Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

terça-feira, dezembro 25, 2001

Cara, até que enfim consigo postar notícias aqui. Lá em casa o blogger não funfa (tou na casa da mamãe), e o Bloggar que o Fireball me indicou simplesmente não termina a instalação.. quando chega a 70%, trava tudo.. meu computador está UMA BELEZA.
* * *
Sacanagem, esses dias estava cheia de coisas legais pra falar aqui, da minha playlist de mp3 super vintage rockn'n'roll, a letra de 'Stagger Lee' (the night was clear... and the moon was yellow.. and the leaves came tumbling dowwwn para para para go stagger lee, go stagger lee, go stagger lee...), e falar do ranking das músicas de monstro..
Bem, Feliz Natal pra todos vocês.
* * *
Hoje teve almoço na casa da vó em Maricá, ontem teve ceia de Natal aqui em casa, e eu JURO, mas eu JURO que ano que vem não abuso das rabanadas.
* * *
Há algo muito gostoso sendo vendido por aqui, é uma trinche de lingüiça defumada meio picante que vem dentro de um plástico com um boizinho todo vintage no rótulo, pra comer assim, que nem sacolé, vou ver se consigo escanear um desses pra colocar aqui, é muito chique. Chique e caminhoneiro ao mesmo tempo. Tem um de pizza também, que vem com queijo. Chama-se Jack Links, e o Jumbo Jacks, esse de lingüiça, é uma dilissa.
* * *
VELVET UNDERGROUND
Eu sei, eu sou do rrrock e tem gente que não vai entender, não vai concordar, mas Velvet Underground é A BANDA.
Tá, e daí que eles têm músicas de oito minutos? E daí que eles são os pais de todas essas bandinhas que vivem apenas de distorções e esquecem que existe melodia? E daí que eles foram produzidos pelo 'genial porém intragável' Andy Warhol? E daí que eles têm o 'genial porém intragável' Lou Reed? Já parou pra pensar que se não fossem musiquinhas como 'Run run run' e 'I'm beginning to see the light' não existiria punk rock? Era 1965, 67, quando o V.U. resolveu, apesar de compactuar com o esquema 'drogas e rock'n'roll' que acabou com a noção de tempo das músicas e originou o (argh) rock progressivo, tocar QUALQUER MERDA SEM SABER TOCAR. Entendeu? Iggy viu e pensou "se eles podem, eu também posso". O 'Do It Yourself' estava instituído no rock de novo - desde o dia em que aquele rapazinho entrou numa cabine e gravou um compacto para a mãe, aquele tal de Elvis Aaron, que não se via tamanha audácia nesse sentido - o do 'faça você mesmo', uma vez que o rock sempre foi feito de audácias.
E por mais que punk seja sinônimo daquele estereótipo-supla, a gente aqui sabe que punk não é apenas uma questão de spikes na roupa e no cabelo: punk é fazer zines porque se ninguém fala do que você quer, você tem mais é que ir lá e fazer por conta própria. Punk é montar uma banda porque nada do que está tocando por aí te agrada. Punk era Velvet Underground. E por causa dele veio Iggy, e por causa de Iggy vieram Ramones e por causa deles, os ingleses que levaram a fama de 'pioneiros' - só porque tinham um Malcolm McLaren - casado com a madame FASHION Vivienne Westwood, entendeu agora de onde vem o VISUAL punk? Ou você acha que os caras andavam rasgados porque eram suburbanos e não tinham calças melhores? - por trás.
* * *
Eu devia dar aulas de História do Rock.
* * *
& NICO
Que ódio daquela alemã escrota. Já ouviu a Moe Tucker cantando 'After Hours'? É tão mais bonitinho do que qualquer coisa que aquela groupie modelette tenha cantado!! Nem o Alain Delon, pai do filho dela, agüentava a mulher. Lou Reed é um intragável, mas seu jeitinho de cantar, ainda mais com aquela voz pós-adolescente, era legal. Qualquer coisa era melhor e menos deprimente do que a Nico. Afe.

Nenhum comentário:

Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...