Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

terça-feira, dezembro 31, 2002

Não. Resoluções de ano novo não. Primeiro que acho uma hipocrisia isso de esperar o ano novo pra começar a se mexer e resolver fazer coisas. É igual a começar dieta na segunda-feira. Qualquer hora é hora pra fechar a boca. Segundo que, assim como as dietas começadas na segunda feira, nunca cumpro o que prometo para o ano. Vocês cumprem? Pois é, eu não.
Ei.
Feliz 2003 pra vocês.
Mensagem de fim de ano do Gabriel.. genial:
[mensagem retirada porque, bem, porque o acaso fez com que os seis graus de separação virarem dois e me constranger um bocado]
* * *
2002 passou rápido..
..e eu passei longe da família. Por um lado é uma merda, gostaria de ter passado mais tempo com eles, mas aconteceu tanta coisa boa, descobri tanta gente nova que quase não consegui administrar direito.
* * *
Daniel Poeira (2:31 PM) :
Eu sou judeu, pra mim estamos no ano 2495647
Daniel Poeira (2:32 PM) :
Eu sou engenheiro, pra mim estamos no ano 0101100100111011001010
* * *
Em 2002, respirei rock'n'roll, rockabilly e psychobilly. Todo aquele universo que me atraía desde os 12 anos se tornou real graças a essas pessoas que brotaram na minha vida de repente e viraram tudo de cabeça pra baixo - em especial um certo rocker com quem passei boa parte desse ano. Fiz amigos graças a essa lista de discussão na internet, mas o mais surreal foi descobrir minhas irmãs no meio de tretinhas e venenos. A CREW. Preciso dizer quanto eu amo essas garotas. Isso é muito sério.
De qualquer forma, conheci outras pessoas incríveis. O nerd-a-billy de Curitiba e sua doce irmã. A dona de casa mais fofa daquelas bandas. O Blanka. A menina-garagem daqui do Rio. Não sei o que seria de 2002 sem esse pessoal. Acho que não teria graça nenhuma.
* * *
2002 também não teria tido tanta graça sem minha vizinhança - e meu novo-vizinho que prometeu se mudar em dezembro. Paracambi, Barra Mansa, Ilha do Governador, todo mundo foi parar em Copacabana, mais precisamente num pub minúsculo. Pessoas que conheci por causa dos meus vizinhos e pessoas que conheci por causa de pessoas que conheci por causa dos meus vizinhos. Da Mãe Da Luciana que Mora Fora à Menina Que Faz Monografia de Anúncio dos Anos 50, passando, é claro, por minha companheira de Bingo, seu consorte e todo mundo que foi nas BizarroFests, pré-estréias a caráter, shows do Glamourama (A BANDA DO ANO), festas na Spin (e o casal maravilhoso que ajudei a formar lá), meu 2002 também foi de vocês.
* * *
Este ano, perdi amigos queridos por besteira - e eu juro que tentei o diálogo das duas vezes em que isso aconteceu. Ainda bem que da primeira tudo se resolveu, e agora os freaks estão ali na praia me esperando, provavelmente com seus topetes desfeitos. Da outra vez não quiseram nem diálogo, foi triste, mas na cola dos acontecimentos acabei conhecendo pessoas queridíssimas, lml pra vocês, gatas. Vocês realmente sabem o que lml quer dizer.
* * *
Mudei de emprego. Saí de um lugar maravilhoso, com pessoas fodas, mas onde não havia mais espaço pra mim, e fui parar em um lugar que não só tinha espaço como só tende a crescer. De quebra, conheci pessoas queridas e me aproximei dessa tosca que eu só conhecia de falar oi. Oi, tosca. Obrigada. Obrigada também ao pessoal do ex trabalho e ao pessoal da Index do Centro. E todo mundo que conheci na Index do Centro, mas acho que só o Berg vai ler isso :)
* * *
Obrigada também a todo mundo pra quem eu disse "vamos montar uma banda" ou "vamos marcar ensaio" (e não foram poucos). Obrigada a todo mundo que me aturou nas épocas de crise. Obrigada aos meus amigos de BH, que me fizeram começar 2002 com os dois pés direitos. A essa baixinha ruiva e seu namorado (com quem também já tentei montar banda), com quem não tive muito contato esse ano mas estão aqui, ó. Junto com minha amiga de infância que conheci recentemente e vai casar com o francês, junto com minhas amigas de infância de verdade, junto com as pessoas que conheci por causa do blog e por causa de zines e revistas online e listas de discussão. E, finalmente citando um nome, o Gustavo que estudou comigo na UFF. Tivemos ótimos momentos juntos esse ano. Um 2003 SUPER TROUPER pra você.
* * *
Ah, sim.
Tylenol com caipirinha dá onda SÉRIA. De verdade. Não recomendo, ok? Crianças, não façam isso em casa.

