho entrou numa cabine e gravou um compacto para a mãe, aquele tal de Elvis Aaron, que não se via tamanha audácia nesse sentido - o do 'faça você mesmo', uma vez que o rock sempre foi feito de audácias.
E por mais que punk seja sinônimo daquele estereótipo-supla, a gente aqui sabe que punk não é apenas uma questão de spikes na roupa e no cabelo: punk é fazer zines porque se ninguém fala do que você quer, você tem mais é que ir lá e fazer por conta própria. Punk é montar uma banda porque nada do que está tocando por aí te agrada. Punk era Velvet Underground. E por causa dele veio Iggy, e por causa de Iggy vieram Ramones e por causa deles, os ingleses que levaram a fama de 'pioneiros' - só porque tinham um Malcolm McLaren - casado com a madame FASHION Vivienne Westwood, entendeu agora de onde vem o VISUAL punk? Ou você acha que os caras andavam rasgados porque eram suburbanos e não tinham calças melhores? - por trás.
* * *
Eu devia dar aulas de História do Rock.
* * *
& NICO
Que ódio daquela alemã escrota. Já ouviu a Moe Tucker cantando 'After Hours'? É tão mais bonitinho do que qualquer coisa que aquela groupie modelette tenha cantado!! Nem o Alain Delon, pai do filho dela, agüentava a mulher. Lou Reed é um intragável, mas seu jeitinho de cantar, ainda mais com aquela voz pós-adolescente, era legal. Qualquer coisa era melhor e menos deprimente do que a Nico. Afe.

sexta-feira, dezembro 21, 2001

NOW JUNIOR, BEHAAAAAAAAAAAAAVE YOURSELF!!!
Oooh oooh ooooh.. don't be a sentimental fool..
Tava procurando a letra de "Sentimental Fool", da Barbara Pittman, um dos meus clássicos pessoais, pra postar aqui, e olha só o que eu acho! É. Barbara Pittman é Rockabilly Hall Of Fame. Quem sabe um dia eu entro lá também. Bah. Nem dá mais tempo, eu tinha que ter nascido décadas atrás.
* * *
"And in the midlle of the night when the moon is shining bright/ you're the boss..."
Da série: só aqui no meu trabalho mesmo!
"Lia, que que você ouvindo? Matanza? Tira do fone, coloca nas caixas de som pra gente ouvir"
Tipo, isso foi meu chefe, não foi nenhum dos desenhistas rock'n'roll. Morram de inveja.
* * *
"E quanto mais feio mais ela me ama, mais ela me quer/ e quanto mais sujo, mais ela me ama, mais forte eu vejo o brilho nos olhos dessa mulher/ e por aí vai!"
* * *
Ok. A mp3 de 'Ela Roubou Meu Caminhão' tá no Audiogalaxy. Baixem. Quem gostar faz favor de comprar o cd, ok?
* * *
Se um cara rrrock que nunca te viu na vida te diz "Sabe o que é, é que eu estou procurando uma companheira, e você é a mulher que mais tem a ver comigo" o que você faz? CASA? Conta pra ele que não come carne? Conta que acredita em reencarnação e faz umas práticas meio new age tipo acender incensos e meditar com cristais de vez em quando? Conta que tem UM cd da Enya no meio de 400 outros? Avisa "Tudo bem, mas eu só ouço temas de desenho animado quando estou com depressão pré-menstrual". Conta do seu UM cd do Belle & Sebastian no meio de 400 outros? Fala que "tudo bem, mas meu sonho não era casar com você, era casar com um híbrido de Elvis Presley com Fred Astaire"?
Ela roubou meu caminhão
É, cara, cheguei ontem em casa às 19:20. Às 19:30 já estava dormindo. Pra enfim acordar hoje às 8:00. Porque, apesar de trabalhar e sair direto todos os dias, não tenho estado acordada há semanas. Acontece.

quinta-feira, dezembro 20, 2001

Just to be with you baby tonight is my one desiiiire
Cheguei a um estado TAL de sono que fui piscar e cochilei - muito rápido, mas foi uma piscada que deu pra sonhar alguma coisa. Tomei café. Nada. Comi paçoca (é, amendoim com açúcar, né?) Nada. Então fui pra única coisa que é capaz de me deixar acordada até as 6 da manhã. Lógico, como não pensei nisso antes?
O Rock.
Peguei os fones e tou mandando ver. Já rolou Strokes, Stray Cats, Los Straitjackets (hahahahah olha que foda, tudo começando com Str..!!). Acordei. Mas, tal como o Lobo (cê sabe, o Lobo tem um chip no cérebro que fica tocando a mesma música em loop senão ele trava, e pode matar o programador da rádio, lembra disso? Cara, é meu personagem FAVORITO de todos os tempos, junto com o Coringa), se parar o ROCK eu paro junto.
Hahahaha, ok, vou fazer outra tatuagem, muito escrota, dizendo "Máquina Quente Movida a Rock". Não, não vou, é ridículo. Mas é verdade, é verdade. Quem sabe uma plaquinha no pescoço ou uma camiseta?
Ah, sim. Acordei de madrugada a tempo de levantar e vomitar o que eu tenho quase certeza de que era a maionese de tofu. Cara, se eu comesse umas paradas menos naturebas e mais industrializadas, isso não acontecia. Preciso de hardcore gastronômico. Ovo rosa, talvez.
She's falling in love with a monster man.. falling in looooove.. with a monster maaan
Nix recomenda "O Monstro de Duas Cabeças", do Ultraje a Rigor. Leo 'Crazy Horse' cita "Monsters' Holiday", de Bobby 'Boris' Picket & The Crypt Kickers, uma espécie de continuação de Monster Mash; 'Roscoe Monstertruck', não sei de quem é mas o Estrume'n'tal toca, vou tentar descobrir.. e 'O Monstro do Esgoto', dos Baratas Tontas.
A Luiza sugeriu 'Mommy's Little Monster', do Social Distortion, mas não vale. Tem monstro no título mas não fala de monstro. Ou vale? O público decide.
De qualquer forma, a teoria de que não existe música ruim falando sobre monstro continua valendo. E eu não vi "Monstros S.A." ainda.
Tem coisas (BUM!) que só o décimo-terceiro faz por você!
Quem me conhece sabe que eu sou fã de camelô, ponta de estoque e brechó, lojas tipo Leader e Lojas Americanas. No melhor estilo "o que vale é a roupa e não a etiqueta". Básico, nunca fui de me exceder em roupas. Mas ando com uma obsessão doentia, uma pulsão que, pra não ter que transferir pra outra, tive que resolver logo. Pesquisei preços, modelos, e entrei na ModaMania decidida a levar AQUELE corpete preto, acetinado, justinho e que deixa os peitos apoiados num decote quase bandeja, onde qualquer movimento - leia-se: "pular não pode" - pode ser fatal.
Ah, cara, mas olha só, eu tenho 23 anos, faço 24 em exatamente 2 meses. Agora a Lei da gravidade começa a agir, e ela é imperdoável. Daqui pra frente tenho que encarar a realidade, tudo cai. Logo, preciso PARECER gostosa, entende? Nada melhor do que um super corpete aberto pela frente pra levantar os peitos e a auto estima (ahn, você já leu isso no post da Elvira, hein?).
Macacos me mordam!!
Sabe quando você percebe que toda a sua busca foi inútil e que você não precisa procurar, as coisas CAEM na sua cabeça? E mais, CAEM de onde sempre estiveram, você é que não olhou. Pois é. Estou me sentindo num final de filme da Meg Ryan. Mas não é um filme qualquer da Meg Ryan. É um puta blockbuster, inexplicavelmente surpreendente, onde só os produtores e a protagonista sabem o final. E não dá pra liberar pra imprensa. Sorry. Posso estar enganada e o filme não vai vender nada, as pessoas vão dormir no meio. Mas esse é o trunfo que eles têm na manga. A Meg Ryan e o final feliz.
Ainda precisamos fazer umas pesquisas de mercado pra garantir o sucesso do filme, que está em fase de pré-produção. Mas acho que em breve já dá pra começar a rodar.
Confessionário Vol.II
Houve época da minha adolescência em que eu citava 'Wayne's World' como 'o filme da minha vida', e achava que 'Gibi, Ramones, Motörhead', dos Devotos de Nossa Sra. Aparecida, havia sido feita sob medida pra mim. Desculpa ae. Mas eu tinha que falar.
* * *
Sabe, meu sonho (eu contei isso pro Nix e pro Gabrig ontem) é apresentar um daqueles programas de filmes de terror/ ficção científica toscos, vestida de vampira, alienígena sexy e peituda (sutiã com enchimento existe pra isso!), essas coisas freak. Uma vontade inconsciente de ser a Elvira, entende? Não, aquela Vampira da Band é muita apelação. Meu negócio é a Elvira mesmo. A Elvira é tudo.
* * *
Eu já estou treinando. Apertada numa cinta-liga por baixo da roupa. Não, não vou comer ninguém hoje. Mas é legal, upgrade nos peitos e na auto-estima, sabe?
* * *
Aliás, eu tenho dados no braço e um colar de dados no pescoço porque eu não tenho dado em casa, hahahaha. Ahn, ok. Parei. Eu e meu humor ácido. Preciso parar com essas manias de falar merda indiscriminadamente, sem saber quem está lendo.
Sabe, existem algumas comidas que se passar UM dia da data de validade, continuam perfeitamente comestíveis.. conservantes, e tals. Mas maionese de tofu depois que passa da validade é o inferno na terra. É o horror, o horror.
* * *
Sorvete de cheesecake. NHAM.
* * *
Sono. Cama. Ié.

