Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

segunda-feira, setembro 29, 2003

Então que está rolando o Festival do Rio, esse mega festival de cinema que toma a cidade inteira, desde os cineminhas-cabeça do Estação até as lonas culturais de Realengo, e ainda espirra em Niterói - e aí que hoje fui ver um filminho chamado "Bollywood Queen".
As sinopses do filme são unânimes em falar da historinha de amor: Geena, filha de indianos vivendo em Londres, acredita que encontrou o amor de sua vida em Jay, rapaz do interior da Inglaterra. Ambos terão que lutar contra suas famílias tradicionais para conseguirem ficar juntos.
Previsível? Em parte, sim.

O que ninguém conta é que, mais do que uma metáfora para tentar ilustrar os sonhos da protagonista, o título do filme é apropriadíssimo: vá assistir a "Bollywood Queen" (quando entrar em circuito, já que a última sessão do filme no festival começa em dez minutos) sabendo que é uma sátira aos filmes de Bollywood, a indústria cinematográfica indiana, conhecida mundialmente pelos baixos orçamentos, interpretações canastronas e números musicais completamente fora de contexto - então, "Bollywood Queen", apesar de falado em inglês, é um perfeito espécime do gênero. Não obstante o fato de Geena toda hora abrir a boca para cantar, os números musicais surpreendem, seja pelo fator 'tosqueira' (esqueça o lipsync), seja pelo fato da maioria ser em hindi (idioma que a protagonista reconhece não saber falar, embora cante!!), seja pelos figurinos maravilhosos. Junte isso à trama que envolve ações mafiosas, e a "West Side Story indiana", no limite entre o trash e o ruim mesmo, se torna algo quase imperdível. Ou, ao menos, bastante divertido.

domingo, setembro 28, 2003

Da série: "Oh, the humanity!"
Depois do tal do Diabo Verde, achei na minha mercearia de estimação um produtinho chamado ARQUEIRO VERDE, para limpar ralos.
Não duvido que, em breve, lancem a Soda Cáustica Duende Verde e o Desinfetante Lanterna Verde para os mesmos fins. O Duende Verde seria praqueles ralos mais hardcore, com seres vivos e tudo, e o Lanterna Verde viria em suas variações "Hal Jordan - suave" e "Guy Gardner - Mais Ácido!".
Utilidade (????) pública
Se você não esteve na sessão de meia-noite de The Rocky Horror Picture Show e perdeu a aula dada pela Gabi.. ainda está em tempo de aprender a dançar The Time Warp!

sábado, setembro 27, 2003

É hoje!
Sing along with Dr. Frank'n'Furter at the late night double feature picture show.. I wanna go-o-o.. (se bem que "Science Fiction.." é cantada pelo Riff Raff, mas ok..).
Cara.. Rocky Horror Picture Show no cinema.
Quero só ver se vai rolar participação da platéia..

sexta-feira, setembro 26, 2003

A Mansão Mal Assombrada
De uns tempos pra cá, comecei a jogar coisas fora e a doar coisas que não me serviam, mas serviriam para outras pessoas.
É um trabalho de desapego que a menina, que foi filha única por tanto tempo e sempre teve as SUAS coisas, está aprendendo aos poucos. Ainda falta muito, nossa, estou longe de ser uma pessoa genuinamente altruísta, mas um salto enorme já foi dado, principalmente porque minha casa continua cheia de tralhas e revistas e roupas que não uso - mas, à medida que vou me desfazendo das coisas inúteis, vou descobrindo cantinhos que não conhecia - e notando que não preciso deles.
O problema é que minha noção de espaço mudou.
De repente meu quarto-e-sala, que sempre pareceu na medida certa pras minhas necessidades, me parece grande demais. Tudo me assusta: o pé direito alto, o corredor da entrada, longe do meu campo de visão, no cantinho da sala; os armários altos e fundos, de madeira escura; as enormes janelas do quarto que me deixam ver o bairro quase inteiro. Os barulhos, torneira, vento na janela, morcegos na rua quando esquenta, cupins em ação. Fico com medo de apagar a luz da sala e me descobrir sozinha aqui dentro (bem dentro mesmo); medo de ir à cozinha; pa-vor de ir à cozinha. De deixar a janela aberta à noite. Como assim? Eu nunca tive dessas frescuras!
Então vi também que minha casa, sozinha, não me aconchegava mais. Ela é pequena, sim, mas grande demais pra uma pessoa só. Talvez até caibam três, se uma for bem pequenininha. Desde que preencham todos os cantos (principalmente os de dentro, os MEUS cantos vazios), faça(m) barulho, marque(m) presença, seja(m) dono(s) do espaço junto comigo. E, de preferência, que espantem fantasmas.
* * *
To do list
1- Domar meu egoísmo de décadas de 'meu, meu, só meu'. Ok
2- Domar meus medos e inseguranças e me tornar alguém legal de se conviver com (eu sei. tá errado. eu sei que não se termina frase com preposição e sei usar 'cujo', 'do qual', 'de quem', ok?).
* * *
Só que algo me diz que domar esses medos ainda vai demorar um cadinho - e quanto mais demora, mais tenho medo de que isso não vá acontecer.
* * *
Se a vontade de comentar algo ou opinar for muito forte, comentem isso aqui, isto sim uma informação relevante, heh heh (cortesia da Aline, de novo):
"Radiohead Rorschach"
Foi assim: partindo do pressuposto de que não dá pra ter uma opinião imparcial acerca do som do Radiohead, uma vez que já fomos bombardeados com milhares de críticas e, a partir delas, formulamos nossa opinião (a minha se enquadra perfeitamente nesse caso - na época do Pablo Honey, persistia no fato de que 'é uma banda mediana superestimada, longe de ser a salvação o rock, como pregam alguns'; agora, além de chatos, eles são mais incensados ainda, o que aumenta minha bronca particular com a banda - embora DUAS músicas se salvem, "Anyone can play guitar" e outra que não conheci ainda), uma professora de 5a série concordou com o seguinte experimento: botar crianças que nunca ouviram Radiohead na vida pra desenhar o que sentiam enquanto ouviam as lamúr.. opa, as canções de Thom Yorke e turminha. Só assim um opinião pura e genuína pode ser formada.
O resultado está aqui, acompanhado de relatos como:
"When Thom Yorke's famously tortured croon first surfaces, the whole room starts giggling.
Giggling.

"For the first few songs, the kids hardly move, scarcely even changing facial expressions. One girl plants her head on her desk face-first. The "hold your head in your hands and look completely confused" look is extremely popular."
"One kid starts scrawling a guitar; the girl next to him immediately begins copying -- an apt metaphor for music criticism."
(resumindo, acharam chato pra dedéu)
E desenhos retratando enforcados, suicidas (errr... isso mesmo), paisagens chuvosas, pessoas sofrendo no deserto e por aí vai. Confiram. É deveras curioso.

quinta-feira, setembro 25, 2003

Deu no JB de hoje:
O Ministério da Justiça vai encaminhar ao presidente da República proposta de criação do trabalho comunitário como alternativa para o serviço militar.
O projeto obrigaria os jovens que não servem às Forças Armadas por convicção religiosa, filosófica ou política a prestar serviço à comunidade por período igual ao previsto nos quartéis. A medida equivale a uma anistia para 32 mil jovens hoje impedidos de se inscrever em concursos públicos.