segunda-feira, dezembro 30, 2002

Ok, esse post aí embaixo vai ficar aí pra me lembrar de nunca mais usar drogas. Principalmente as naturais.
I AM CORNOLIO! I AM CORNOLIO!
Ninguém merece gripe e dores no corpo na véspera do ano-novo, e muito menos ter que vir trabalhar nesse estado deplorável, quando quase todas as empresas resolveram entrar de recesso menos a sua, lógico. As gráficas que preciso achar não atendem, o cara da espera telefônica está n/a desde semana passada, e aí? Você senta e chora?
Mas tudo bem, quando sua mãe mora em outra cidade e seu pai, em outro país, você aprende a se virar. "Preciso comer minhas verduras", diz você, igual a uma velha, e sai com o objetivo de comer espinafre com cebola, muito espinafre e muita cebola. Dizem que sopa de cebola faz bem. Os efeitos benéficos do espinafre no organismo, então, são inegáveis.
Bem, e daí que passo o dia à base de Ácido Ascórbico e Paracetamol, e resolvo tentar uma porra de um energético desses de vidrinho pra ver se levanta o corpo e quem sabe, consigo chegar em casa (longe pacas, pego três ônibus, um helicóptero, sou criogenada até 427 anos-luz daqui e ainda atravesso duas ruas a pé). Maravilha. "Moço, não tem o Red Nose?", "Não, só esse aqui da Flora Medicinal.". Uma pena, o Red Nose tem gosto de Pepsi Light Sem Gás Com Cereja, gostosinho gostosinho, odeio coca-cola, te juro, gosto mesmo é de Mineirinho Diet e Grapette Light, bem, vai isso aqui mesmo.
Rapaaaaaaz..
Notou algo de estranho? Eu não estou verborrágica? Quem passa aqui na sala acha que é sala de telemarketing! O que é bom, porque hoje é dia de redigir textos.
No vidrinho eles recomendam sabiamente que você dilua o conteúdo em água, e lá fui eu, no intuito de potencializar o efeito energético dessa merda, misturar no café. E tome açúcar. E como o café fedia, mermão! Cheiro de capim com café, parecia cheiro de space cake, space cookie, que nojo (não que o cheiro seja ruim, mas quando você espera cheiro de café e sente cheiro de maconha é porque algo está errado, imagine uma pizza de banana com cheiro de atum?). Mas então, fedido, nojento, amargo, mas olha o que me aconteceu:

Puerra, cheguei a ficar QUENTE agora. Cara, quem precisa de drogas quando se tem energéticos fitoterápicos com café? Então fica aí a dica: energético da FloraMedicinal com café garante a noite das crianças. Éééé..
* * *
E ainda ganhei um almanaque do Sadol.
Adoro esses almanaques de farmácia, mas gostava em especial dos almanaques de farmácia dos anos 60. Quase fiz minha monografia sobre eles, mas me faltou material pra pesquisa - sabe, é difícil achar. De qualquer forma, tenho um amor incondicional por aquelas figurinhas antigas e rótulos da época. Ok. Ok. Vou fotografar minha coleção de remédios-com-caixinhas-antigas e vocês vão ver que candura.
* * *
Alguém aí coleciona alguma coisa estranha?
Papai coleciona galinhas e papéis de vidente. Acho o máximo isso.
O Ataque dos Crones (porque clone do Mercado Popular Uruguaiana é com 'r' que se escreve)
MEDA!! PÂNICA!! HORRORA!! PESADELA!!!!
TEM AGUÉM TENTANDO SE PASSAR POR MIM!! Se veste que nem eu, fala que nem eu, escreve que nem eu e vai aos mesmos lugares que eu!!
Tou com meda. Hide your virgins/ say your prayers, já diria meu amigo Lux Interior, vocalista do Cramps, que eu adoro e daqui a pouco já vai ter gente que nunca ouviu dizendo que é a melhor banda do mundo! Se essa criatura dos infernos começar a dizer que ouve rockabilly e surf music e Pixies e Weezer e Bowie indiscriminadamente, que sempre quis ter um conversível vermelho-cereja anos 50 e começar a se vestir de oncinha, eu.. eu.. eu.. eu DIGO PRA TODO MUNDO QUEM É E TUDO O QUE ANDA FAZENDO DE IGUAL A MIM POR AÍ (e não é pouca coisa nan, minha gente!)!!! AAAAAHHHHH!!!
* * *
Olha que fófys que a Nat mandou:

Tem mais aqui, ó.

domingo, dezembro 29, 2002

Agora tudo faz sentido!
"i said a hip hop
the hippie the hippie
to the hip hip hop, a you dont stop the rock it
to the bang bang boogie, say up jumped the boogie
to the rhythm of the boogie, the beat"


Reconheceu?
Cante em voz alta.
Qualquer semelhança entre "Rappers Delight", do Sugarhill Gang, e "Aserejé", do Las Ketchup, provavelmente não é mera coincidência.
Aliás, Pilar, Lola e Lucia Muñoz, as Ketchup, com esse nome só poderiam ser (e se não fossem Nat e FZer0, eu morreria sem saber) hijas de Tomatito, um dos melhores guitarristas de flamenco vivos (como boa dançarina de flamenco que sou, tenho que conhecer, certo?).
Mas eu podia jurar que o legado de Tomatito para a história da música se resumia à sua viola. Não, como vocês podem ver. Por quê, Deus, por quê?
* * *
Aliás, FZer0 chama atenção para o que promete ser o filme de terror/sci-fi mais BIZARRO da história do cinema: O BEBÊ DE RODENBERRY.
* * *
Aí hoje, assim que acordo, Norin Radd me manda o link pra página dessa banda alemã RUBENS & THE BARRICHELLOS. Lógico que achei genial.
* * *
E o site do dia é o da Homeopatia Almeida Prado. Porque só Almeida Prado 46 salva, limpa o organismo e promove uma revolução interna. Sério. Quem toma, aprova.
* * *
Antes que eu me esqueça, isso é foda. Mas a Jennifer Lopez comendo meleca no post aí de baixo ainda é imbatível.
* * *
update: momento Almeida Prado 46: então esbarrei com esse blog, guia do Cagão. Pediu pra ser tosco no vale do eco.. mas não é que é informativo?

sábado, dezembro 28, 2002

As Duas Torres (piada altamente referencial)
- Porque o dragão caiu da ponte?
- Por que lutou contra o grande mago Gandalf?
- Não! Porque não soube responder que sua missão era achar o Cálice Sagrado! Uaca uaca uaca!
* * *
Música do dia: "Turning Japanese", The Vapors. Okei?
* * *
Olha só: encontrar no mesmo dia a Keks, o Erich (diga oi, Erich!) e a Clarah, todos passeando no Rio, não é pra qualquer um. E daqui a pouco ainda vou ver a Patricia. Aliás, nota-se que o pessoal resolveu eleger o Rio para passar o fim de ano - hoje tem invasão de topetudos na Spin. Essa cidade aqui é FODA. Se eu fosse vocês (de fora), viriam também.
* * *

Vamos, Erich, diga oi para nossos seis leitores!
* * *
Quer lançar uma maldição em alguém mas não tem o vocabulário apropriado? Esta site ensina.
* * *
Quer ver a Jennifer Lopez comendo meleca? aqui!
* * *
Camisinha: tem que usar!