quarta-feira, dezembro 19, 2001

Confessionário
Já disse aqui que não suporto o pedante do Lulu Santos, né?
Pois bem, também acho a fanha da Marina Lima um saco, e se um dia eu dancei ao som de 'A semana inteira/ fiquei esperando/ pra te ver sorrindo/ pra te ver cantando' do Tim Maia (homem que eu respeito, mas aquele revival dele durante lá pelos idos de 92 foi o cu da cobra) foi sem o mesmo tesão com que eu tocava airguitar, e mesmo assim, porque adolescente tem necessidade de afirmação dentro de um grupo. Só por isso.
Ah, cara, eu precisava desabafar e me redimir do meu passado negro (se bem que Lulu e Marina eu sempre odiei mesmo). É isso aí. Boa noite, estou completamente chapada de Polaramine e tentando trabalhar, pelo menos não espirro mais.
MALEATO DE DEXCLORFENIRAMINA
É o princípio ativo do Polaramine, antialérgico amigo, mas que ocorre de ser também anti-histamínico (anti-histamínicos são, por natureza, antialérgicos, porque combatem as histaminas, bloqueando seus receptores H, que é o que causa alergia), o que dá um soninho e uma dormência na ponta do nariz..
* * *
APRENDA COM QUEM FAZ
Márvio dos Anjos, meu poeta-da-nova-geração preferido, avisa:
Curso Livre de Poesia e outros serviços
A partir de janeiro, oferecerei um Curso Livre de Poesia, envolvendo apreciação, criação e declamação de poemas. Os objetivos do curso serão:
- estudos sobre as poesias portuguesa e brasileira; formação de leitores;
- estímulo à composição poética; compreensão das formas fixas, versificação e estilística;
- desenvolvimento da arte declamatória; a poesia ao público.
Aulas semanais de 1h30 de duração. Mensalidade de R$ 50. Prazo de conclusão: indeterminado (sem diploma). Os interessados deverão entrar em contato comigo pelo e-mail marvio@skydome.net.
Também dou aulas particulares de português e literatura para alunos de ginásio, segundo grau, universitários e profissionais. Preço a combinar.

* * *
Monster Aaaaaahh! Monster Ooooohhh! Get out of here monster!
Perna avisa que ainda tem "King of Monsters", do Man... or Astroman? - "homenagem ao Godzilla presente no álbum Experiment Zero".
O que prova, mais uma vez, que TODAS as músicas de monstro são boas.
Não é lindo? A língua dos Elfos, criada por J.R.Tolkien para 'O Senhor dos Anéis', em inglês chama-se 'Elvish'. É, tipo, como eu falo 'Elvis' aqui na minha terra, Rio de Janeiro.
"Só estudei em escola experimental/ meu pai era surfista profissional/ minha mãe fazia mapa astral legal..."
Você reconhece de longe um ex-aluno do Centro Educacional de Niterói. Cara, é sério. Só sai maluco de lá. Você esbarra com artista plástico de vinte e poucos anos, 30 e poucos, de Niterói, estudou no CEN. Desenhista, estudou no CEN. Rockeiro, estudou no CEN. Depois perguntam porque eu sou assim. Porque a Bel é assim. Nego diz que é alguma coisa na água de Niterói, mas não, devia ser dos bebedouros lá da escola.
* * *
Crise de espirro
Uns oito de uma vez. Nó, como meu nariz coça. Alergia. Preciso ir no alergista urgente pra não voltar pra BH com aquela tosse. Minhas vias aéreas são muito bichadas.
* * *
Mocotó, essa é pra você!! Aliás, Mocotó, essa também é pra você: 'estude medicina no exterior sem vestibular'. Super confiável, hein? :)
* * *
Eu vou morreeeeeer... estou maaaal.. só consigo espirrar, espirrar, espirrar.. argh. Tou até tonta.
* * *
Nix, obrigada. E não é que o Dr. é mesmo uma graça? Pra ser perfeito só faltava se especializar em alergias!! Mas fica tirando vassoura de cu dos outros, escavando bala perdida.. é, preciso arrumar um pediatra mesmo, que pelo menos cuida dos 4 filhos que eu vou ter um dia :)
Legal. Apareceram duas baratas hoje aqui no trabalho, uma debaixo do meu teclado. É bom começar o dia com emoções fortes.
Madrugada adentro
Eu sou uma mulher que trabalha de dia, num emprego, e de madrugada, num frila, porque além de ter contas a pagar, quero manter um padrão de vida que me permita comprar alguns cds por mês, viajar pra Minas de vez em quando e não contrair dívidas - ok, cheque especial PODE.
O motivo dessa dupla jornada é que, apesar de ter uma ocupação moderna e normalmente bem-paga de programadora html, na minha carteira de trabalho diz "assistente de computação gráfica". É, eu ganho como assistente, então preciso fazer um frila e varar noite adentro.
Isso tudo é só pra falar que às vezes sou obrigada a fazer algumas besteiras pra me manter acordada. Graças a deus, não sou viciada em remédios. Mas hoje foi o dia do Capuccino Com Danette De Chocolate Branco. Misturado.
Obrigada pela atenção, e tenham uma boa noite. Eu não vou dormir agora.

terça-feira, dezembro 18, 2001

ENQUETE
Todo mundo tem uma cestinha de revistas no banheiro, ou aquela leitura de sua preferência. Meu irmão leva 'O Mundo de Sofia', 'Notícias do Planalto' e congêneres. Conheço gente que prefere essas revistas ínúteis de mulher-procurando-homem, tipo a Nova. Lá em casa você vai achar a Superinteressante, The Face, e um exemplar de Harry Potter - O Prisioneiro de Azkaban, que eu já li, mas sabe como é, as visitas. Tem cara que leva a VIP, hoje um amigo confessou levar essas revistas de carros fodões e turbinados, outro disse que é viciado em Turma da Mônica. No desespero, até rótulo de xampu tá valendo.
E você? Lê o que? Prometo não citar nomes.
TOU MOREEEEEINDO
Tá um cheiro de tinta muito sinistro, eu espero que não seja meu Risqué vermelho 255 ('Gabriela', é o nome) derramado na mochila.
* * *
Fui expulsa da minha máquina. Tou vagabundeando aqui, e estudando pra prova de hoje. Ok. Vocês vão me aturar passando matéria:
Existem castanholas macho (da mão esquerda, som mais grave) e castanholas fêmea (mão direita, som mais agudo). As castanholas têm orelhas, ponte, coração, lábios, ponto e concha. Parece gente. Mas é verdade, recomenda-se esquentá-las à temperatura do corpo humano, 37o., antes de tocar.
* * *
Eu sou o mooooonstro, mas eu sei dançar!
Nó, meu blog tem leitores, e é um blog interativo! De um simples Top 6, temos quase uma fita de 60 minutos, hein? Então vamos lá: a Luiza mandou pra Reverb-Brasil uma bela lista:
Dead Billies - "Monster Potion #9"
Famous Monsters - "Oui, Monster, Oui"
Famous Monsters - "International Monster Presentation"
E o nosso mais novo universitário, Dr. Mocotó, mandou a dica do 'The Munsters Theme', versão dos Reis da Praia Los Straitjackets.
Luiza, a mulher do blog de visual mais chique da internet toda, e o agora calouro Mocotó provam, mais uma vez, que NÃO EXISTE MÚSICA RUIM SOBRE MONSTRO.
* * *
Não, ainda não fui ver "Monstros S.A.".
* * *
Dr. Fireball, quer dizer que eu vou conhecer suas Great Balls Of Fire?
* * *
Ahn, tá, foi infame.
* * *
Vocês querem saber a diferença entre sevillanas corraleras, rocieras, de ferias, bíblicas, romeras, marineras e boleras? Ou tá bom por hoje?
AY, CABRÓN!
É, num arresisti aos encantos da banda do filho do John Casablancas. Longe de serem "A Salvação do Roque", esses poseurs mod-junkies fazem um sonzinho gostoso como desde Iggy Pop não se ouvia. Culpa da vaca da Bel, que me emprestou o disco na ida pra Friburgo. Eu amo essa mulher :)
* * *
Y tu mama tambien. Altos filmes. Altos massa. Mas o curta-metragem não ajudou, numas de colocar um curta que tivesse a ver com o filme, eles exageraram e entregaram o ouro. Aliás, que curta merda. A única coisa que salva é ver o nome do grande mestre Afonso Brazza nos créditos.
* * *
/me berra 'Laaaast Niiiiite' aqui. Indie.
* * *
There's a monster in my pants
Cid, baterista dos Netunos, cita "monsters in the parasol", do Queens of the stone age. Paulo Torres, do fabuloso Meu Cérebro Dói, lembra de três grandes clássicos: "Berma Is A Monster", do Little Quail & The Mad Birds (Lia, se mata, você estava conversando com Gabriel na hora e nem lembrou), "Os Monstros", tema de abertura do seriado homônimo tocado pelo Ultraje a Rigor, e "Furry Happy Monsters", versão do próprio R.E.M. para "Shiny Happy People", tocada num programa dos Muppets.
Ainda há uma outra versão de 'She's Fallen In Love With a Monster Man', tocada pelas Undershakers. Como de praxe, só musicão. Não existe música ruim falando de monstros.. ou existe?