* * *
Parece interessante, embora foda-se, sou mulher e já passei dos dezoito, certo? Sim, certo, mas errado quanto ao 'foda-se': 1) tenho um irmão de 18 anos em casa, que acabou de passar pelo estresse de se alistar sem estar nem um pouco disposto a servir (graças a deus, o guri sobrou); 2) que tipo de serviços comunitários eles sugerem? Assistencialismo barato, que na prática não ajuda nada? Ou existem projetos realmente úteis incluídos nesse projeto de lei? 3) onde está a igualdade de direitos e deveres cívicos? Oquei, as mulheres foram liberadas do exército para ficarem com os filhos enquanto os homens iam à guerra, a humanidade tem essa cultura machista entranhada, mas se o trabalho comunitário realmente virar uma opção.. por que as mulheres não devem se alistar pra prestar serviços também? Seria lindo ver meninas descobrindo que existe mundo além de suas webcams, fotologs, noitadas em lugarzinhos da moda (ou alternativos', que seja, tudo a mesma coisa), porres homéricos e faculdades pagas pela mamãe.
* * *
Aline me mandou esse site assustador sobre cirurgias plásticas malsucedidas.. ECA! Destaque pra Jocelyn Wildenstein, verdadeira aberração da cirurgia plástica, e para Pete Burns, do Dead or Alive, que virou um freak-show-de-um-homem-só.

terça-feira, setembro 23, 2003

Teenager Of The Year, O Musical!
Meu deus. Meu deus. Meu deus. Onde vamos parar?
'Teenager Of The Year', disco solo do ex-provável-talvez-ainda-novamente Pixies Frank Black, dá nome ao musical sobre um adolescente em 1985 - não por acaso, a trilha sonora é Pixies e Frank Black. A parada é séria, saiu um artigo (aqui, em .pdf) na Entertainment Weekly.
Espantado?
O diretor, Josh Frank, está em cartaz no momento com outro musical, "The Man Who Was Too Loud" (pra quem não sabe, título também de outra faixa solo de Frank Black, esta do álbum "The Cult Of Ray"). "The Man Who Was Too Loud" conta a história de um rapaz que tem sua vida mudada por um show do Velvet Underground, quando decide montar uma banda. Sacou? O encarte de "Death to The Pixies" tem algo escrito neste sentido, de que todo mundo que ouviu o primeiro disco do Velvet naquela época resolveu montar uma banda. No entanto, "The Man Who Was Too Loud" não é sobre os Pixies, e sim sobre Jonathan Richman, mais conhecido por aqui como "o sujeito que fica tocando violão em todos os cantos do filme 'Quem Vai Ficar Com Mary?'". Ééééé, rapaz..
* * *
Uau..
Sandman novo? Ilustrado por Milo Manara e Miguelanxo Prado? É isso mesmo que você leu!
* * *
Pelo direito de ser fresca, florida e rosada
22 ou 23 de agosto, uma Lia toda cor-de-rosa chega no recinto.
- Veio toda de rosa?
- É pra comemorar a primavera.
- Primavera não é em setembro?
E a cara vai lá no chão.
Minha noção de tempo já era. Mesmo assim, seguindo a tradição, feliz primavera pra vocês. Porque agora pode.
* * *
SURGE NA INGLATERRA O "ROLLING STONES" CONJUNTO ANTI-"BEATLES"
Quem diria que essa matéria realmente já foi escrita um dia, em 1965!
* * *
Pequenos monstrinhos
Saiba mais sobre a praga que torra nossa paciência quando o clima do Rio de Janeiro começa a esquentar: eles, os temíveis, chatos e irritantes cupins (que ainda podem ferrar com seus móveis de madeira!). Aqui. Ô inferno!
Não que eu tenha achado o novo visual do Anakin Skywalker (ver post abaixo) feio. Eu apenas me surpreendi, só isso. Na verdade, qualquer coisa pra tirar aquela trancinha jedi cafonésima tá valendo.
* * *
A Liga Extraodinária, o filme
Não tenho palavras para descrever..
Sério. Descontadas as capacidades extraodinárias dos personagens, sobram absurdos acintosos à inteligência média do espectador, clichês (todos os imagináveis), pequenos defeitinhos de produção (como cenários visivelmente desenhados) e até um puta carrão não encontrado nem no século 21 (e o fato de que um redneck do século retrasado saiba dirigir e manobrar o brinquedinho). Salva-se a calça de Dr. Jekyll e Mr. Hyde, que teve a decência de não esticar como a do Hulk, e a boa sacada da identidade do vilão (não, não é o Senhor Mostarda com o cano na sala de jantar).
* * *
Boa idéia
Com o advento das balinhas de café, ideais para o consumo depois do almoço, veio também o do Tic Tac solitário pra tirar o gosto de café da boca, substituindo-o pelo agradável gostinho de menta. Agora inventaram aquilo que faltava, a balinha de café que já vem com gosto de menta. E a dieta (que eu não faço) vai pro espaço de vez..

segunda-feira, setembro 22, 2003

Kill Bill
Agora sim o site do novo filme do Tarantino já tem alguma informação sobre o filme.. nhammm.. quero ver isso.
* * *
I wanna rock!!!!
Sim, eu já tinha ouvido rumores sobre o visual de "Guerra nas Estrelas - Episódio 3" ser algo que remeta à estética anos 70, na qual o primeiro/ quarto filme da série estava totalmente inserido - para já deixar o gancho da ambientação com "A New Hope". Eu só não esperava isso:

"Obi-Wan, estou indo ao show do Creedence!", disse o jovem Anakin

Fonte: Chud, d'après Sithclan.net (legal, fui usar a expressão em francês e, coincidência, o Sithclan.net é mesmo francês)
Não pode parar
Cês sabem a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior)? A CAPES, aquela que quase sempre dá bolsas pra projetos de pesquisa de mestrado e doutorado.. então? A CAPES. Eles têm um portal - que eu desconhecia completamente - chamado Portal Periódicos, que conta com mais de 185.000 teses e dissertações em seu banco de dados, links para periódicos e portais de pesquisa - e o acesso a esse material é gratuito. Parece ser bem interessante para usar como referência, e garanto que isso pode ter utilidade pra bastante gente aqui.
Pois esse portal não dá retorno porque ninguém conhece, e agora é época do MEC renovar contrato com servidor e profissionais responsáveis pela manutenção, e periga o contrato não ser renovado porque não há acessos suficientes - qual a vantagem de manter um site que não é utilizado?
Olha, costumo ser contra essas apelações via blog, mas acho importante que a existência deste site seja divulgada (aliás, começo a achar importante também que eles TROQUEM de servidor, porque esse demora uns mil e oitocentos anos pra pequisar algo simples, viu?).
* * *
Entenda a polêmica do momento
A história: Augusto Liberato, apresentador de tevê popularmente conhecido pela alcunha horrorosa de "Gugu" (só isso deveria ser suficiente para acabar com a credibilidade do sujeito enquanto pessoa SÉRIA, não?), resolveu fazer uma matéria sensacionalista em seu programa dominical (não brinca.. sério?) e exibiu uma fita com dois supostos integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) de SP. No depoimento dos sujeitos, eles ameaçavam uma pá de gente de morte, entre eles o padre Marcelo Rossi (La Soeur Sourire brasileira, só falta fazer cover de "Dominique") e o apresentador Datena. A polícia local está pouco se lixando, mas os apresentadores e jornalistas de emissoras concorrentes resolvem investigar o caso e - bingo! - tudo se tratava de uma fraude, o produtor do programa havia sido incumbido de descolar uma entrevista com os criminosos e, na falta deles, arrumou dois sujeitos desconhecidos pra fazerem esse papel.
A imprensa cai em cima de Gugu, o fofo, que alega não saber de nada e não ter visto a fita antes de ir ao ar. Empresas retiram suas cotas de patrocínio do programa, a justiça pensa em alguma pena para Gugu, o fofo. Seu Sílvio, dono da emissora, tá nem aí, tá nem aí (alguém mais achou que essa música era da Shakira ou só eu que tenho o ouvido prejudicado?), passou o Troféu Imprensa em vez do Domingo Legal e não se manifesta sobre o assunto. Pra ele, tudo é festa.
Sem querer defender o Gugu, mas..
..embora as acusações de apologia ao crime se demonstrem infundadas, já que foi provado que os sujeitos entrevistados não eram criminosos de verdade, a queixa de fraude contra o consumidor procede. A omissão inicial do apresentador frente às primeiras acusações foi uma atitude burra, dizer que não sabia só prova que ou é um incompetente que dá o nome a um programa cujo conteúdo desconhece, ou é um mentiroso (qualquer das duas alternativas já é queimação de filme suficiente). No entanto, uma vez que o foco das críticas deixa de ser a aparição de criminosos em rede nacional e se torna a fraude exibida no programa, cês não acham que MAIS GENTE deveria responder perante a justiça e pagar multas exorbitantes? Por que só Pollyanna, digo, Gugu paga o pato? Será que manter o bom nível não é dever de todos os outros produtores de todas as outras emissoras?
..eu quero é ver o circo pegar fogo
Imagina a Márcia Goldsmith perdendo a compostura quando 'descobrirem' que suas 'histórias reais' são forjadas? Imagina o Ratinho? Por que só o Gugu tem que se dar mal nessa? Sérgio Mallandro também tem um programa tão escroto quanto seu nome artístico, ora! E pro João Kleber, nada??? Imagina só, um grande barraco interemissoras, todo mundo se acusando, todo mundo sendo suspenso ou.. ou obrigado a melhorar o nível? E o que seria um bom nível de programação? Leilão de bovinos? Novelas com protagonistas criancinhas e professoras doces? Programas pretensamente educativos e não ofensivos, mas cuja qualidade de produção é tão mambembe que ofende? Mais um show de calouros ruins? Tá complicado, hein?
* * *
Kill Bill
Agora sim o site do novo filme do Tarantino já tem alguma informação sobre o filme.. nhammm.. quero ver isso.
* * *
I wanna rock!!!!
Sim, eu já tinha ouvido rumores sobre o visual de "Guerra nas Estrelas - Episódio 3" ser algo que remeta à estética anos 70, na qual o primeiro/ quarto filme da série estava totalmente inserido - para já deixar o gancho da ambientação com "A New Hope". Eu só não esperava isso:

"Obi-Wan, estou indo ao show do Creedence!", disse o jovem Anakin

Fonte: Chud, d'après Sithclan.net (legal, fui usar a expressão em francês e, coincidência, o Sithclan.net é mesmo francês)

sexta-feira, setembro 19, 2003

19/09/2003 - 11h48m
Morre o cantor country australiano Slim Dusty
Reuters
SYDNEY - O cantor australiano Slim Dusty morreu nesta sexta-feira aos 76 anos, depois de uma longa luta contra o câncer. Pai da música country na Austrália, Dusty será enterrado com honras de chefe de Estado. Em quase 70 anos de carreira, Dusty gravou mais de 100 discos. Seu maior sucesso foi "The pub with no beer", que chegou a fazer sucesso fora do seu país natal.
(n. da r.: Essa música é foda. Vá em paz)
Desabafo e Revolta
Eu sei que é esse tipo de coisa que garante que minhas contas sejam pagas em dia no fim do mês, logo, não me sinto muito no direito de reclamar - mas o título de professores universitários que escrevem alto estima e seguimento (que é uma palavra que existe, mas derivada do verbo seguir, e não de segmentação) deveria ser sumariamente cassado - principalmente o dos que fazem isso e escrevem projetos para educação infantil. Do mesmo jeito que um diretor de empresa não tem o direito de escrever progeto.
E a gente, que domina a língua-pátria, só se fode..
* * *
Tudo-a-ver
Existem amigos que te conhecem bem, por causa da convivência, e amigos que te conhecem há pouco tempo mas se identificam tanto com você que, para pensar na sua reação frente a algo, é só pensar em como eles mesmos reagiriam. É o caso da Aline, que virou minha amiga de infância há poucos anos atrás, e eu tenho certeza de que ela se perguntou "O que eu gostaria de ganhar?" quando me trouxe de viagem uma linda vaca voadora (é, eu tenho uma vaca voadora agora).

quinta-feira, setembro 18, 2003

Dica culinária do dia
Se você sabe fazer uma panqueca simples, o sofisticado crepe de pêra com chocolate pode ser feito com meia pêra picada, umas colheres de nescau e um microondas.
Simplificando muito (Barthes me deixaria de castigo por essa!)
Semiologia é o estudo dos sistemas de signo. Nada a ver com astrologia, mas com sinais interpretáveis, onde língua e fala representam papel fundamental - não necessariamente em sua forma oral ou escrita, mas também (entre outras coisas) em linguagem corporal e dress codes.
Dress code é aquilo que faz você atravessar a rua pra falar com um cara que está com a camisa da sua banda preferida e, de preferência, difícil de achar. É o que você nota na garota toda patricinha, mas com um detalhe que você reconhece como sendo pertencente a um grupo mais específico. É saber onde alguém trabalha ou o que a pessoa ouve, só de ver suas roupas. Porque moda, vocês sabem, também é cultura - quando o ser humano começou a se vestir com animais, você já podia determinar a força física do sujeito pelas peles que ele usava - e tanto seus enfeites, chamando atenção, como a roupa como prova de sua força e virilidade, eram fatores determinantes de atração.
Até hoje é assim, e nem falo de atração sexual - falo mais é de identificação mesmo. Se você tem uma maneira peculiar de se vestir e esbarra com alguém parecido, duvido que você não olhe tentando achar pontos de identificação naquela pessoa.
É que hoje esse papo me veio à mente quando vi na rua um sujeito que seria caracterizado como "comum" - calça cargo, tênis, mochila, nenhum piercing nem tatuagem aparente, cabelos curtos.. nenhum traço exótico que o diferenciasse da multidão de gente no ponto de ônibus, exceto por UM detalhe que me chamou atenção - principalmente porque o resto do visual do cara destoava completamente do estereótipo que se espera de alguém com uma camisa do Manowar.
* * *
if i feel happy i want to stay outsii-i-de/ till i feel glad to leave my problems
(meu deus, que referência hermética old school! Fernanda? Alguém? Bueller?)
Não sei por que gosto tanto de dar satisfação das minhas pequenas vitórias do dia-a-dia no meu blog. O fato é que eu gosto, e ninguém vai me impedir de mencionar que hoje fiz as primeiras panquecas da minha vida, e ficaram até que gostosinhas (embora ainda tenham que melhorar muito). "Ah, mas fazer panqueca é fácil, como assim você não sabia?", ora, a primeira vez sempre dá um certo nervoso. Mas deu tudo certo. Próximo passo: variar os recheios.
Pra quem não sabe, vamos lá:
- Um copo de farinha de trigo
- Um copo de leite
- Um ovo
- Uma colher de manteiga
- Uma pitada boa de sal
Bater no liquidificador. Untar a frigideira (alta) com pouco óleo ou manteiga. Recomenda-se usar uma concha de feijão como medida para a massa a ser frita por vez. Minha maior preocupação era virar a panqueca para fritar o outro lado, mas ela descola sozinha, rebola alegremente frigideira adentro, e ninguém tinha me avisado disso (se eu soubesse, já teria feito há tempos). Essa receita faz umas quatro panquecas grossas ou seis finas - cinco na média. Vai na fé. Eu fui. E pronto. Ficam deliciosas se recheadas com geléia de laranja, feito crepe.