Hot Rod Condom. Agora, com aplicador.

sexta-feira, dezembro 27, 2002

Site Foda Do Dia
Pantheon.org. Todos ELES estão lá: deuses, mitos, lendas, folclore. Até os nossos, vejam só. Emocionante. Tem de tudo mesmo. Agora posso descansar em paz.
* * *
A Gabby dá a dica dos Minipops:
Tem de ABBA a ZZ Top, passando por
Tom Waits, the Shangri-las, Pixies, bis e os Beach Boys.
Genial.
* * *
Hoje estréia o filme novo do Peter Jackson, e como já disse outrora, Peter Jackson é foda.
Acho que sou a única pessoa no mundo que, nesse caso, está ansiosa pra ver o filme não por ser fã da história, mas por ser, há anos, fã do diretor.
* * *
Feliz aniversário pra Julia e pro Daniell.
* * *
Meu bairro
Além dos queridos Yael e Fred Leal, além do Arturo Uranga e da Elke Maravilha, além de ser perto da putaria, lazer e curtição de Copacabana mas ficar num lugar mais reservado e calmo, pois é, além disso, aqui tem essas FIGURAÇAS.
O tio de terno e chapéu, que sentava ali na frente do Mundo Verde oferecendo chuquinhas de cabelo e dizendo "veja meu trabalho bonito!" sumiu. A senhora que mora na rua e vive varrendo compulsivamente a calçada está aqui. O guitarrista queimado de sol que anda em sua bicicleta oferecendo aulas grátis anda meio escondido, mas logo logo esbarro com ele de novo. Mas o lance é o gari de cabelos compridos e brancos, tal qual um super-herói.
É sério.
Ele tem cabelos de super-herói. Nunca pensei que fosse pensar nisso um dia.
* * *
Porque, no meu mundinho cor-de-rosa, eu me escondo atrás de referências pops, já dizia alguém que definitivamente me conhece apenas superficialmente. Tão superficialmente que diz que tem pena de mim. Posso com isso?
Digno de pena, na minha opinião, é alguém que não respeita os outros, falta com a sinceridade e ainda assim pede respeito. Alguém que não suporta a idéia de que as pessoas possam ser legais, simpáticas, educadas e cordiais. De qualquer forma, o fato de estar em idade produtiva, ter uma casa e aparentemente todas as faculdades mentais em dia anula toda e qualquer manifestação de piedade da minha parte.
Aliás, o fato de eu também ter uma casa, estar em idade produtiva e estar com as faculdades mentais em dia, além de estar feliz PRA CARAMBA com algumas belas surpresas de fim de ano não me torna digna de pena.
Essa foi mais uma mensagem de Feliz Natal.
Porque, sabe, nutrir sentimentos ruins pelas pessoas, seja pena, nojo ou raiva, só nos torna infelizes. Doentes.
Eu tou fora. Quero saúde em 2003.

quinta-feira, dezembro 26, 2002

MENSAGEM DE NATAL
Então terminei "Deuses Americanos", do Neil Gaiman. Sabe, desde que mudei de trabalho e não tenho mais 'o tempo do ônibus' para colocar as leituras em dia, tenho demorado um pouco pra realizar essas tarefas. Além do que ler não pode ser uma obrigação - tem que ser algo que você faz no seu tempo, com todo o prazer do mundo. Não entendo essas pessoas compulsivas que se obrigam a ler qualquer merda pela simples obrigação de ler algo. Eu escolho o mundo onde vou entrar. E ultimamente, tenho escolhido bem. Tem um Paul Auster novo sorrindo pra mim agora. Já falei o quanto eu amo Paul Auster e o quanto você pode encontrar ecos de seus livros em tudo o que escrevo e na minha vida? Pois é.
* * *
Então ocorre que Neil Gaiman usa uma história fantástica para dar aquele recado que eu já sabia, e vocês deveriam saber também: não que Deus não exista. Existe sim. Mas, como todos os deuses, Deus só existe enquanto você acredita nele. 'A Grande Batalha' entre deuses antigos, que estão morrendo, e deuses novos, que também estão morrendo porque logo se tornam obsoletos, acontece numa cidade simbólica, que na verdade é o interior das mentes e corações humanos. A América está mudando. E você com isso?
* * *
Perceba que, se Deus existe enquanto você acredita nele, tudo existe enquanto você acreditar. Parece filosofia de Vila Sésamo mas é verdade. Deus existe aí dentro e você ajuda a mantê-lo vivo, certo? Sim, porque Deus não é palpável, ninguém nunca viu Deus, Deus está aqui dentro. Aí dentro. Quando você fala com Deus e só há você no recinto, você nunca pensou no assunto? Algo criou o mundo, e convencionamos chamar esse algo de Deus, no entanto, o conceito de Deus é criação nossa. Então por que menosprezar o seu poder de criação? Hum? Se o poder é todo seu, então por que transferi-lo para outra pessoa/ entidade/ deus/ o que quer que seja? Pensa nisso. Tudo o que você agradece a Deus, quem fez foi você pensando que era ele. Mas ele é criação sua, logo.. pescou o recado?
* * *
Blasfêmia? Não, essa é a minha visão pessoal das coisas. Não sei quanto a vocês, mas minha vida se tornou mais interessante depois que descobri que não, eu não sou Deus, mas parte da existência dele é responsabilidade minha. Percebi que eu podia TUDO, era só acreditar nas coisas - e me esforçar para que elas acontecessem, lógico, nada vem sem que se faça um movimento para isso. Mas vem, cedo ou tarde. Isso é fato. E esse é meu presente de Natal para vocês.
* * *
A trilha sonora perfeita para o pós-Natal é The Andrews Sisters.