segunda-feira, dezembro 17, 2001

SITE DO ANO. SITE DO ANO. SITE DO ANO. Obrigada, Bruno Privatti, obrigada.
Opa. Já conseguimos colaborações: o Gas lembrou de Meet Ze Monsta, da PJ Harvey, e o Jesse, em momento grunge, lembrou de Monster, do L7.
Com isso, transformamos nosso Top 6 em Top 10. Só faltam duas.
* * *
CLUBE IRMÃO CAMINHONEIRO
E o disco da tarde É 'Santa Madre Cassino', do Matanza. Só achei imperdoável trocar 'essa vida gore doom já me fudeu' por 'sem saber direito o que aconteceu'. Mas tudo bem, é pra tocar no rádio. E merecem. E precisam. E a garotada rocks tem que cantar 'Ela roubou meu caminhão'. E as meninas têm que gritar 'Lindo! Lindo!' pro Bruno com aquele cavanhaque de Lemmy Kilmister, como fazem com o Marcelo Camelo.
É, os padrões estão mudando. Revista Capricho de cu é rola.
* * *
Porra. Alguém tá com uma nhaca sinistra aqui no trabalho. Vou fazer todo mundo passar meu Rexona Powder 24h, indiscriminadamente, porque eu é que não vou cheirar o suvaco de cada um pra saber quem é que tá com anão morto debaixo do braço.
TOP 6 MONSTER SONGS
The Monster Mash - Bobby Pickett
O Monstro Macho - João Penca e Seus miquinhos amestrados
O Monstro - João Penca e Seus miquinhos amestrados
She's fallen in love with a monster man - The Revillos
Monster in My pants - Fred Schneider
God Monster - The Cramps

E, impressionante, não tem UMA música ruim aí.
* * *
Tá um cheiro de hotel gringo aqui no trabalho! Sabe aqueles hotéis simpáticos de pacote de viagem? Pois é. Cheiro de viagem. É um sinal pra passar na rodoviária essa semana..
* * *
PARABÉNS, MOCOTÓ!!!!!! Agora falta a federal. De qualquer forma, reserve o Elvis como padrinho em Vegas!
Red Bull te dá o que mesmo?
Ahn, tá, festa de formatura superchique em Friburgo, da Faculdade de Odontologia, Lia de vestido longo, coque, scarpin e bracelete e coleirinha de spike, cheia de Red Bull nos córnios, pulando do alto de seu salto 8 ao som de 'Vamo pular, vamo pular, vamo pulaaaar!' - é. Sandijúnior mesmo. Mas é que tava rolando pagode e música baiana e me desculpe, não rola. Deu pra gastar o meio litro de cafeína com taurina (hahahaha uma substância chamada Taurina, será que é o mesmo princípio ativo do Tesão de Vaca?), bem, teve o momento Jovem Guarda, clássicos rock ("Rock Around The Clock" e congêneres), Celly Campello e as clássicas "Músicas de Viado Pra Animar Festinha", cês sabem, "YMCA", "Macho Man" e "I Will Survive". Foi divertido, apesar do pagodão. E revi minhas amigas, e a Julinha ficou feliz por a gente ter ido.
* * *
E eu me encharco em mim mesmo/ que mundo maravilhoso
* * *
Momento Bunito do Dia de Ontem Parte I
Suplão entregando o Disco de Platina para o filho, emocionado menos por causa disso do que pelo fato de, finalmente, aos 35 anos de idade, Eduardo Suplicy Jr. poderá enfim sair da aba do pai senador e da mãe, ex-sexóloga no TV Mulher, atual prefeita de São Paulo.
* * *
Hein?
"Eu voto na Mari Alexandre porque ela é muito chorona"
Então tá então.
* * *
Momento Bunito do Dia de Ontem Parte II
Cara, Silvio Santos conseguiu a proeza de entrar no meio do Super Técnico que passava na Band, interromper a entrevista com o Scolari, só pra arrancar um depoimento da Sra. Alexandre Frota, dizendo que não acredita que ele tenha comido a ex do Mion. Vá, ela acredita. Ela sabe que rolou uma sacanagem debaixo do edredon. Mas você acha que, com o marido preso naquela casa cheia de capas da playboy durante 45 dias ela não aproveitou do lado de fora, hein? "Ela segurou na vara dele.. eu comi quatro, rá rá rá", deve estar pensando a moça.
* * *
Momento Descontrol
Mari Alexandre saindo da casa aos berros de "Vaváááá, eu te amooooo", agradecendo a psicóloga que a acompanhou durante esses dias na casa, e é claro, chorando.
* * *
Chega. Ça suffit. Vou mudar de assunto.
Mudando de assunto, hoje será lançado o zine Off-Topic, cortesia do Nix, tem eu e mais um monte de gente boa escrevendo. Ma-ga-vi-lho-so. Em xerox, pra ler em casa, ler no ônibus e mandar pros amigos.
Também chegou a notícia da estréia do programa de rádio da Reverb Brasil, na Rádio Favela, que só pega em BH mas tá valendo, alguém vai ouvir isso, todo domingo de 3 às 4 da tarde. Mocotó-Love, Perna, Claudão e eventuais convidados... reservem a minha cadeira, amores.

sábado, dezembro 15, 2001

Vingardium Leviosa
Ok.
É doentio, é.
Mas olha só, sexta à noite e eu não posso sair porque amanhã tenho que acordar mais ou menos cedo. Resolvi aproveitar pra botar um projeto pessoal em dia. E daí que eu tou no mIRC e descobri um #Quadribol, da Federação Internacional de Quadribol. A página não diz nada, continua sendo um mistério: como se joga Quadribol sem uma boa produtora de efeitos especiais por trás? Sem uma Nimbus2001 de verdade? Ninguém no canal soube informar.
Entrei no #Hogwarts então.
De cara, descobri que sou a mais velha num canal com 60 pessoas. Bem, tem a página do pessoal do Hogwarts, é bem cuidadinha, mas não me explica COMO DIABOS ALGUÉM JOGA QUADRIBOL no mundo real.
* * *
Bem, Mocotó me esclareceu o mistério dos Shadows: parece que a mãe de um amigo do Perna já namorou um cara da banda. O que explica ele ter visto um filme brasileiro numa época em que filme brasileiro ainda não era modinha, e explica a música 'brasileira'. Boa, Mocotsh. Fico te devendo essa.. ou melhor, já paguei num post anterior. Pra saber da fórmula do Bicarbonato de Sódio e não perder mais pontos na prova, é só lembrar do Beavis falando 'Nachos! Nachos! huh huh'
* * *
Hoje falei pra minha mãe da tatuagem nova, ré ré. Maravilhas de morar sozinha - a gente faz merda e esconde fácil durante uma semana ;)
* * *
Eu quero é saber como foi o aniversário do Fireball. Ano novo eu tou aí, Daddy-O. É só o Arroz não confiscar, e socializar o rocks. Ligar pros amigos e dizer "Lia Lovelace, a Cerveja Mais Rápida do Oeste, tá na área". Aí o rocks é certo.
* * *
Quando eu digo que sou Hot Rod, não é que eu entenda de carros e goste de motores possantes. É que eu sou quente. Sou uma máquina. E cheia de pneu, HAHAHAHAH, ahn, ok, sem piadas agora.
* * *
Expeliarmus!!