* * *
Piratas do Tietê, ops, Caribe
Depois dos Ursos Caipiras (só eu gostei desse filme? Gente, tem o Brian Setzer tocando uma guitarra de oncinha!), hoje vi outro brinquedo da Disney em versão live-action: "Piratas do Caribe", um filme previsível, com erros de continuidade grosseiros e inverossimilhanças ofensivas (a maldição que os piratas carregam é o de menos, mas fazer pouco das leis da física é imperdoável), alguns cenários claramente cenográficos, protagonista com biquinho permanente, mas que mesmo assim pode ser chamado de um bom filme. Incrível, não? Mas "Piratas do Caribe" não só entretém como empolga o espectador. Até que vale o preço do ingresso (o de 4a feira antes das 17:00, que é mais barato, mas vale).

terça-feira, setembro 16, 2003

Da série "Coisas que só acontecem comigo"
Prevenindo as Quedas Hoje, Evitará que o Próximo a Cair Seja Você: Aprender a Sair do Solo, uma das Estratégias para Evitar que uma Queda Tenha Piores Conseqüências
Eu realmente estou revisando um projeto com este título. Sensacional.
* * *
(In)utilidade pública: Guia de episódios da Família Dinossauro. Nossa, o último episódio inédito já vai fazer dez anos? Cruzes, tou ficando velha. Em inglês.
* * *
Credibilidade Zero
E daí que numa dessas galeriazinhas de Botafogo tem um salão de cabeleireiro bastante vazio. Ao ver os profissionais na porta, não foi difícil imaginar o motivo: um dos funcionários portava um grande, cheio, vistoso e cacheado MULLET preto, jamais visto por essas bandas, ou pelo menos desde 1984. Um verdadeiro poodle. Socorro. Tive que me certificar de que aquilo era real, e não produto da minha imaginação fértil, mas não pude - ia pegar muito mal mexer com um sujeito desses.
Passei reto, com a certeza de que sabia os motivos pelos quais o salão estava vazio.
* * *
Música do Dia
"Hot Topic", Le Tigre.
Primeiro porque é boa mesmo, segundo porque tem essa lojinha que é uma espécie de sonho de consumo.
Se você é curioso como eu, descubra quem são as donzelas citadas na música (confesso que não conhecia a maioria).
Entre listas de discussão, blogs de amigos e e-mails recebidos pela família, posso contar que li doze vezes, de fontes distintas, aquela história de que não importa a ordem das letras, se a primeira e última estiverem no lugar certo, reconhecemos as palavras - sendo que todos foram extremamente rápidos na divulgação da informção, uma vez que li doze vezes no mesmo dia. Inacreditável é não só a velocidade com que as informações se espalham na internet, como também a falta do critério "imaginar que meio mundo vai repassar, então vou guardar pra mim". Ok, já li vários e-mails repetidos em lugares diferentes, mas esse me intrigou pelo curto espaço de tempo e pela quantidade.
* * *
Alguém aí não leu isso ainda??
* * *
Não sei por que a pesquisa, mas HÁ essa pesquisa sobre hábitos de banheiro - como você dobra o papel? Você confere o resultado antes de dar descarga? Você costuma mijar quando faz cocô? Quando vai num banheiro público, limpa o assento ou protege de alguma forma? Completamente inútil, mas eu respondi. Confira (ou não).

segunda-feira, setembro 15, 2003

Deu no Bluebus:
'Monty Python e o cálice sagrado' na Broadway 16:58 O veterano Mike Nichols anunciou que vai transformar o filme 'Monty Python e o cálice sagrado' num musical da Broadway. Nichols já assinou contrato para dirigir a montagem, que terá o nome de 'Spamelot'. O libreto é de Eric Idle, ex membro da trupe cômica inglesa, e mentor do projeto do musical. Dos seis membros do Monty Python, Idle sempre foi o mais envolvido no departamento de cançoes satíricas. Após a separaçao do grupo, ele idealizou e protagonizou o especial de TV 'The Rutles', sátira aos Beatles. Com agencias internacionais e globonews.com.
Suspensa, até segunda ordem, a eleição para governador na Califórnia

Não, não tem nada a ver com a farofada que está a lista de candidatos (Arnold Schwarzenegger, Larry Flint, strippers e o cara do TSOL), e sim com o sistema usado para a votação, os tais cartões perfurados, que ainda apresentam altas taxas de erro.

Leia na íntegra aqui.

Você lê o Conga Conga Conga News?
Não?
Tá marcando bobeira.. tou falando sobre o livro infantil da Madonna, vê lá, sobre a suspensão das eleições para governador da Califórnia (sacanagem.. só candidato legal!), e tem a nota sobre "Monty Python e o Cálice Sagrado", que está prestes a virar musical na Broadway.. vê lá!
Semana passada, foi-se Johnny Cash.

Tá foda.

* * *

Madonna lança seu SEGUNDO livro



..porque o primeiro, certamente, foi o clássico "Sex".

O mercado literário mundo afora está realmente concentrado nas publicações infantis, graças a J.K.Rowling e seu Harry Potter (ue, inclusive, é um adolescente indie no terceiro filme - há fotos de divulgação do personagem de franjinha, óculos e abrigo tipo Adidas). Madonna, que sempre sabe onde deve pisar (tirando, é claro, alguns filmes), já tratou de entrar nesse mercado e, dizem, com o pé direito. As críticas por aí (já? "English Roses" foi lançado hoje!) são completamente favoráveis à história das quatro amigas de 11 anos, primeira da série de cinco livros que a popstar pretende lançar - e publicar em mais de 100 países, traduzindo para mais de 30 idiomas, lógico.

Ironicamente, o livro será lançado no Brasil pela editora ROCCO (por acaso, nome do caçula da autora).