É que, como eu dizia ao meu amigo Daniell, tenho problemas sérios de adaptação aos anos 2000.
Aliás, Daniell manda um ensaio de Neil Gaiman sobre de onde ele tira suas idéias. Vocês sabem que minha relação com Gaiman tem sido íntima ultimamente, não sabem? Esse cara sabe das coisas.
O que eu disse num post anterior?
Ter idéias, assim como outras atividades intuitivas (o que eu tinha dito no tal post), não se aprende lendo guias. Não se aprende na escola. Alguém pode simplesmente te dar um toque sobre prestar atenção aos fatos à sua volta, você pode combinar coisas de maneiras diferentes, mas no geral, ninguém ensina. Você não tira suas idéias de algum lugar, elas são suas, elas vêm de dentro - talvez baseadas em fatos de fora, mas elas vêm de dentro sim. Escrever sobre elas é só narrar suas idéias, combinar palavras, uma depois da outra, de maneira que façam sentido. É simples. Foi o que eu disse há poucos dias, ou você tem o dom, ou não tem. A técnica se aprende, o dom não. Simples assim.
* * *
Ô porra. Quem mais recebeu foto minha do ParPerfeito além do Sauron e do Hiro? Renata, você me paga pela idéia de jerico..
:Em tempo: hoje, dia 25 de dezembro, o povo que segue a mesma religião que eu comemora o nascimento DELE:

E, repetindo post de 26 de julho de 2002, uma oração:
We worship you, O Brian, who are Lord over us all. Praise unto you, Brian, and to the Lord, our Father. Amen."

terça-feira, dezembro 24, 2002


Baixe aqui seu presente de Natal e cante conosco!

Homo Christmas
(Pansy Division)

You'll probably get sweaters
Underwear and socks
But what you'd really like for Christmas
Is a nice hard cock
You deserve a cute boy
Who's horny and queer
To make the most out of Christmas cheer
I wanna be your Christmas present
I wanna be your Christmas queer
I wanna be your Cristmas present
Have a homo Christmas this year
Don't be miserable
Like Morrissey
Let me do you
Underneath the Christmas tree
We'll push the packages
Out of the way
And after you've unwrapped me
Naked on the floor we'll play
Your family
Won't give you encouragement
But let me give you
Sexual nourishment
Licking nipples
Licking nuts
Putting candy canes
Up each other's butts

segunda-feira, dezembro 23, 2002

Ku`u ipo, aloha wau iâ `oe.
Mas eu tenho UMA PÂNICA desses caras que vendem bala no ônibus e penduram o saco de balas ali no alto com aqueles ganchos de açougue.. sempre acho que alguém vai querer me matar com aquilo ali.
* * *
Porque eu gostei do site dos Cowboys do Asfalto:
Porque eles mandaram a seguinte mensagem de Natal:
"Um reco-reco nas costelas e que o PX-maior esteja sempre ao teu lado na grega e na tua cristalografia"..
Então tá então.
Update triste do dia: Adeus, Joe Strummer. Foi muito bom enquanto durou. Mas muito bom mesmo. Diga oi ao Buddy Holly por mim.
* * *
HELP!
Olha só.
Oito e meia e já estou há algum tempo aqui no trabalho. Consegui acordar, tomar café, me arrumar e chegar aqui num tempo recorde de QUINZE MINUTOS. Tudo bem que eu moro perto, mas quinze minutos pra isso tudo é realmente muito rápido.
É que eu estava muito atrasada.
A cara nem desamassou ainda.
É que fui sair com essa menina legal, cuja vida eu acompanho há muito tempo, mas não conhecia pessoalmente. Porque tem lugares que eu já deveria ter visitado há bastante tempo, mas só uma paulista que passou um tempo em N.York pra efetivamente me levar lá. Bebi um tanto de cervejas, ainda estou meio tonta. Dancei outro tanto, umas músicas realmente impensáveis. Conhecemos essas figuras, como o cara de terno prateado e chapéu, pinta de mafioso americano, que trabalha na GM, vem pela sétima vez ao Brasil e não fala português ainda. Ou essa menina de BH que veio perguntar se éramos gringas. Faz sentido. Não estávamos lá a trabalho, como todas as outras moças no recinto - não MESMO, olha só, eu estava de All Star, ela estava de óculos e chinelão. Aliás, óculos é algo que impõe algum respeito. Nos divertimos um bocado e botamos a prosa em dia. Sempre faz bem sair pra dançar num lugar onde todo mundo te respeita, ninguém passa a mão nem te puxa dizendo "princesa" ou perguntando seu nome - porque eles notam que você, a gringa, não está ali pra isso. Foda é aturar o "Hooold me in your arms/ cause I need you so/ I can see it in your eyes/ there is something/ soooomething you wanna tell me" e o tum-ti-tum-ti-tum-ti-tum, mas quando toca "Aserejé" seguido de "Living La Vida Loca" porque você pediu ao DJ austríaco que colocasse algo menos dance e mais "cantarolável" (aliás, vocês pediram Dallas Company e Madonna e ele tocou), é realmente divertido.
* * *
Música do dia: Agadoo, do Black Lace.
É tosca mas eu adoro. Ou seria "eu adoro porque é tosca"?