sexta-feira, dezembro 14, 2001

FREAK SHOW!!
Cosplayers que se vestem de Sailor Moon. Eu tive a oportunidade de ver essas meninas ao vivo. Freak, muito freak. É falta de., só pode ser.
Cara, os arquivos de fevereiro SUMIRAM. Há meses que eu tento colocar eles aqui e nada. Bem, a sorte é que tenho backup disso em algum lugar. Talvez eu transforme o Boneca numa espécie de 'O Diário de Bridget Jones', só que real. Ha ha. Não, melhor não, ninguém vai ler.
Caraio. Só faltava essa. Cortesia da Cecília.
* * *

E o disco do dia chama-se London Calling.
Eu sei que tem gente que ainda tem bronca com The Clash, então vamos ver se a estratégia funciona.. programe seu cd-player pra tocar as seguintes faixas:
[faixa 2] - Brand New Cadillac
[faixa 11] - Wrong'em Boyo
[faixa 4] - Hateful
[faixa 6] - Spanish Bombs
[faixa 12] - Death or Glory
Depois já dá pra reprogramar com os hits, London Calling, Clampdown, Train in Vain, Lost in The Supermarket. Que são clássicos mas já enjoaram um pouco.
Daí a querer gravar 'Lover's Rock' pra ouvir com a namorada e a berrar 'Ruuudieeee Can't Faaaail' a plenos pulmões enquanto toca airguitar em casa, é um pulo. Daí a reconhecer que The Clash é mesmo uma das bandas mais fodas do planeta, não demora.

quinta-feira, dezembro 13, 2001

Você tá no Rio? Olha pela janela. Tudo preto. Cabou o mundo. Tá ouvindo os trovões? Eu quero ir pra casa dormir.
Aliás, minhas aftas renderam algumas homenagens ao amigo Mocotó. A primeira foi meu chefe (que assina Perry Rhodan, Quark e Superinteressante, só pra constar, ele entendeu a piada) que me recomendou que não comesse nada ácido.
"Sei. Só comidinhas básicas, né?"
(risos)
E, bem, enquanto ex-colecionadora de bulas, vamos ver o que me lembro sobre o Bicarbonato de Sódio (NaCHO3). Primeiro, e fundamental, é: "sinta o gosto. Parece com o sal, não?". Bem, sal é Cloreto de Sódio (NaCl). Ambos têm sódio, duuuuh. Básico, né? Básico MESMO. Bicarbonato de Sódio é um ânion (desenterrei, hein?) e é o antiácido mais poderoso que tem por aí.
Ok, vou pular o lance das terminações de ácidos (ídrico/ ico/ oso), ok? Mas é, lendo as bulas eu sabia exatamente o que estava tomando. Incrível, não? Mas agora estou destreinada, graças a deus. Prova agora, só de mestrado... e a de flamenco semana que vem.
Ééé, enquanto o blog do Leopoldo é um blog com informações de vestibulando relacionadas a coisas-do-dia-a-dia rock (eu sou nerd, adoro ler aquilo), o meu hoje está altamente 'aluno do Instituto de Arte e Comunicação Social'. Primeiro foi o lance do Pomo de Ouro. Agora tem mais essa bomba:
Você sabia que existe relação entre o Cinema Novo e a surf music instrumental?
Pois é. Tou ouvindo esse cd do The Shadows, "Out of the Shadows", com gravações de 1962, primeiro as 13 faixas em mono, depois as mesmas faixas em estéreo (vocês querem que explique o processo aqui? Depois.), e tem essa 'The Bandit', uma das raras músicas cantadas do grupo.
Uma espécie de percussão mexicana e uma letra que, por causa da proximidade com os ritmos hispânicos, demorei bastante pra perceber que havia algo em português. O refrão? "Oleee I am a bandit/ the bandit of Brazil"
Tá aqui um trecho da letra, não dá pra tirar toda porque estou no trabalho:
"I'm the quickest on the trigger
when I shoot I shoot to kill
I'm a hero down in Rio
Where they talk about me still"

Só quando ele diz "Oleeee o Cangatcheeero", com um sotaque esquisitíssimo, que fiz a ligação.
O Cangaceiro ("The Bandit", em inglês), 1953, dirigido e escrito por Lima Barreto, com Alberto Ruschel, Marisa Prado e participação de Adoniran Barbosa, foi O marco inicial do movimento do Cinema Novo, antes mesmo do Cinema Novo virar um movimento - "Barravento", o primeiro grande filme de Glauber Rocha, é de 62, e "Vidas Secas", de Nelson Pereira dos Santos, só foi lançado em 63. "Deus e Diabo Na Terra do Sol" (de novo Glauber Rocha), que todo mundo acha que é O filme de cangaceiro mais importante, é de 64. "O Cangaceiro", de Lima Barreto, foi mesmo o pioneiro.
Tenho várias restrições ao Cinema Novo, aliás, ODEIO Cinema Novo, mas vocês hão de reconhecer que naquela época, início dos movimentos de contracultura (é muita coisa pra exlicar num só blog, eu juro que desenvolvo isso melhor), o Cinema Novo, junto com a Nouvelle Vague francesa, viraram os must-see dos intelectuais e universitários sessentistas pelo mundo todo, porque quebravam os padrões estéticos e narrativos impostos pelo cinemão norte-americano. E a melhor coisa dessa 'Nova Onda' (ó que curioso: New Wave e Nouvelle Vague são coisas completamente diferentes mas significam 'Nova Onda') foi o interesse criado pelo cinema que mostrava a cultura brasileira - ainda que totalmente estereotipada e deturpada pelas invenções estéticas na fotografia dos filmes - sabe que até hoje os franceses têm uma curiosidade mórbida sobre o Brasil, e costumam saber mais da história e folclore daqui do que qualquer nativo, né?
E os Shadows, em 62, pouco antes do culto europeu ao Cinema Novo, fizeram uma música mexicana sobre um filme brasileiro de 53, o que prova que surf music também é coisa de universitário intelectual estudante de comunicação e arte. Mas até então, ninguém sabia. Eu vim pra fazer a ponte entre os dois mundos, entende?
15 reau coletaneazinha de country na Saraiva e 19 cd dos Shadows. Natal, promoções, agora tá ficando legal.
* * *
E eu trouxe Madonna (Music), a coletânea dupla do Pixies e uma coleta do Violent Femmes. Hoje é dia de rock.
* * *
À noite tem amigo oculto na Escuela de Danza. Ontem li o post do Nix e me identifiquei horrores: você não sabe quem te tirou, mas na hora de te descrever, o seu amigo oculto vai dizer "Meu amigo oculto é meio maluquinho..." e todo mundo vai olhar pra você. Obrigada, Nix, por me fazer sentir como uma pessoa razoavelmente normal, apesar da opinião controversa dos colegas de trabalho (no meu caso, das colegas de aula). Tipo, essa situação VAI acontecer hoje.
* * *
Cês tão acompanhando o caso do W. Olivetto no Bluebus? (Ei, Julio Hungria, eu leio seu site quase todo dia!!)
* * *
Fui procurar a letra de "Whiskey, If You Were a Woman", do Highway 101, e descobri que é uma das favoritas de karaokê lá fora! Sério! Só vai dar site de karaokê. Genial.
* * *
There's a tear in my beer 'cause I'm crying for you dear'. Ó. É fácil de tocar.
da série: Blog também é cultura
A GUERRA DE TRÓIA ou MULHER É FODA ou O ATAQUE DOS TOMATES ASSASSINOS

Tudo começou com o Pomo de Ouro trazido por Éris, a Deusa da Discórdia, para Afrodite, Atena e Hera, com a inscrição "Para a Mais Bela". Lógico que as dondocas começaram a discutir sobre quem seria a merecedora do Pomo de Ouro. Pediram a Páris que ajudasse a decidir, mas mulher é foda - lógico que cada uma ofereceu um mimo ao humilde pastor: Hera prometeu a Páris o Império da Ásia, Atena propôs que lhe desse sabedoria e vitória e Afrodite lhe prometeu o amor da mais bela mortal. Páris gostou mais da proposta de Afrodite, que foi escolhida como a mais bela deusa.
A mortal mais bela, Helena, filha de Zeus e Leda, era casada então com Menelau, e reinava em Esparta. Afrodite e Eros botaram lenha no fogo do amor (ahaha, ótima essa, cortesia do Perna), Helena e Páris se apaixonaram, Menelau ficou putinho e os pombinhos fugiram então para Tróia. Aí começou a guerra, teve a história do Cavalo de Tróia (que deu origem à expressão "Presente de Grego", aquele presente que só te traz aborrecimento), Páris antes de morrer foi procurar conforto nos braços da ex, dramalhão mexicano total (ou seria 'Tragédia Grega'?).
A guerra de Tróia começou por causa das mulheres, óbvio, mulher só faz merda: primeiro, as deusas. Depois, Helena que deixou Menelau achando que Páris era o Mel Gibson. Não era. Morreu playboy. Mas o mais escroto de tudo isso é que o que as deuas queriam não passava de um.. TOMATE!
Meu querido, o nome daquele molho de tomate não é 'Pomodoro' por acaso. 'Pomo D'Oro' é como os italianos chamam as frutinhas vermelhas. Confirmando que 'Pomo de Ouro' = Tomate, há a tradução francesa: Pomme d'Or. As traduções equivocadas falam em 'Maçã de Ouro'... ora, a Maçã de Ouro é o tomate! Aí você vê, que merda, Tróia foi destruída por causa de umas peruas vaidosas atrás de um tomate.
Bem, dei minha constribuição hoje, certo? Contem essa para seus amigos. Um abraço. Lia também é cultura.