* * *

Alô meu povo de Niterói

Está rolando uma mostra de curtas no Cinema da UFF, e esta 3a feira é a grande oportunidade que vocês têm de assistirem a "Kaiju Eiga", o grande clássico trash realizado pelo pessoal do curso de Cinema. Renato, um japonês enorme de grande, figuraça que nunca mais vi depois que terminamos a faculdade, faz o papel de um sujeito tão traumatizado por passar a infância sendo chamado de "monstro" pela namoradinha que acaba virando um serial killer que sai vestido de monstro matando garotas por aí. Como se não bastasse o figurino esdrúxulo do rapaz (se não me engano, obra da Marcele). Um must-see, certamente (pena que provavelmente não poderei estar lá pra ver!).

Tem texto meu na Revista Bala, falando sobre "Bem Me Quer, Mal Me Quer", filminho très sympa a que assisti outro dia e não falei ainda aqui porque estava preparando o textão pro site. Só aviso o seguinte: vale MUITO a pena ver, mesmo que você não tenha sido um dos agraciados com a promoção da Bala. Saca filme que tem roteiro bom e bem amarrado? Po, isso é muito raro hoje em dia.
Spam do bem
Quem me vê toda zen desse jeito, toda tolerante com tudo, não imagina que eu odeio um certo tipo de gente: péla-sacos digitais.
Para o pessoal de fora que não está acostumado com o termo, 'péla-saco' é aquele sujeito que, além de chato, é pedante - e, além de pedante, é chato. Tipo aqueles sujeitos que entram no Friendster (pra quem não sabe, um sitezinho batuta onde você se cadastra, acha seus amigos, e vê até onde sua rede de contatos pode chegar) numas de "quer ser meu amigo?".
Não tiro a possibilidade de eventualmente fazer amigos nesses sites - mas costuma ser um processo natural, onde você se identifica com a pessoa por causa de seus gostos e preferências, e (no Friendster tem essa possibilidade), de quebra vocês percebem que têm referências um do outro por um ou mais amigos em comum. A maioria das minhas amizades começa assim, apresentadas por alguém, ou em listas de discussão, ou até mesmo aqui no blog, já conheci gente bem legal que soube abordar direito e tocar em pontos interessantes, trocamos idéia e pronto.
Mas "Quer ser meu amigo?", ou pior, aquele sujeito que manda mensagem para a rede de contatos dos amigos dele dizendo "me adicionem!!", isso é um péla-saco.
É quase como um spammer maldito-morram-spammers-malditos que escreve pro teu e-mail pessoal que você NÃO usa pra cadastrar em lugar nenhum (ou seja, provavlemente o MALA escreveu porque te achou na carbon copy de algum amigo seu) - ou seja, CHATO - e ainda usa um vocabulário totalmente PEDANTE ("spanzinho"? ora, vai pra &*@#!!!).
Mas é que existem os spams do bem, né? Aqueles que você não espera receber, não deu seu endereço, não pediu, mas por acaso achou o conteúdo do e-mail interessante.
Exemplo?
Hoje eu abri minha caixa postal e descobri que Os Eletrodomésticos ainda estão na ativa (ou seria "de volta"?).
Eles mesmos, os do "Choveu no meu Chip".
Taí, se a cada "Enlarge your penis" eu recebesse um e-mail desses, poderia abrir um site de notícias.
* * *
Produção, figurino, maquiagem e um bom fotógrafo
Só preciso disso pra ficar GATA. Só isso. Saca só a Veronica Lake, uma das minhas ídalas. Agora dá uma manjada na Veronica Lake de biquíni. Deu pra entender? Silicone, academia, plástica no nariz, não preciso de NADA disso - apenas de um bom maquiador.
* * *
Alô meu povo de Niterói
Está rolando uma mostra de curtas no Cinema da UFF, e esta 3a feira é a grande oportunidade que vocês têm de assistirem a "Kaiju Eiga", o grande clássico trash realizado pelo pessoal do curso de Cinema. Renato, um japonês enorme de grande, figuraça que nunca mais vi depois que terminamos a faculdade, faz o papel de um sujeito tão traumatizado por passar a infância sendo chamado de "monstro" pela namoradinha que acaba virando um serial killer que sai vestido de monstro matando garotas por aí. Como se não bastasse o figurino esdrúxulo do rapaz (se não me engano, obra da Marcele). Um must-see, certamente (pena que provavelmente não poderei estar lá pra ver!).

sábado, setembro 13, 2003

Sabe o que é..?
Tou a fim de escrever nada não. E provavelmente me ausentarei até domingo.
Então.. quem vier aqui me conte algo interessante nos espaços aí embaixo.

sexta-feira, setembro 12, 2003

Por que a gente chora quando morre artista, que você nunca conviveu, o cara não sabia da tua existência e, a bem da verdade, já era um senhor idoso?
Johnny Cash foi encontrar June Carter.
Este blog lamenta a grande perda (po, o homem estava na ativa), e agradece sua existência.
Jabá
Heh. Achei fofo, vou botar no template:

(e eu acho o blog do moço uma dilissa de ler)
* * *
Momento "Em terra de Lia, quem faz arroz é Rainha do Lar"
leia o Conga Conga Conga!



É sempre bom lembrar que eu não tenho o talento culinário do Fred, o cara do trivial básico mais SABOROSO que tem - o feijão com arroz e farofa do cara fica bom, gente, vocês não estão entendendo, melhor que o da casa da mãe, melhor que restaurante, uma dilissa. Esses dias foi a primeira vez que cortei abóbora. Você já cortou abóbora? Se você tem alguém que cozinhe na sua casa e seu cardápio solo se resume a macarrão com salsicha quando os pais viajam, você PRECISA cortar uma abóbora. Sabia que abóbora parece melão ainda não maduro? Pois bem, cheguei a ficar meio na dúvida e pus um pedaço cru na boca mesmo - é mais dura de cortar que um melão, mas repare, tem o mesmo cheiro.
Pra amanhã?
Amanhã pretendo me aventurar em panquecas.
(você tem estômago pra ver a foto do meu primeiro feijão?)
* * *
Aceito sugestões de receitas simples porém gostosinhas nos comments (o BlogExtra tem restrição de caracteres, o Falou & Disse não). Sabe como é, se tudo der errado, vou fazer quentinhas. Dá pra tirar uma boa grana.
Obrigada.

quinta-feira, setembro 11, 2003

retro sexy


You Are Retro Sexy!
You have a classic sex appeal that passes the test of time.
You're feminine, subtle with your seductions, and perfectly tuned into men.
A woman with your attention to detail is rare find and a true prize.
You're an incredible catch for any guy, especially rich older ones.
What Kind of Sexy Are *You*?
More Great Quizzes from Quiz Diva