domingo, dezembro 22, 2002

Música do dia: Gary Glitter - "The Leader Of The Gang (I Am)".
* * *
Utilidade pública do dia:
Neste final de ano, mande um Pee Mail para seus amigos.
* * *
Eu sei que este meu desktop theme do filme "Lilo & Stitch" é tudo de mais maravilhoso no mundo, o filme é politicamente incorreto até não poder mais (o que, sendo da Disney, conta pontos a favor) e a trilha sonora é basicamente Elvis Presley e hula. Mas se toda vez em que eu fizer algo que o windows não está a fim de colaborar ele fizer "no.. don't.. don't.." com a voz do Elvis, eu corto o som.
* * *
"Tosc-o-rama" é O programa de domingo. Yael, Rach, Hiro, Márvio, Mimosa, Lila, AlexCP, Ranaur, Double, Ivan, Adriano, Marcelo, o outro Marcelo e o amigo do Double (olha só, seus blogueiros malditos! argh. não se pode mais sair sem esbarrar com um, hein? "oi, eu leio seu blog!" Putaquepariu, chega! enfim, eu juro que atualizo a listinha de blogs amigos do Conga Conga Conga em breve!) podem comprovar. PEGA NA MINHA CHUMILA E FAZ UMA BUSCA, já diria o Fofão.
* * *
Tem gente que estuda anos, devora mil livros sobre os assuntos de interesse, busca mil referências e um dia chega lá. Tem gente que simplesmente tem o dom. Essa é TODA a diferença.

sábado, dezembro 21, 2002

DNA
Parabéns pra mamãe que se forma hoje. Ok, ela é formada, pós graduada e tudo o mais, mas como nunca é tarde pra se fazer o que gosta, mamãe descobriu que tinha o dom pra coisa e resolveu investir, em vez de virar mais uma dessas pessoas que uma hora se arrependem do caminho que escolheram. Há mais de dez anos que ela lida com isso, e trata a família toda, e os amigos, e todo mundo acha ela ótima, e agora está aí, profissional.
Porque hoje mamãe vira astróloga formada e vai pegar registro no SINARJ. E mamãe é terapeuta floral, uma das melhores que eu conheço, e se utiliza da astrologia como ferramenta pra conhecer as necessidades do paciente - e conhecer BEM. Mamãe é SINISTRA e tem uma intuição fortíssima. Nossa LINHAGEM começou com dona Maria do Socorro, que há mais de 30 anos já era, hum, como dizer.. poderosa. Mais não digo. Dona Maria do Socorro é a MELHOR. Não digo que é a melhor avó porque Dona Inah também é uma avó e tanto, é aquela avó-avó, de cabelos brancos, que faz torradas e geléias e põe os nomes dos netos na missa, e toma cá com o mindinho levantado que nem eu. Vó Sô é outra história, são completamente diferentes, mas amam seus netos com a mesma intensidade. De qualquer forma, Vó Sô, filha de dona Irene, inaugurou a linhagem que eu corro o risco de cortar, por medo. Já falei isso aqui. Talvez daqui a uns dez anos eu me sinta segura pra desenvolver essa capacidade que dá maiores sinais a cada dia. Mas hoje não. Eu ainda me assusto quando vejo e ouço coisas e pessoas que não deveriam estar ali.
Hoje, por exemplo, vi algo.
Aie.
* * *
1992.
"Nós vamos tocar uma música.. é 'Need', do Mudhoney. Espero que você goste, mas se você não gostar, espero que você entenda. Até mais."
- Pedro, vocalista do Loveless, no final do lado B da fita de Lados B do Pixies.
Bons tempos aqueles. Só digo isso, bons tempos.
* * *
O Kibe Loco existe! É real! Obrigada, Hiro, por me proporcionar mais esse momento de crescimento cultural.
* * *
Clube Amiga Irmã Caminhoneira Shell
Cowboys do Asfalto. Como eles mesmos dizem, "Este site é para quem tem DIESEL nas veias". Então tá. Atenção para a seção "Cartoon NetTRUCK". E pra seção de frases de parachoque. Ah, atenção pro site todo. É a boa do fim de semana.
* * *
Peguei lá na Luiza e repito o que ela disse: eu não roubei!
GIVE%20EM%20ENOUGH%20ROPE
What Clash album are you?

brought to you by Quizilla
You are GIVE 'EM ENOUGH ROPE!! Short and jaded, but still awesome. You are usually overlooked, but once someone finds you they can't help but love you.
* * *
Mas é que o disco começa com 'Safe European Home', né? Aí não dá pra não ser o "meu" disco.
* * *
Dando a Cara a Tapa parte qual mesmo?

Isso aê. Planeta Rei, tá?
Sem mais,
Toda sua,
Lia.

sexta-feira, dezembro 20, 2002

Update: Vou comprar esses vídeos. Como Lidar Com Pessoas Difíceis. Detalhe pro gif do cara com cara de psycho e uma marreta na mão, à esquerda. Quem sabe assim eu não aprendo, heh. Cortesia do Graudi.
* * *
WATERLOO
Preconceito é uma merda.