quarta-feira, dezembro 12, 2001

Bacardi Breezer. O de laranja é divino, tem em tudo o que é mercearia/ mercado por aqui. Bom pra calibrar antes das festinhas, e é menos de 3reau a garrafinha. Vale a pena. Detalhe pras chapinhas rrrocks, ganha qualquer campeonato de futebol de chapinha fácil.
* * *
PORRA
Acho que mastiguei uma obturação daquelas branquinhas de porcelana junto com o chiclete. É bom que eu vou logo ao dentista e vejo logo se rola de botar aparelho sem precisar arrancar os sisos de cima. É. Merda. Imagina eu, uma Hot Rod Mama With Her Fishnet Stockings, pin-up por natureza, nerd por opção, de APARELHO. Mas é, preciso usar. Vão rindo, vão.
Ok, nos fones, "The Dirty Boogie", o disco. A recomendação do dia é "This Old House" na versão do Brian Setzer. Mas eu recomendo dar uma olhadinha na versão de Carl 'O Pioneiro' Perkins. Porque Carl Perkins é amor. E essa música também. Logo.. vida feliz.
* * *
Ahn. Ó. Comprei meu vestido longo pra formatura da Julinha. Azul marinho, comprido, de alcinhas.
* * *
Aí, o reitor da Estácio de Sá é uma besta. Não tou nem falando do lance do analfabeto que passou no vestibular: foi na Estácio, mas podia ser no curso de grego da UFRJ, sabe? O problema são as declarações que o cara anda dando agora. Que besta. É isso aí, e eu aqui preparando mestrado, planejando doutoradoe. IDEALISTA, eu. Mas é que ainda acredito em certos valores morais e até profissionais. Não vivo sem estudo e sem pesquisa. E essa anta.. ah, cara, não falo nada. Me emputeci. É esse tipo de gente, sem compromisso com a educação - ele DIZ isso, pessoas, ele ADMITE isso - que está formando profissionais capacitados. Nada contra, conheço pessoas que estudam na faculdade dirigida por esse imbecil, mas temos que reconhecer: nesses casos, a capacidade é INDIVIDUAL, não é formada pela universidade. E se a universidade não forma o aluno, serve pra que?
* * *
Sabe, esse é um dos meus compromissos. Acumular conhecimento e passar adiante. DE VERDADE. Estou no caminho certo, e é isso o que me realiza.
Balaios Moto Clube. Crássico.
Vem cá, tá rolando um movimento ou o que? Outro dia foi o Arroz comentando que estava ouvindo aquela versão de 'I won't stand in your way' à capela, sabe? Coisa mais linda. Daí no dia seguinte vou dar uma olhada no Fireball Stomp, blog foda que eu descobri no blog do Mocotó e no do Nix, e o cara falando que estava ouvindo o Runaway Boys, do Stray Cats, e comentando que só lembra de coisa foda, e tals. Stray Cats é FODA, gente, daquelas fodas boas que você goza umas oito vezes e termina suado e feliz, cansado, sorrindo e querendo dormir abraçado com quem está junto. O que vocês estão fazendo que não aderiram à campanha 'Música Boa Para Uma Vida Feliz'?
* * *
Eu já disse isso aqui, mas não custa repetir: "If you can't rock me, I'll find somebody who can"
* * *
Como é que é? Iggy Pop, The Cramps e The Skrotes no Abril Pro Rock? Cara, se eu tiver que ver um show dos Skrotes pra ver Cramps, tá valendo. E Iggy Pop, meu deus? Histórico. Antológico. Jurássico. Alguém por favor me confirme isso.
* * *
Agora só quero ser chamada de Hot Rod Mama In Her Fishnet Stockings, tudo bem? Hahahaah só não vou mudar o nome do blog porque 'Boneca' já pegou. Mas eu gosto. Já disse que adoro ser chamada de boneca, 'vem cá, boneca', e 'pequena'? 'Essa é minha pequena'. Putz, lindo. Eu SEI que nasci na época errada.
Inacreditável. Terça-feira tem prova ESCRITA de dança. Vai cair modelos de castanholas, variações de sevillanas, fandango e soleares. Peguei a apostila.. tou aqui estudando...
* * *
Mas cara, eu nem posso entrar no Balé de España. Eu tenho tatuagens. Bem, se eu ficar até o fim, saio capacitada para dar aulas. Isso é legal. Certificado do governo espanhol e tudo. É uma ocupação, né?

terça-feira, dezembro 11, 2001

Consegui. Vamos lá:

O Nix também é o Mr. Orange.. convenhamos, ele parece mais com ele do que eu, ha!
* * *
E Alexandre Frota e Patricia Coelho, hein? Rocks.
Ok, psicólogos que lêem meu blog, até que eu daria um bom estudo de caso. Senão, vejamos:
Depois do surto de ontem de madrugada, ouvindo Pet Sounds e trabalhando até as 5 (pra acordar às 9, atrasada), resolvo trazer cds pra ouvir: Abba Gold, 'Terror Twilight' do Pavement e uma coletânea FODA do The Damned. Panque, né? Eclética, hum? Só que quando eu sento a bunda pra trabalhar.. me dá uma vontade irresistível de não ouvir nada disso e ouvir 'Sledgehammer' do Peter Gabriel.
* * *
Tá, né? Formatura da Julia sábado em Friburgo e eu de vestido longo, scarpin e indo hoje ao salão pintar o cabelo. O que a gente não faz por uma amiga!
* * *
Botei minha pseudo-Doc Martens no conserto hoje. Urrú. Passar o verão de bota é o que há.
Teste foda:
Qual Cão de Aluguel é você?. Mas não fiz ainda, meu computador não ajuda.
* * *
PET SOUNDS
Ok, sempre que eu ouço o Pet Sounds dá um apeeeerto no coração e uma vontaaaade de chorar. Até aí, normal, é o disco mais lindo do mundo, uma bela mistura de beleza com melancolia, uma obra prima da história da música do século XX.
A pergunta é: porque diabos eu me torturo ouvindo isso?
* * *
Se você nunca ouviu, saca só as letras (eu queria, eu juro que eu queria colocar todas as letras do Pet Sounds aqui):
as letras mais lindas da história do pop/rock
É sacanagem fazer isso. Vocês estarão perdendo as fantásticas harmonias vocais, típicas dos Beach Boys. Mas esse disco passa longe do clima de festa do começo da carreira do grupo. Por outro lado.. é triste.. porém LINDO. Ok, falei demais, agora é com vocês.
* * *
Ok, só pra ter uma palhinha.
3. "That's Not Me"
Irving Music, Inc. BMI
Brian Wilson/Tony Asher


I had to prove that I could make it alone
But that's not me
I wanted to show how independent I'd grown now
But that's not me

I could try to be big in the eyes of the world
What matters to me is what I could be to just one girl

I'm a little bit scared
Cause I haven't been home in a long time
You needed my love
And I know that I left at the wrong time
My folks when I wrote them
Told 'em what I was up to said that's not me

I went through all kinds of changes
Took a look at myself and said that's not me
I miss my pad and the places I've known
And every night as I lay there alone I will dream

I once had a dream
So I packed up and split for the city
I soon found out that my lonely life wasn't so pretty
I'm glad I went now I'm that much more sure that we're ready

I once had a dream
So I packed up and split for the city
I soon found out that my lonely life wasn't so pretty