* * *
"Ninguém faz isso direito."
"Neil Gaiman faz."
"Foi o que eu disse, neilgaiman faz isso direito, limpa os ouvidos".
* * *
Papai me conhece. Papai me manda a seguinte mensagem no icq:
Olhaí seu halloween:
De 12 a 14 de setembro, Cauby Peixoto apresenta ao público sucessos como Conceição, New York, New York e Molambo, no Teatro da UFF. Horário: sexta-feira e sábado, às 21 horas; domingo, às 20 horas. Endereço: Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói. Informações: (21) 2719-7449.
.
Nessas horas tenho dúvidas se papai me ama - ou, pior, não tenho dúvida alguma de onde que eu tirei alguns hábitos.
* * *
Sr. Kozaka me manda uma notícia que tanto pode ser a melhor do ano como a mais preocupante:
Os Pixies realmente voltaram para turnê e disco novo.
Dado que a Kim Deal tocou no Brasil e até gostou, há a possibilidade deles darem as caras por aqui - no entanto, eu NUNCA posso me esquecer que tenho uma tatuagem de uma banda perfeita, a única banda sem uma única música 'mais ou menos', a única banda que não poderia me decepcionar.
Se o tal disco novo não tiver UMA "There Goes My Gun", uma "U-Mass" ou "Alec Eiffel", ou ainda "Levitate Me", "Dig for Fire", nada no nível de "Velouria", "Motorway to Roswell" ou "Distance Equals Rate Times Time", posso até me arrepender da primeira das minhas quatro tatuagens - então agora é orar para os Deuses do Rock para que eles mantenham o nível - e orar mais ainda pra banda aportar por aqui ;)

quarta-feira, setembro 10, 2003

"Oi, eu sou o Geninho, descobriu onde eu estava escondido hoje? Senão, dê mais uma olhada! Estão me vendo? Aqui estou eu!"
* * *
Uma imagem vale mais do que mil palavras

Eu nego, mas os acessórios não me deixam mentir.
* * *
School of Rock: Eu quero ver esse filme.
E, claro, pretendo passar longe do filme do Padre Marcelo, embora eu seja uma entusiasta do cinema trash.
* * *
Preferência Nacional
Cadê a bunda e os quadris da Dita Von Teese? Não tem?
* * *
Paranóia
Saca aquele episódio de "Além da Imaginação" que o sujeito ouve barulhos na janela do avião e entra numas de que é um monstro terrível que vai fazer o avião cair?
Estou assim com a minha janela (moro no oitavo andar - se não for paranóia, não sei o que é, porque GENTE não é certamente). Estou ouvindo barulhos, batidas, e morrendo de medo de abrir as cortinas pra descobrir se é mesmo ALGO ou se é apenas vento - por que se for ALGO, eu vou panicar de vez.
* * *
Melhor joguinho de computador depois de Campo Minado
É essa coisa fofucha do tal do OddWorld - Abe's Exoddus só não é viciante porque não me permito ficar jogando no computador com tantas coisas pra fazer. Mas quando Abe e sua boca costurada dizem "Hello", "Follow Me", "Sorry", "Grrrr" e outras gracinhas naqueles cenários maravilhosos, fico pensando se realmente odeio tanto assim qualquer jogo pra PC, como sempre achei que eu odiasse. Enfim. Olha os screenshots nesse site e me diz se não é um passatempo bárbaro?

terça-feira, setembro 09, 2003

California Uber Alles!!
Como se não bastasse o Arnold Schwarzenegger concorrendo ao governo da Califórnia, ainda tem o Larry Flint, tem aquelas atrizes pornôs.. mas o cara do TSOL????? Só pode ser sacanagem.
PISCES (Feb 19?Mar 19): That love thing isn't going to leave you alone, whether you have it or not. Either way, this is a time to be thinking about it. And even if you cannot make total sense out of what's going on, there's a deeper lesson here for you. It's about love for the sake of love rather than love for the sake of personal pleasure. Move from your personal desires into the realm of compassion for others.
Eu odeio esses horóscopos pessoais diários, porque não têm nenhum compromisso com a realidade e MESMO ASSIM acertam!
* * *
Que tipo de pessoa arruma seus armários e acha não uma, mas DUAS perucas.. uma delas verde.. e nunca usou nenhuma das duas?
* * *
Eu podia estar robano, eu podia estar matano..
Mas é que tem esse amigo meu que é tímido e precisa dos episódios de "24 Hours", aquela série com o pitéuzinho do Kiefer Sutherland. Não é por causa do pitéuzinho do Kiefer Sutherland, mas porque o meu amigo rockstar inventou de fazer sua monografia sobre a série quando sua exibição acabou de ser interrompida pela Fox.. era Fox? Não sei, só vejo uma série, e mesmo assim no USA.
* * *
1. Semana retrasada, assei um saquinho de chá porque botei pra ferver sem água.
2. Semana passada, bati a porta com a chave dentro, e fiquei trancada do lado de fora da minha própria casa (leia-se: 'moro sozinha e ninguém tem essa chave').
3. Essa semana, terminei um trabalho aparentemente simples no dobro do tempo estimado (pelo menos recebi altos elogios da minha agente).
Não estou enlouquecendo; eu sei BEM o que é, mas não vale a pena encher vocês com meus problemas. Meus? Não, dos outros, mas não consigo não me envolver, não me preocupar, e não me sentir impotente, num caso clássico de "só o tempo vai curar as feridas" (mesmo. nunca essa expressão teve significado tão literal).
Enquanto isso, vou me preocupando, me fortalecendo, aprendendo e procurando me acalmar. É o único jeito, enfim.
* * *
Eu ia dar uma notícia FODA aqui, mas não vou não - os ingressos podem acabar antes de eu comprar ;)
* * *
Fiquem com o site do reality show Who Wants To Be A Super Hero?, um programa onde você pode virar um super-herói (ah, se eu tivesse fator de cura e pudesse aplicar nos outros.. talvez aquele cursinho de Reiki sirva finalmente pra alguma coisa).

segunda-feira, setembro 08, 2003

Direto do Omelete:



"Sandy terá cena sensual em Acquaria



A ficção científica Acquaria, nova promessa de mega-bilheteria nacional, é fruto de uma parceira entre a Spectra Midia Produções, a Globo Filmes (co-produtora), a Universal Music e a Fox Film do Brasil.

Protagonizado pela dupla Sandy e Júnior, Acquaria é ambientado num futuro distante, no qual os recursos naturais da Terra estão praticamente esgotados, após as constantes agressões à natureza e guerras. Nesse cenário pós-apocalíptico, restaram apenas cidades em ruínas e alguns grupos de sobreviventes, como o formado por Sarah (Sandy), Kim (Junior) e seus amigos Guili e Gaspar. Os quatro vão enfrentar grandes desafios em busca do produto mais raro e precioso do planeta: a água.