Ontem comprei o "Waterloo", o segundo disco do ABBA, de 1974 (baratinho, ali naquela loja que um dia se chamou Gabriela, no Rio Sul). Por que esse pessoalzinho 'rock' insiste em dizer que ABBA é péssimo sem ter ouvido o "Waterloo"? Tem umas músicas rock pra caramba sim. Ben e Björn cantavam mais do que Agnetha e Frida, tem umas guitarras pesadíssimas, o background dos dois (os autores das músicas) é rock/folk - o grupo não começou disco, afinal. Começou rock/folk. Mas a evolução natural das coisas fez com que, no final dos anos 70, começo dos 80, ainda mais na Suécia, aquele país tropical com baixíssima taxa de suicídios per capita, a necessidade fosse outra. Não foi de repente, o som do ABBA foi ficando dançante aos pouquinhos. Aqueles macacões horrorosos só vieram depois, a pecha de cafona é coisa recente - até porque no início dos anos 80, tudo era bastante apropriado para a época. Mas mesmo as músicas mais dançantes, aquelas que transformaram o ABBA em ícone gay no meio dos anos 90, são boas. Têm estrutura melódica, tem uma parede de instrumentos maravilhosa e em perfeita harmonia, arranjos bem feitos e tudo o mais. Você pode não gostar de ABBA, mas dizer que é ruim? Sem ter ouvido o "Waterloo"?
* * *
É que eu tenho uma écharpe de oncinha que nem a da Frida na capa do Greatest Hits.
* * *
Saudades do Gustavo, meu amigo que dança ABBA comigo e canta músicas da Madonna comigo no telefone durante horas, e foi pesquisar pra monografia naquele cinema bagaço da Praia de Botafogo.
* * *
Junto com esse cd, também me dei de presente de Natal o "London Boy", do David Bowie. Bowie em meados dos anos 60 tinha aquela pinta de MOD (não, seus nerds, ele não era um gabinete personalizado), franjinha, terninhos e muitos la-la-la-la nas músicas ("Love You 'Till Tuesday" está nesse disco, "The Laughing Gnome" também), mas em 1969 já lançaria Space Oddity em single.
* * *
Também me dei de presente, em promoção da Saraiva, um livro foda de ilustrações de Naves Espaciais de 2000 a 2100. O livro da Federação de Comércio Intergaláctico, publicado em 2200, na verdade foi publicado em 1978 (quanta data nesse post de hoje, perceberam?), e é muito curioso ver como as pessoas no passado achavam que ia ser o ano 2000 - ou seja, há poucos anos atrás. Tenho o maior tesão nessas coisas, desde os livros de Julio Verne (lembra de "Paris no Século XX"?) até os filmes de ficção científica da década de 50, onde todos os carros pareciam cafeteiras modernas.
Um livrinho que eu lia quando era pequena, uma coleção de capa azul-celeste de 1970 e muito poucos, ou 1960 e muitos, dizia que no ano 2000, todo mundo teria uma nave particular.
* * *
Certo. Estou esperando até agora.
* * *
"Mas não é a cara das Meninas Superpoderosas??"
Essa fofura toda que as pessoas vêem em mim está indo longe demais. Isso tem que acabar.
* * *
Disco do Dia, Apesar do ABBA e do Bowie:
"Trompe Le Monde" - Pixies. Pra sempre me lembrar de por que eu fiz minha primeira tatuagem. E porque eles também falam de naves espaciais.
* * *
Hugh Jackman lançando disco, o cara que morreu tentando imitar os doentes do Jackass e estátua de Papai Noel seqüestrada no Canadá? Você só lê aqui.

quinta-feira, dezembro 19, 2002

E...
Por que as pessoas não sabem andar na rua?
A impressão que tenho é que a obrigação de desviar é minha, minha, sempre minha.
* * *
"Uh uh/ Deus me deu um cérebro"
"Você me deu uma razão para usá-lo e eu não vou perder essa oportunidade".
Aliás, os Autoramas voltam quando do Japão, hein? Eles foram fazer turnê com o Guitarwolf. Isso não é emocionante?
* * *
Momento "Mariposa Apaixonada de Guadalupe":
Você diz que falta música e eu respondo com Beach Boys - "I can hear music".
Brian Wilson exagera um pouco, mas a música é linda de morrer e quer saber o que eu ouço quando ouço música? Eu ouço PIXIES.
Aliás, isso me lembra de nunca mais me envolver com alguém que não tenha pelo menos um disco deles.
* * *
Olha pra minha cara: você diz que eu vou fazer 25 anos daqui a dois meses? Não, principalmente se eu estiver de all-star, minissaia e mochilinha de vaca de pelúcia da Milka, mas aí é um caso à parte, é meu lado colegial-fetiche, se é que você me entende. De qualquer forma, não admito que me tratem assim, e apóio totalmente a campanha da Cris:

É isso aí.
Senhora é meu cu.
* * *
Antiinflamatórios com receita, tomografia com receita, e ainda arrumo pique pra comprar HOJE os presentes de Natal da família. Isso porque o dia foi bastante produtivo aqui no trabalho. É esse meu sangue ROCK correndo pelas veias que não me deixa descansar, sabe?
* * *
Contei pra vocês o que estou fazendo pra emagrecer só uns quilinhos e poder chutar o balde e encher o rabo de salpicão e farofa no Natal? É chulo. Bem chulo. Yael sentiu meu drama hoje de manhã.
* * *
"Encher o rabo de farofa", inclusive, é uma expressão que pega mal.
* * *
Tou grossa hoje, né? Não. Vocês que estão apertadinhos. Eu meto, mas meto com amor.

