Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

sexta-feira, maio 24, 2002

Pois é.
Tem a feira do livro na Cinelândia.
Pra quem não conhece, é uma puta feira do livro, onde livrarias e sebos colocam o melhor de seus estoques na rua, a preços módicos. Naquelas casinhas azuis que lembram as verdes ali do final da Rua da Carioca, que por sua vez, remetem aos bouquinistes de Paris, que vendem livrinhos de bolso, cartões postais e outros mimos literários. Os daqui vendem a Private de 1982 com a Magda Cotrofe na capa. Mas a feira do livro não, ela é completa.
E daí que ano retrasado, comprei dois livros da Léa Silva a 1 real cada. Léa Silva escrevia sobre etiqueta e beleza feminina em 1950-e-mamãe-nascendo, e as pérolas "Sejamos Belas" e "Em Sociedade" foram adquiridas a 1 real cada. No mesmo ano, a 3 reais, trouxe pra casa um exemplar da Tecnirama de 1960-e-alguma-coisa.
Ano passado, mais pop, encontrei a feira ali em Copacabana e enchi minha biblioteca de Asterix.
Esse ano foi o ano das enciclopédias dos anos 60. Aquilo é um puta banco de imagens, e de curiosidades. É sempre interessante abrir um livro e ver os computadores mais avançados da época: um ENIAC do tamanho dessa sala. Também é muito interessante ver que naquela época, achava-se que os robôs fariam tudo pela gente, e teriam forma humana.
Nos anos 60, as pessoas tinham uma idéia meio errada do que seria o ano 2000. Diziam que cada um teria sua nave particular e as viagens à Lua seriam tão corriqueiras quando andar de ônibus. Estavam todos deslumbrados com as missões espaciais recentes. Na verdade, acho que o ano 2000 foi mais divertido em 1963 do que em 2000.
* * *
Estou partindo em direção a SP hoje à tarde.
* * *
Dizem que está frio pra caralho lá. Mas meu coração estará quentinho. Heh.

Nenhum comentário:

Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...