Claro que ninguém espera muita coisa da produção, que tem foco no público da dupla. Entretanto, uma notícia revelado hoje pela colunista da Folha de S. Paulo, Monica Bergamo, deve atiçar a curiosidade dos marmanjos. Haverá uma sensual cena de banho, na qual a filha de Xororó mostrará um pouco de seu corpo na frente das câmeras. Mas não fiquem muito empolgados. A estrela "sempre meiga e virginal", segundo a jornalista, não gravou totalmente nua. "Usava shortinho e protetor de seios", esclareceu."

domingo, setembro 07, 2003

Um dos meus personagens favoritos de quadrinhos, já disse aqui, é o Lobo. Porque ele está longe de ter o perfil que se espera de um herói - ele é escroto, estúpido, bronco, ultra-violento e muito sarcástico. Mas eu gosto dele, sabe, porque ele tem boa índole. O Lobo é um cara de palavra, afinal.
* * *
Então que eu tenho esses amigos, né? Minha mãe acha que tenho uns amigos meio estranhos, meu pai nem tanto porque vários deles são filhos de amigos dele, e ele está mais do que acostumado com esse pessoal na faculdade de cinema - o fato é que não costumo me aproximar muito de gente comum - em geral, são pessoas com um gosto musical bem específico, uma maneira de se vestir um tanto diferente, gosto por filmes que ninguém gosta ou por literatura - e o simples gosto pela literatura já diferencia meus amigos das pessoas comuns, que em geral, não gostam de ler. É um pessoal bastante sui generis, veja bem, desde machos convictos que só tocam em suas bandas de delineador nos olhos e plumas até uns caras grandes, gordos, fortes, tatuados e carecas.
E aí que tem esse cara grande, gordo, forte, tatuado e careca, que se te olhar feio na rua você se borra todo, garanto. Mas ele não vai fazer isso. É um cara que está disposto a cobrir de porrada quem vier encher o saco, ou quem sacanear amigo dele ou.. que seja. O fato é que ele é um cara LEGAL, legal o suficiente pra saber o estrago que pode fazer - e não faz. Porque é um cara bom.
Conheci o sujeito porque ele saía com uma amiga, e era amigo de um cara com quem eu saía. Rolaram umas tretas entre essa galera e, desse povo, ele é um dos poucos por quem posso botar minha mão no fogo, mesmo. Aliás, não só desse povo - é uma das poucas pessoas que eu conheço que não dá pra ter nada contra. Nada. Impressionante.
Fortão, o apelido dele era Fortão, heh heh.
Nosso contato é pouco, não vejo o cara há mais de um ano, mas nem dá pra dizer que eu gosto dele de graça: não é de graça, ele faz por onde. Ele é um cara bom.
Tudo isso é pra dizer que, além de ser um cara bom (e isso pra não mencionar os videogames do figura), ele me passou, via ftp, o Lobo Paramilitary Christmas Special, aquele curta-metragem de que falei há um tempinho atrás, o curta-metragem estrelando Lobo, O Maioral.
Porque amigo é (também) aquele que colabora com tua cultura geral. :)
* * *
Como o Ozzie, o sujeito que estudou comigo na faculdade, tem a maior cara de psicopata e, juntos, elaboramos altos planos de dominação mundial (leia-se "vamos sacanear indies"), que vive me passando links legais. O de hoje é o de The Lost Skeleton Of Cadavra, filminho supimpa que eu espero que passe aqui. Dêem uma olhada no site do filme pra ver só como tem a maior cara de que vale a pena ver..
* * *
Então que se você pensa que boneco tosco só existe nos camelôs da Uruguaiana, um sujeito fez um site dedicado a falsificações incríveis de action figures.. desde "Embalagem com dois Darth Vaders (mal pintados, lógico)", até genéricos da Hello Kitty (como a Hallo Betty, que *É* a Hello Kitty), passando por Spice Girls completamente medonhas ou isso aqui:

Isso mesmo que você viu.
O cara é um gênio, dêem os parabéns pela iniciativa brilhante aqui.
* * *
"Uma gostosa que andava na parede e despiroca pelo telhado
de repente ela sumiu no telefone e me deixou bolado
depois um pleibói vai preso e a dura na federal é uma pica
nego arranca a boca do cara e bota um bisôro na barriga
aí ele toma uma pírula, vira espelho e aparece careca
cheio de fio nas costas dentro de uma bacia de meleca"

Em clima de "tenham um bom domingo, amiguinhos!", leiam no blog do Vital a letra de "Eu não entendi Matrix", que se exu quiser, será o próximo grande sucesso do Gangrena Gasosa, autores dos clássicos "Troops of Olodum", "Matou a galinha e foi ao cinema" e "Pegue o Santo or Die", e responsáveis (com A Grande Trepada, Love & The Lovers e o Zé do Caixão) pelo meu primeiro show fora de Niterói, e minha única ida ao Circo Voador.

sexta-feira, setembro 05, 2003

Até que enfim!
A história é a seguinte, de uns tempos pra cá, estou acompanhando as notas que dizem que "pesquisas indicam que, mesmo que acabem as fábricas de cds piratas, os consumidores vão continuar não comprando cds porque os preços são irreais". Da última vez que li isso, era uma pesquisa da própria ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Discos).
Como bem lembrou esse moço, que inclusive escreveu um post FODA sobre como a Mtv não é mais a mesma (tá tudo dentro do assunto, gente!), esses preços absurdos aqui no Brasil servem principalmente para acompanhar os preços lá de fora - senão a indústria de discos norte-americana iria pras cucuias com as importações que todo mundo faria, com os cds aqui custando um terço do preço de lá.
Pois bem, a indústria fonográfica nacional está indo pras cucuias, as vendas de cds estão caindo vertiginosamente (cair vertiginosamente é da mesma família da esmagadora maioria, notou?), não é de hoje que funcionários são mais demitidos do que contratados e bandas excelentes ficam no limbo enquanto a preferência é dada a quem tem o melhor plano de marketing - em vez de primar pela qualidade do produto, prima-se pelo descartável, pela tática do "você compra, joga fora, e isso te obriga a comprar outro depois". Pra completar, nossas gravadoras estão amarradas às ações burras de suas matrizes - tirando, é claro, a Trama, que se auto-sustenta e cresce cada vez mais. E com um precinho, ó.. razoável.
Pois bem: a Universal Music gringa acaba de anunciar um corte absurdo nos preços dos cds deles (isso lá fora). Algo em torno de 16 dólares, o que levaria um cd lançamento a custar uns 8 dólares, o que é um preço razoável. Isso, no intuito de levar os consumidores de volta para as lojas. De fato, mesmo nós que temos banda larga, se pudermos comprar cds a preços justos, garanto que vamos preferir o bicho prontinho com encarte e capa original, em vez de passar a madrugada no Soulseek baixando faixas mal-encodadas, com nomes errados e conexões instáveis.
A notícia está aqui, direto do site da Universal Music. Eles divulgaram o grande corte de preços, a princípio, nos lançamentos e nos nomes de sucesso do catálogo - que, na verdade, é onde eles mais lucram - o lucro certamente não está no selo que apenas se aproveita da estrutura da gravadora apenas para lançar o cd, mas tem que se virar com a distribuição e vende seus cds a preço de custo diretamente para seu público alvo.
* * *
As pessoas sempre culpam o que não conhecem. A culpa não é do mp3, como não foi da fita cassete, como as pessoas não deixaram de prestigiar artistas ao vivo com a invenção do fonógrafo nem de ouvir rádio com a invenção da televisão. A verdade é que estamos no século XXI e a indústria ainda não abandonou o hábito 'século XX' de temer as novas mídias.
* * *
Minha opinião? Espero sinceramente que a) essa política de preços estimule a concorrência lá fora e todo mundo baixe a margem de lucro individual pra voltar a lucrar com volume de vendas; b) que isso seja adotado no Brasil também, e logo; e c) que algum diretor de gravadora esteja lendo isso aqui e me contrate para seu departamento de marketing estratégico - porque estou falando isso há anos, desde os indícios dessa crise, desde antes da minha monografia (sobre o assunto, lógico), e é muito chato ver que alguém vai se dar bem com uma solução que você, que ainda não garantiu seu lugar nesse mercado, já sabia que era ideal há muito tempo (aceito contratos para palestrar sobre o assunto). ;)