quarta-feira, dezembro 18, 2002

UM DESBUNDE!
Está circulando por aí uma matéria sobre o longa metragem animado "Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock'n'roll", de Otto Guerra (que já teve a manha de animar Rock E Hudson, os Caubóis Gays do Adão Iturrusgarai), com os personagens do Angeli como protagonistas. Wood & Stock. Verti uma lágrima agora, ah, meus tempos de ler as Chiclete com Banana do meu pai e não entender nadinha...
* * *
Papai, você por aqui?
* * *
Rê Bordosa aparece no longa dublada por Rita Lee. Raul Seixas aparece no filme dublado por Tom Zé. Puta merda, só falando assim, esse filme vai ser diumtudo, biba.
* * *
Perguntar não ofende:
Por que toda dúvida é CRUCIAL, toda maioria é ESMAGADORA e toda boa interpretação é MAGISTRAL?
* * *
Momento emo do dia
E hoje, mais uma vez, procurando por "Ônibus+espacial+playmobil" para ilustrar um post sobre uma conversa nostálgica de ontem, qual foi a primeira referência que achei?
Meu próprio artigo sobre brinquedos, tv e saudosismo dos anos 80, de novo!
Já falei aqui do Lao Zine, primeira criação coletiva do pessoal da E-zine, essa lista que eu assino há anos, desde quando era majordomo, hospedada na uerj, até hoje - e não pretendo largar nunca. A e-zine gerou Glamourama, gerou casais, gerou amizades, briguinhas, brigonas, gerou colaborações em várias áreas, seja produção de eventos, música, zines, revistas - e naquela época, estava todo mundo aprendendo. Hoje é todo mundo profissional.
Pessoas entraram e saíram, alguns meio mudos, mas a lista continua lá, o Luciano, o Bruno, a Thaís, aquele pessoal de zine mesmo, vários jornalistas, bandas, gente-que-faz e gente curiosa. Meus melhores amigos de 98 pra cá, fiz lá, ou foram parar lá, ou passaram por lá ou me foram apresentados por alguém de lá, de alguma forma. A e-zine está guardada no meu coração, é muita história pra uma lista de discussão só.
* * *
Depois eu que sou freak, certo?
Deu na Reuters, juro: Elefantes Bêbados Matam Seis, entre eles, quatro crianças, no estado de Assam, na Índia.
Os animais fugiram no domingo, entornaram o licor caseiro estocado em Tinsukia, que fica a apenas algumas milhas de Guwahati, a maior cidade de Assam.
As autoridades locais comentam que centenas de elefantes saem de seus habitats para procurar comida e acabam parando nas cidades grandes. Inclusive, diz-se que a população de elefantes nessas cidades anda crescendo desordenadamente - só em Assam há cerca de 5.500 elefantes, e o número tende a crescer, uma vez que o governo indiano proíbe a caça predatória dos animais.
Só em Assam, nos últimos dois anos, elefantes selvagens mataram mais de 200 pessoas. Ok, elefantes selvagens, vá lá, mas BÊBADOS?
* * *
Dica do Dia
Ok, sem piadinhas dessa vez, mas esse joguinho de corrida de sushis vicia demais.
Eu sou o sushi de lagosta. É o mais bonitinho. E sem piadinhas, seus amigos-da-onça!

Tosc-o-rama:
"Aventura espacial onde alienígenas dominam a nave da Fofolândia, para atraírem o Fofão e se apoderarem de um segredo implantado em seu nariz.
Este segredo é uma micro-célula contendo coordenadas que permitem a transferência a outra dimensão, mais rica e pacífica do universo.
A aventura começa.
Fofão é raptado e um falso Fofão engana seus amigos Bruno, Patrícia e Fofolo. TRava-se uma grande batalha entre amigos e inimigos do Fofão na nave, que desgovernada, entra em rota de colisão com um asteróide.
Esperança, ilusão, o real e o imaginário (...)"

(aí o selo da locadora antiga tapa o resto. de qualquer forma, esse é um dos programas de domingo. porque minha coleção de vídeos é mais freak que a sua)
(e sim, a Editora deste blog tomou cuidado para transcrever todas as vírgulas exatamente como na caixa da fita..)

terça-feira, dezembro 17, 2002

Piscinas Tone agora são 7 modelos
Além dos já famosos Búzios, Ipanema, Parati, Guarujá e Co-pa-ca-ba-na, as Piscinas Tone agora têm mais dois modelos: Itamaracá e Icaraí.
Quem avisa é a Cris.
* * *
Babado Forte From Outerspace
E, depois de anos sem ouvir falar da peça, eis que releio o nome do Urandir no Relatório Alfa. Parece que Urandir Fernandes de Oliveira tem ido a programas de tv norte-americanos (porque aqui a moral do cara já era), afirmando que representou o planeta Terra numa reunião interplanetária. Agora, se ele diz isso de má fé ou se realmente é maluco e acredita mesmo que travou contato com o Comandante Ashtar Sheran.. aí só deus sabe.
* * *
We're Not Gonna Take It
Putz.

Esqueci de dizer que eu, Yael e o pessoal do Estrume'n'tal vimos uma mulher que era os córnios e os cabelos do Dee Snider, domingo, onde? Na praia de Copacabana, lógico, onde tudo acontece.
* * *
Maluco Compra Pistas do Próximo Livro de Harry Potter e Não Socializa com a Galera
Haroldinho já havia cantado a bola do leilão com as pistas do próximo livro da série Harry Potter. O leilão foi em prol da Book Aid International. Pois bem, o papel foi arrematado pela bagatela de 485 dólares, devidamente convertidos em pounds.
O feladaputa, lógico, não quis dizer o que tinha escrito - mas a Sotheby's separou uns trechinhos para os pobres mortais:
"Thirty-eight chapters ... might change ... longest volume ... Ron ... broom ... sacked ... house-elf ... new teacher ... dies ... sorry,"
(essa e outras notícias no Conga Conga Conga News)
* * *
Site Do Dia
Que foda: site do Pavek Museum of Broadcasting, os caras têm um bom acervo de equipamentos antigos de transmissão de rádio e TV. Genial. E, poxa, vocês sabem que sou fascinada por essas coisas. Porque nerd que é nerd..
* * *
Ditado Popular Do Dia
Os incomodados que se mudem, porque eu não vou mudar uma tag do que sou pra agradar a gente que não se esforça para ser educada. De país, porque hoje em dia, nem de estado adianta mais.

segunda-feira, dezembro 16, 2002

E NO FREAK SHOW DE HOJE TEM...
Ok, ok, vamos começar o post com o já famoso link para o site das mulheres barbadas.
Sinta o drama:

* * *
A parada é a seguinte, ele explicou tudo e ficou de esquematizar o truque da Conga, A Mulher Gorila pra mim, vou colocar no Conga Conga Conga (onde mais?) e, só pela explicação científica, levaria [Aracy de almeida mode]dez pau!![/Aracy de Almeida mode], mas como estou dura, levou um "eu te amo" no meio da cara.
* * *
Há algum tempo atrás, quando fui abordada pelo Seu Isaac, um corretor de imóveis meio pirado que foi do Centro até Copacabana me mostrando as coincidências de datas na vida dele, passando pela carteira de trabalho, até a data corrente e o número do candidato em quem ia votar, "o candidato do corretor de imóveis!", decidi que não queria nada freak na minha vida, nunca mais. Iria parar de procurar bizarrices, quem sabe assim pararia de atraí-las, hum?
Então, munida de tal decisão na ponta da língua, deparo-me com meu então namorado discutindo com a mãe: "Porra, mãe, como assim adotado? Como assim depois a gente conversa? Ta, tchau, mãe" e vi que era feliz.
Até, é claro, hoje, quando fui abordada por um amigo recente ao telefone, que diz que é normal mas confessa sua tara de lamber suvacos, e que, coincidentemente, viu isso hoje num filme com o Ben Stiller - rapaz, a conversa durou quase uma hora.
Neste momento, fiz um retrospecto da minha vida e descobri que meu destino é esse mesmo, não há como fugir.
* * *

Which guy are you destined to have sex with?