SENTIU O DRAMA?
* * *
I guess I just wasn't made for these times.
* * *
God only knows what I'd be without you
* * *
Que estranho. Faz aproximadamente um ano que esse disco era hit aqui em casa. Há aproximadamente um ano, algo realmente me incomodava e deprimia demais, chegou ao auge do mal estar, e no Natal esse 'algo' sumiu, como que por milagre. Há aproximadamente um ano, pensei em gravar esse disco para alguém, como um pedido de desculpas por algo que eu não fiz - eu simplesmente não fui capaz de amar o cara que era pra ser O Homem da Minha Vida (se é que isso existe). Tomei conta, cuidei, ajudei a levantar e sacudir a poeira, a se cuidar, mas era quase amor de mãe. E Pet Sounds lá, do meu lado, me ajudando a achar as respostas para o que eu precisava, me ajudando a botar pra fora o choro contido, me ajudando a sentir paz nessa época complicada. Um ano depois, estou sozinha, como eu quis - e realmente preciso desse tempo pra mim, pra trabalhar, pra me cuidar, pra viajar quando bem entender. Mas Pet Sounds me chamou, lá da prateleira de cima, e pediu uma chance. É Natal de novo. Os tempos mudaram, as ciscunstâncias são outras, e esse cd-r com a letra do Carlão (que amigo!) toca no cd-player e (ui, que brega) no coração.
Pet Sounds voltou. Ele sempre sabe quando e quanto eu preciso da ajuda dele. Só estou tentando entender por que agora.
* * *
Ponto.

segunda-feira, dezembro 10, 2001

Chuif... eu trabalho no melhor lugar do mundo... chuif... acabei de ganhar um monte de fotos originais da Narcisa Tamborindeguy... que lindo... emocionante.. chuif... meus amigos são o máximo.
* * *
Site do dia: Brian Setzer. Música boa para uma vida mais feliz.
* * *
Sacanagem, confiscaram as fotos. Mas eu fiquei com A MELHOR. Ela deitada lendo 'A Psicologia do Amor'. Genial.
Ok, formatura de Julinha esse sábado em Friburgo. Prometo fotos, afinal, vou de longo, scarpin e todas as patriçagens a que tenho direito - mas tudo bem, eu sou pin-up, me viro bem nessas ocasiões.
Só que minhas tatuagens vão à mostra, ok? :)

If I were a work of art, I would be Sandro Botticelli's Birth of Venus.

I am a beautiful and alluring composition, not afraid to show off a good deal of bare flesh. People surround me and gaze at me with the adulation due a goddess and friendly breezes gently push me along my path in life.

Which work of art would you be? The Art Test

Parece que eu dormi durante dez anos e acordei agora, não estou entendendo mais nada: o Fluminense é um time respeitado. A final do Brasileiro vai ser entre São Caetano e Atlético Paranaense. O Supla é o novo grande popstar nacional. Tá foda. Preciso dormir mais dez anos.
Bom dia, bom dia. Eu sou um elfo. Hobbit não, passei anos como Kender, sou traumatizada com raças pequenas.
* * *
Terminei as resenhas pra atualizar a Demos & Gostamos (seção de fitas e cds do meu zine) e vou ganhar/ comprar um scanner hoje (aliás, preciso ir na casa da minha mãe essa semana pegar o mimo). Tem Surfmotherfuckers, Estrume'n'tal, Go!, Cochabambas, Dead Billies, Gasolines, Butt Spencer e uma coletânea de psychobilly. Assim que eu escanear as capas e botar os comentários no ar, posso começar a parte 2, que é 'copiar os cds e mandar pros programas de rádio lá de fora, e pra Fluminense AM'.
* * *
É. Tenho um trabalho mais ou menos convencional numa produtora de desenho animado. Mas isso que eu coloquei aí em cima.. é o meu trabalho dos sonhos. Só falta ganhar dinheiro com isso.

sábado, dezembro 08, 2001

Ok. EU VI OS DEAD KENNEDYS, quem quer tocar em mim?
Tá, tá, eu sei, não tinha Jello Biafra, mas ei, eram os DK no auditório da sede do América FC (cara, quem não é do Rio talvez não entenda O QUE É O América FC e o que isso representa para a cultura carioca). Os amigos rock quase todos presentes, os Dead Kennedys tocando, um fã do blog veio falar comigo (!!!), foda.
* * *
E hoje? Trabalhei.. vou trabalhar mais um pouco.. esse frila, né? Fui ao Rio Sul comprar uma parte dos presentes de Natal e fazer a minha tatuagem nova.
* * *
É. Eu não tenho dado em casa, mas tenho dados no braço. Pretinhos. Pequenininhos. Singelos e discretos.
* * *
Estou ouvindo The Wipeouters. Música Boa Para Uma Vida Mais Feliz.

sexta-feira, dezembro 07, 2001

Porque eu só ouço Cramps e Revillos há dias. Porque hoje tem Dead Kennedys. Porque eu vi o Elvis ontem. Porque eu tenho fotos crente que sou pin-up. Porque eu gosto de carros antigos. Eu sou rebelde porque o mundo quis assim. Gostei mais dessa versão do blog, e vocês? E-mails, please.
Ok. Ok. Continuo testando designs novos. Esse é o Fabuloso Design Hot Rod. E aí? Ficou legal? Quero opiniões.
ELVIS NÃO
Elvis não morreu.
* * *
Foi no SisterMoon, eu nunca tinha ido lá. A decoração 'Um Drink No Inferno' total, aquela jukebox com o melhor do Rock'n'roll (bicho, tem DEVO na Jukebox. Tem um drink chamado Devo lá. Aliás, a Pina Colada de lá é muuuuito foda), a comida mexicana, tudo, tudo fazia a composição perfeita pra um show do Elvis.
E eis que o Elvis adentra o recinto.
Cara, na real, são duas pessoas diferentes. Assim, normal (não, ele não é normal), ele tem a maior cara de (não. eu prometi pro Felipe que não contava pra ninguém o nome dele). Tipo, o cara é maluco, ele acha que é o Elvis.
Mas aí ele sobe no palco e.. PORRA. É o Elvis. Tipo, é o Elvis ali. O próprio. Desfiando seu repertório de sucessos, com direito a roupa de lantejoulas, beijos calorosos e echarpes jogadas para a platéia e.. A CARA do homem. Dança igual. Canta parecido. Muito bizarro. Fiquei boquiaberta. Agora eu sou uma mulher realizada. Eu vi um show do Elvis. E ele está alive and kicking no Rio de Janeiro. Viva Las Vegas.

quinta-feira, dezembro 06, 2001

Testando mudanças no layout. Quero comentários. E aí? Tão gostando? E o logo ali em cima? Hein?

REVILLOS. Endosse a campanha "Música Boa Para Uma Vida Mais Feliz". E se conseguir baixar uma música chamada "Yeah Yeah", tudo de ruim vai embora. É tipo um fecha-corpo, sabe? Vai, no site deles tem músicas, letras, fotos, vídeos, links... chique pra caramba, super new wave.

Cara, meu sonho era ter um desses... DE VERDADE. É, eu nasci mesmo na época errada. Isso está provado. Meus amigos e parentes confirmam.
"I'm meeeeaaann/ I'm a mean machine/ I gotta be meeeeaaann/ Just a bad human being"
Isso é uma CITAÇÃO. Não quer dizer que eu seja assim. Eu tento. Mas sempre me traio e volto a ser o docinho de coco de sempre.
* * *
Ok, eu sei que tem gente que ainda não sabe do que eu estou falando. Então lá vai. The Cramps é ISSO. Cara, uma banda que tem uma música chamada "Can Your Pussy Do The Dog?" não pode ser ruim, não pode.
* * *
Flaaaaaames, baby, flaaaames... burning!!
Esse ar refrigerado está me estragando. Eu achava que trabalhava no Centro. Mas agora sei que isso aqui é a Sibéria.
Ó, madrugada e eu em casa trabalhando. Que moça responsável. Preciso botar uma página no ar até domingo, e nem amanhã nem sexta feira vou poder mexer nela. Acontece.
* * *
O lance é trabalhar muito pra ganhar algum dinheiro, juntar e comprar meu próprio apartamento onde eu bem entender.
* * *
Vai demorar. Mas nesse pique, em dois anos já vai dar pra dar entrada em alguma coisa. Provavelmente não no Rio, que os aps são caros. Longe, talvez.
* * *
* SuperGoo bebeu Maliboo
* * *
E a banda da noite é mesmo o The Cramps.

quarta-feira, dezembro 05, 2001

Lia, you're a Lethal Weapon!
You're smart, slick, and fast. You break rules. You start trends. MTV wants to interview you. You love loud, obnoxious parties where you can let it all hang out. No structure, please. You hate routine and boring, predictable people. You get cabin fever if you're cooped up too long — say, five minutes or so. But you adapt to new situations as smooth as butter. Well, maybe chunky peanut butter.
You're open-minded, enthusiastic, and popular with both people and pets. Sure, you had bad hair in high school, but now you've got style. Everyone wants to be your friend. They buy you drinks and give you nicknames. But at home, late at night with the shades pulled down, you secretly question your self-worth, wondering if you're really all you're cracked up to be. Then you go to bed.
You hate seeing the same old faces at work day after day. But at the same time, you're a great leader among them. You're motivated and serious, and you always jump at the chance to take on a new project. Innovation and abstract thinking are your strengths. But sometimes you'd rather just work on an independent project so you can do your stuff without having to deal with people.
* * *
É. Sou eu.