quinta-feira, setembro 04, 2003

Não são só turistas brasileiros vetados ao entrar na Grã-Bretanha: se você deseja mesmo obter a cidadania da terra do Monty Python, deve responder a uma bateria de testes para provar sua inglesice, se é que esse termo existe (a Reuters disse "Britshness") - caso você não se identifique nem um pouco com a cultura do país, você ainda pode conseguir um visto de turista - mas nunca um passaporte inglês.
A discussão é antiga: um ex-tenente do governo de Margaret Tatcher já havia sugerido um 'cricket test', onde imigrantes deveriam espontaneamente torcer pelo time inglês. No entanto, só recentemente o tal teste foi posto em prática - em dezembro do ano passado, a triagem ainda era um projeto - mas nós só tomamos conhecimento agora, com o sujeitinho que não sabia quem era Yoko Ono. Parece besteira, mas isso é básico - afinal, a mulher esteve envolvida com um dos maiores ícones pops do país - o que o cara quer fazer na Inglaterra se não ouve Beatles? Vai pra Bélgica, ora bolas.
* * *
Sabe, por um momento pensei que isso poderia ser aplicado aqui - uma espécie de teste de 'brasilidade'. Não, nada de perguntar "quem é Ronaldinho" ou obviedades - mas obrigar imigrantes (não turistas, que vêm ao país para conhecê-lo, mas gente que pretende morar aqui) a estudar um pouco de história do Brasil e cultura brasileira.
Mas aí me dei conta que mais da metade dos brasileiros seriam jogados ao mar ao se depararem com perguntas sobre o Estado Novo, a indústria cinematográfica brasileira, as capitais e o Movimento Armorial. Eu mesma não entendo nada de Estado Novo nem sei de cabeça a capital de Roraima.
* * *
A Reuters é a mesma agência que noticia o cd de pop romântico gravado por Silvio Berlusconi, primeiro-ministro italiano, e ainda nos lembra que ele já foi cantor de salão de transatlânticos. Sinistro. Acho que o mundo tá perdido mesmo.
* * *
Todo mudo aí viu "Studio 54", o filme? Lembra da tia que tem um ataque cardíaco na pista? Bem, isso não é ficção, com a diferença que a senhora alemã não identificada tem 80 anos e está alive, kickin' and rockin' (versão em português do Terra Popular, aquela seção que copia várias notícias da 'Oddly Enough' do Yahoo).
* * *
A Preta Gil quer ser a próxima Neusinha Brizola, é isso? Por favor, digam que minha intuição está errada e que ela NÃO vai gravar um disco produzido pelo Mion, como Neusinha fez (com muita classe e estilo) com seu parceiro na vida e na arte, Joe Euthanasia.
Central Boneca de Notícias
(também postado no Conga Conga Conga News)
Não são só turistas brasileiros vetados ao entrar na Grã-Bretanha: se você deseja mesmo obter a cidadania da terra do Monty Python, deve responder a uma bateria de testes para provar sua inglesice, se é que esse termo existe (a Reuters disse "Britshness") - caso você não se identifique nem um pouco com a cultura do país, você ainda pode conseguir um visto de turista - mas nunca um passaporte inglês.
A discussão é antiga: um ex-tenente do governo de Margaret Tatcher já havia sugerido um 'cricket test', onde imigrantes deveriam espontaneamente torcer pelo time inglês. No entanto, só recentemente o tal teste foi posto em prática - em dezembro do ano passado, a triagem ainda era um projeto - mas nós só tomamos conhecimento agora, com o sujeitinho que não sabia quem era Yoko Ono. Parece besteira, mas isso é básico - afinal, a mulher esteve envolvida com um dos maiores ícones pops do país - o que o cara quer fazer na Inglaterra se não ouve Beatles? Vai pra Bélgica, ora bolas.
* * *
Sabe, por um momento pensei que isso poderia ser aplicado aqui - uma espécie de teste de 'brasilidade'. Não, nada de perguntar "quem é Ronaldinho" ou obviedades - mas obrigar imigrantes (não turistas, que vêm ao país para conhecê-lo, mas gente que pretende morar aqui) a estudar um pouco de história do Brasil e cultura brasileira.
Mas aí me dei conta que mais da metade dos brasileiros seriam jogados ao mar ao se depararem com perguntas sobre o Estado Novo, a indústria cinematográfica brasileira, as capitais e o Movimento Armorial. Eu mesma não entendo nada de Estado Novo nem sei de cabeça a capital de Roraima.
* * *
A Reuters é a mesma agência que noticia o cd de pop romântico gravado por Silvio Berlusconi, primeiro-ministro italiano, e ainda nos lembra que ele já foi cantor de salão de transatlânticos. Sinistro. Acho que o mundo tá perdido mesmo.
* * *
Todo mudo aí viu "Studio 54", o filme? Lembra da tia que tem um ataque cardíaco na pista? Bem, isso não é ficção, com a diferença que a senhora alemã não identificada tem 80 anos e está alive, kickin' and rockin' (versão em português do Terra Popular, aquela seção que copia várias notícias da 'Oddly Enough' do Yahoo).
* * *
A Preta Gil quer ser a próxima Neusinha Brizola, é isso? Por favor, digam que minha intuição está errada e que ela NÃO vai gravar um disco produzido pelo Mion, como Neusinha fez (com muita classe e estilo) com seu parceiro na vida e na arte, Joe Euthanasia.

quarta-feira, setembro 03, 2003

Em busca da vitória
Então que o blog do Alexandre Sena publicou um e-mail da própria Gizele, o atual hype da internet (a menina que fez versões em português da Madonna). Tá explicado.. era uma criança, devia ter uns dez anos quando gravou o cd. Esta não é a primeira matéria com a moça, mas é a primeira com tanta repercussão. Viu a fotinho lá? Agora confira Gizele hoje em dia.. ela também tem fotolog!
* * *
Por que eles mentem tanto?
Alessandra, do Vida de Redatora, está com uma coluninha supimpa na revista ParadoXo. A dessa semana fala sobre as mentiras que os homens contam, em particular nas pesquisas sobre sexo: como é que pode haver o dobro de homens que trepam mais de 12 vezes ao mês em relação ao número de mulheres sexualmente ativas que atingem a mesma marca? Com quem eles fazem sexo, afinal? Alessandra responde, ou tenta responder. ;)
* * *
Hum. Dia produtivo esse de hoje. Bom.

segunda-feira, setembro 01, 2003

Coisas que a gente deveria esconder, mas não resiste
Um dos meus atestados de nerd: já entrei no Mirc sob o nick de Mara Jade (cês sabem, mulher do Luke Skywalker, universo expandido, etc etc etc).
Isso faz anos e eu não me arrependo.
* * *
Eu tou aqui olhando há um tempo pra essa revistinha Bola de Drac, do Akira Toriyama, tempo suficiente pra sacar que Bola de Drac é Dragon Ball em catalão.
* * *
Música do dia: Letters To Cleo, "I want you to want me". Muito bonitinha. Emende com "Glad Girls" do Guided By Voices e "What you do to me" do Teenage Fanclub, e tenha a sua festinha indie-feliz particular.
Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...