Ok. Estou dando o direito a vocês, leitores, de rirem da minha cara. Pode clicar que a imagem amplia.

O cenário é fake. Já eu, graças a deus, às cintas modeladoras e às aulas de dança, não precisei de retoques (só na iluminação, pra ficar mais ou menos parecida com o ambiente).
Gente, desculpem o ataque mulherzinha dos últimos dias. Mas o que vocês queriam? Que eu me comportasse feito um caminhoneiro? Eu tou carente, moro sozinha, trabalho pra cacete, não tenho nem um bichinho de estimação. Tá, tenho amigos, ótimos, maravilhosos, mas não dá pra ligar às 3 da manhã, acordar a casa toda e dizer "quero cafuné". Pra piorar, ainda tem os hormônios em ebulição - mas isso é só uma semana. Então é isso. Qualquer exagero, perdão. Mas tá foda. Preciso casar logo. Bem, posso seguir a sugestão desses moços que estão cantando no meu ouvido (Joeeeeeeyyyyy, eu chorei quando ele morreu!!) e procurar psicoterapia, ré ré. Cara, nem é coisa de maluco, é sério isso. Afinal, estou entrando numa fase nova, mudei de cidade, de casa, tenho que me virar sozinha, sou cheia de traumas de adolescência, sentimentos de rejeição e dependência emocional, carência afetiva e a capacidade extraordinária de arrumar problemas. Até que não é má idéia
PS: Dead Kennedys sexta. Tou comprando meu ingresso hoje. Tem bastante antecipado e vai ter na hora também.
"This is rock'n'roll radio, stay tuned for more rock'n'roll"
Não, tá? Não, não não. E agora o cara está de volta lá na salinha ouvindo Sade muuuuuito alto, muito. Não, eu não estava com saudades. O maluco só sabe trabalhar assim - e eu não. Enfiei os fones (a quem interessar possa, faixa 3 do meu Ramones Mania que eu finalmente achei, baratinho, e depois de anos de peregrinação, e você sabe, se você tem ESSE disco, você só precisa, talvez, do Mondo Bizarro - "Do You Remember Rock'n'roll Radio". Cara, isso é desagradável. É sem-noção. É não saber conviver em sociedade. Chato, chato, chato. Beat on the brat with a baseball bat, ou ié.
"Vou processar Jack Daniels pelo que ele fez com a minha cara ontem à noite".
Apóie a campanha "Música Boa Para Uma Vida Mais Feliz".
Taí. Gostei da idéia. Vou fazer uns banners.
Eu estava triste. Muito triste. Na verdade, ainda estou. Triste até não poder mais, chorando há duas horas (desde 23:59, perto da hora de virar abóbora).
Explicação? Deve ter. Cura? Espero que tenha em muito breve, porque não suporto ficar assim. Mas aí o Henrique me manda ISSO.
O maluco que acha que é o Peter Pan encontrou sua Fada Sininho.
Obrigada, Henrique. Obrigada.

terça-feira, dezembro 04, 2001

Ok, gosto é pessoal, gosto não se discute - e a última coisa que eu quero é discutir com alguém. Mas é que eu acho Lulu Santos um chato, pedante, mala, seja dando entrevista ou cantando ou compondo, sempre achei ele insuportável, não gosto das músicas dele, nunca gostei, nem nos anos 80/ começo dos 90 quando a escola inteira gostava. Pronto. Falei. Afe. Segurei isso durante anos.
* * *
E o disco do dia É o "Flamejob" dos Cramps. Mas o que eu estou ouvindo agora é o "Choo Choo Hot Fish" dos Stray Cats. Eu sou uma boa pessoa sim. Eu presto, eu sou um bom partido, aliás, sonhei contigo hoje. Chega logo, chega?
* * *
Don't leave me here dyin' on the cross of looooove. Brian, Brian, um dia você vai saber da minha existência.
* * *
Ok, olhinhos cheios d'água ouvindo o Sr. Topete do Amor, mais conhecido como Brian Setzer, cantando "My Heart is a Liar". Preciso urgente de um patrocinador. Porque minha cabeça está longe, eu tenho que acompanhá-la.

Não. Isso era quando eu era grunge, e além do mais, o Kurt tá morto! Eu queria que meu namorado rockstar fosse o baixista do Frank Simata!! (risinhos)
* * *
Resultados do meu teste de Personality Disorder:
(eu não tinha dúvida alguma)
Disorder | Rating
Paranoid: Low
Schizoid: Low
Schizotypal: Moderate
Antisocial: Low
Borderline: Low
Histrionic: Moderate
Narcissistic: Low
Avoidant: Low
Dependent: High
Obsessive-Compulsive: Low
* * *
Maldito capuccino. O sono não vem. Vou ter que me entupir de Dramin, é isso?
* * *

Não faço a mínima idéia de quem seja essa, mas... putz. O nome parece o meu. E ela parece as mulheres da família do meu pai. Afe. Assustador.
* * *
Ou, descobri, a mulher toca Korg (um tecladinho cool) no Dandy Warhols, dá umas declarações impublicáveis dessas que eu morreria de vergonha que minha mãe soubesse e nem sabe tocar direito as músicas da própria banda. Gênio. eu fui ela numa vida passada sim, haha.
* * *
Ok, ça suffit. Je dois faire dodo maintenant, ou j'me reveille pas aujourd'hui.
Ó.
Eu vou rezar pra São Judas Tadeu, padroeiro das causas desesperadas (28/10). Pra São José de Cupertino, padroeiro dos estudantes em época de prova (pra dar uma sorte pros meus amigosh). E de quebra, descubro que tem santo pra TUDO.
* * *
Putz, nem contei, ontem na casa da mãe da Nat, ouvi algo de muito surreal, um cd da Florence Foster Jenkins. O nome? "The glory (?????) of human voice".
Imagina uma milionária na década de 40 que resolve achar que sabe cantar. Vocês não têm noção do que é a voz da mulher, é a coisa MAIS horrível do mundo. As definições por aí são as melhores:
Madame Jenkins' recital was the incredible climax of a bizarre career. For Madame Jenkins' shortcomings as an artiste were nothing short of awesome. A dumpy coloratura soprano, her voice was not even mediocre - it was preposterous! She clucked and squawked, trumpeted and quavered. She couldn't carry a tune. Her sense of rhythm was uncertain. In the treacherous upper registers, her voice often vanished into thin air, leaving an audience with its ear cocked for notes with which she might just as well have never taxed her throat. One critic dolefully described her as "the first lady of the sliding scale." Peevishly remarked another: "She sounds like a cuckoo in its cups."
Diz que depois de uma batida de táxi, ela pirou completamente e entrou numas de que alcançava um Fá altíssimo - que não, ela não alcançava.
Foram 30 anos se apresentando em público, e ela alcançou o respeito até de Enrico Caruso, muito provavelmente porque ela era uma pessoa incrível, cheia de garra, presidia organizações pró-música, além de corajosa - há relatos de apresentações de Mme. Jenkins onde a platéia ria de chorar o tempo inteiro - e aplaudia com muitos "Bravo! Bravo!", porque a coragem da mulher merece - e ela realmente acreditava que poderia se tornar uma diva. Ela era genuína, e sabia como ninguém divertir a audiência.
Repetindo, o nome dela é Florence Foster Jenkins. Por favor, tentem achar a mulher cantando uma ária de "A Flauta Mágica". É tudibom. Diversão garantida. Depois me escrevam contando.

segunda-feira, dezembro 03, 2001


AEEEEE SITE DO DIA:Churros.com.br. Tá? Essa foto NÃO É O QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO, SEU PERVERTIDO. São churros. De diversos tamanhos, recheios e coberturas, nhammmmmm..
CARAIO. Fui atualizar o blog e quem eu encontro nos 'atualizados recentemente'? Vulv-O-Rama!! Ele voltou!! Ok, ainda não tem nada escrito, mas vale a pena, coloquem em seus bookmarks DJÁ.
* * *
HORÓSCOPOS DE HOJE
Estrela Guia: "Não pense muito antes de tomar uma decisão ou nada vai sair do papel.". Ok. Eu não penso, eu sou impulsiva. Mas cadê que eu estou podendo ser impulsiva AGORA? Certas coisas não dependem só de mim, certo?
Swoon:"Simplify your complicated life.". Eu tou tentando. Eu tou tentando. Mas cadê que ELES deixam?
Folha SP:Sua fertilidade está grande hoje, o que não é bom nem ruim. Tudo depende de você. Se você deseja perpetuar a espécie, ou aceitar desafios profissionais, é um ótimo dia. Arte e cultura são terrenos privilegiados para canalizar toda essa fé na finalidade dos gestos humanos. Se é só diversão, cuidado. Ouviu, né? Eu ainda acredito na bondade humana. Estou louca pra perpetuar a espécie, mas HOJE NÃO DÁ. Primeiro, por questões hormonais. Segundo, porque perpetuar a espécie sozinha é praticamente impossível - a menos que eu pague para isso. E eu não quero fazer isso sozinha. Eu quero um bom pai pros meus filhos. Mas o único possível... sei lá, acho que não quer.
PUNK ROCK AEROBICS
É, aulas de ginástica mas com trilha sonora decente. Pra quem não agüenta academia por causa das musiquinhas dance-farofa que servem de fundo pro trabalho de workout, uma academia em Boston está oferecendo aulas de ginástica punk. Os movimentos têm nomes sugestivos, tipo 'Beat on the Brat' (dar socos no ar enquanto dança) e 'Windmill' (a boa e velha airguitar). A trilha sonora tem Blondie, Stooges, Ramones e por aí vai... Fugazi pro aquecimento e Kraftwerk pra relaxar no fim. Se a moda pega por aqui... eu até me matriculo.
Algo está me doendo e incomodando, e não é minha coluna forçadamente esticada. Algo me trava a garganta. Estou adorando minha volta ao trabalho, mas só quero ir pra casa chorar. Estranho. Preciso descer pra almoçar e espairecer as idéias, mas... tudo me lembra que é difícil, que é longe, que está ocupado. Droga. :(
Discover Your Past Life:
Eu fui um pingüim numa vida passada. Me respeitem.

(mais fotos de pingüins, aqui)
Grab your tux — in a past life you were an Emperor penguin of distinguished character and notable charm. Here's what we know about you: Adored by all, you looked particularly dashing in your top hat and tails. Quite the visionary, you brought popular theater to the ice-skating rink. "Cats...on Ice!" and "The Saturday Night Fever Ice Capades" were two of your best-received works and were especially big hits with your friends and neighbors. Your fame would have spread worldwide if not for the fact that you looked exactly like every other penguin on the ice cap. Frustrated, you made a brash attempt to assert your individuality: You threw away your penguin suit; purchased a racy, powder-blue number with frilly cuffs; and set sail for the mainland. International acclaim eluded you, but you were quite content spending the rest of your days in Tierra del Fuego, where your all-ice-skating production of "Hamlet" met with great praise and commercial success.
Como diria o Blur em 'Bank Holiday', "Back to work A-G-A-I-N!". Férias de novo, agora, só ano que vem. Mas vem feriadão por aí, tem réveillon, carnaval, e vocês? Já entraram em clima de fim de ano? Já comprei meus enfeites de Natal, aqueles papais noéis que vêm dentro de uma cúpula com água e 'neve' dentro, saca? Acho LINDO. Ok, cafona all the way, mas eu a-do-ro aqueles enfeites, nem precisa ser de natal. Se alguém viajar, inclusive, por favor, traga uns daqueles pra mim. É sério. Adoro isso.
Isso é incrível, fui comprar o presente de aniversário da Nat e lógico que acabei esticando na New Disc e na Saraiva.
Da New Disc eu trouxe o Music For Your Mother Ocean, não o que eu já tinha, mas o que tem Brian Setzer Orchestra com "Honky Tonk", Ramones com "California Sun", Pennywise assassinando "Surfin' USA" e Silverchair fazendo o mesmo com "Surfin' Bird", Pearl Jam tocando um surfzinho muito maneiro, um tal de Gary Hoey com Donavon Frankenreiter fazendo versão maravilhosa de "Wipeout", tem Primus (A BANDA DO LES CLAYPOOL, O MELHOR BAIXISTA DO MUNDO), Reverend Horton Heat e aquela versão-assassinato do Helmet pra "Army of Me" da Björk. Tem ainda Sublime, Beastie Boys, Blink 182.. é, o disco vale a pena.
Da Saraiva, eu trouxe o Choo Choo Hot Fish do Stray Cats. Que eu nem tinha. E lembrei por que eu não posso ouvir mais "Sleepwalk". Eu penso em amor.
* * *

Comerciais: Como e onde casar em Las Vegas, o que precisa, etc: aqui. Tem inclusive informações para estrangeiros. Olha, o Elvis pode ser seu padrinho. Acho que vale a pena.
* * *
Estava falando sobre o que mesmo? Ah, é. Amor. Não vale a pena. Amar é lindo, amar pessoas é tudo de melhor, mas amar uma pessoa, em especial, não vale a pena. A gente nunca é correspondido - e é tão ruim estar de um lado como de outro - alguém te ama e você, por algum motivo inexplicável, não corresponde.. corresponde numa intensidade baixa demais pro amor do outro.. é sempre um problema.
E no entanto, mesmo sabendo disso, que amor é quase sempre unilateral, ama-se. Por causa desse quase. É o que salva, é o que dá esperanças.
* * *
Estou emo hoje.
* * *
Nat, adorei seus pais, e a decoração da casa. E a torta de limão, nhammmmm :)

domingo, dezembro 02, 2001

Pois é, tinha que ser mulherzinha com os hormônios alterados mesmo!! Imagina que eu tava tomando café da manhã vendo o programa da Sandy&Jr, e emendou com o Gente Inocente especial Sandy&Jr e umas crianças superdotadas daquelas começaram a cantar "Summer Nights" em português (que a Sandy&Jr fez versão) e aquelas criancinhas cantando "Conta mais, conta mais" e a menina cantando lá que nem a Newton-John e eu chorei, sabe?
Po, essa música é linda. E outro dia eu tava junto com meus Que Amigos! e cantei isso no videokê junto com o Que Amigo! Arroz. E... ah, "Grease" é um filme maravilhoso. Eu tenho o video. E o cd. E o vinil. E eu amo o John Travolta. Bah. Chorei mermo.
* * *
O edital sai em outubro próximo. Até lá dá pra preparar um bom projeto.
* * *
O disco do Supla. Você não ouviu ainda, né? Deu mole.
E o prêmio "meu dia hoje está mais feliz" vai para a indicação que o João Paulo deu ontem: O DISCO NOVO DO SUPLA ESTÁ MUITO BOM.
"O Charada Brasileiro", com aquela capa psycho, o poster que vem junto, o funk no final, a versão easy listening de "Green Hair" (clássico conhecido como "Japa Girl") e o outro clássico "Garota de Berlim", tiradas geniais e poéticas como "A gente sempre quer mais/ mais amor mais carinho/ viver é cair em queda livre"...
O Supla é mesmo o primeiro grande ídolo nacional do século XXI. Cara, o homem podia ser conhecido porque é filho da sexóloga prefeita de São Paulo e do senador Eduardo Matarazzo Suplicy, mas não. Ele tem brilho próprio. Ele é unanimidade na Casa dos Artistas, todo mundo gosta dele. Arrumou até namorada. O Supla tem uma longa e sólida carreira de punk (uia) desde os tempos do Tóquio, quando se encantou com a Nina Hagen.. o Supla não tem idade mais pra ser punk. Ele não tem medo de pagar mico, de usar aquele cabelo, de fazer música de adolescente, de falar o que pensa. O Supla tá podendo. Demorou, mas conseguiu.
* * *
Mocotó, meu Neném Popoti, agora é só repetir esses reultados nas provas da Federal.. e em Barbacena. Parabéns, de qualquer forma.
* * *
E meus músculos doem. Não é qualquer um que agüenta passar o dia furando parede, apertando parafusos, e ainda ir pra Bunker ver os Autoramas, dormir às 6 da manhã.. hoje (sábado) tirei o dia pra descansar.
* * *
Feliz aniversário, Nat!
* * *
Aaaahhh agora eu entendi a farta distribuição de camisinhas ontem na porta da Bunker. Hoje (sábado) foi o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, é mesmo. Já tinha esquecido. Isso está tão entranhado na cabeça das pessoas da minha geração que já é algo normal, não precisa de um dia mundial pra isso. Sabe, a gente já começou a vida sexual usando camisinha. Quando fura ou quando esquece, rola uma paranóia, teste de HIV, essas coisas. Básico.
* * *
As fotos.. assim que eu voltar ao trabalho, vou escanear.. já peguei as do segundo filme da viagem, a foto em frente ao Estrume de Ouro ficou ótima. BH, você está preparada para a minha volta?
* * *
Beijosss.
Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...