This Guy: you like strangers. Freak.

brought to you by Quizilla
* * *
Tá vendo? Até o teste me chama de freak!
* * *
Meu destino às vezes está selado num e-mail que recebo.
Como esse, cujo título é "CHEGA DE SUMIR CANETA!"
O que você espera de um e-mail cujo assunto é "CHEGA DE SUMIR CANETA!"??
O produto é esse aqui, ó.
* * *
Minha coleção de produtos farmacêuticos com embalagens vintage acabou de aumentar: hoje descolei o Óleo de Seiva de Mutamba E Juá e o Superfixo, que Alisa qualquer cabelo - não suja, não é gomoso nem endurece o penteado. Genial. Quando minha coleção aumentar mais um pouco, mostro pra vocês.
* * *
Desgosto, desgosto MESMO é encontrar o diretor da empresa onde você trabalha depois da festa em que ele te viu de salto "eu trabalho na quadra do Barbarella" agulha e saia de cotton branca da Celcar. Tudo bem, a festa era à fantasia, mas eeeeiiii, que vergonha, cara! Obrigada aos amigos que chamaram de gostosa nos comentários do post abaixo, no dia em que, num momento Poison Ivy, o espartilho de oncinha (presente de um dos casais mais fodas do RJ) se tornar público, vocês vão ver o que é lazer.
E por falar em Poison Ivy, por que eu não estarei na California nesse réveillon, hein? (arrá, eu sem BEM por que..)
Vai ter show do Cramps!! AAAAHHH!
* * *
Que legal, hoje nem teve agulhada por aqui! Tá vendo como, no fundo, no fundo, eu sou LEGAL?

domingo, dezembro 15, 2002

Eu ia falar da última grande festa do ano, mas as fotos que estão por vir falam por mim.
E, como eu prometi que chega de pagar de gostosa na internet porque não preciso de auto-afirmação (e dessa vez eu soube de um babado forte que só confirma minha alta auto-estima), não vou colocar nenhuma foto vestida de enfermeira aqui. Aquelas de pin up vários kgs mais gorda não contam, quem me viu ONTEM, viu. Quem não viu, se fode ae.
* * *
De qualquer forma, esse material todo tem dono.
Não, ao contrário dos boatos que circulam por aí (ouviram, dona Lilaise e dona Yael??), não estou namorando. Ninguém assinou nada. É, digamos, um contrato de boca. Heh.
* * *
A Conga Já Não Pensa Mais Como Ser Humano
Então ontem ele dizia que morria de medo da montanha russa do Tivoli Park da Lagoa, mais pela insegurança daquilo cair do que por medo de montanha russa mesmo.
Meu pavor, lógico, era o da Conga, a Mulher Gorila. Nunca vou esquecer do dia em que eu, meu primo Rodrigo e minha amiga Ana Claudia tivemos a manha de acompanhar do lado de fora o exato momento em que devíamos fugir das garras de papai, que queria que a gente assistisse ao freak show pra ver que não tinha nada demais. Quando o locutor disesse "a Conga já não pensa mais como ser humano" era hora de dar no pé. Duvido que alguém lembre dessa tag tão claramente - é que esse momento meio que me marcou bastante. Sair de Niterói era O evento, e nesse dia era meu aniversário. Tomar coragem para ver a mulher gorila era mais memorável ainda..
Hoje me arrependo profundamente de não ter assistido até o fim. Na verdade, morro de curiosidade de saber como a transformação era feita. Mas na época, a fuga me pareceu a decisão mais sensata a ser tomada.
* * *
Eu Vou Tirar Você Deste Lugar
E nesse fim de semana, assisti mais uma vez à fita de video do primeiro encontro dos caras da Casseta Popular e do Planeta Diário, juntos, num show no Jazzmania, em 1988. É impressionante como esse vídeo não perde a graça. Quando Cláudio Manoel se chamava Claude Mañel, Murilo Chebabi e Mané Jacó (hoje, Emanoel Jacobina, roteirista de Malhação) eram do grupo e Reinaldo era apenas o baixista, sem participar dos esquetes, o grupo era definitivamente engraçado pra cacete. As músicas do disco "Preto com um buraco no meio", as piadas com a platéia vip e o Marcelo Madureira anunciando "Duas entradas para a Magda Cotrofe!!" são foda. É o tipo de coisa que vale a pena ver. Eu vi tanto que já decorei as falas. Recomendo.
* * *
Aí, criança fingindo que não está ouvindo, assobiando e virando pro lado é uma fofura. Principalmente quando já passou dos 20. Aí fica até engraçado.

sábado, dezembro 14, 2002

Esse bonequinho será o hype do momento: Huggy Jesus. Coisa mais pureza. Ai, o Espírito Natalino está aí..
* * *
eu te disse, eu te disse!
Viu? Bom humor de volta.
É que, apesar desses momentos de tensão, eu sou uma pessoa feliz com minha vida. ainda falta um bocado pra chegar onde quero, mas estou trabalhando pra isso, pra não chegar lá na frente frustrada e querer largar tudo, começar de novo, que seja. Minha vida está nas minhas mãos, e nas de mais ninguém. Desde pequena eu faço o que faço hoje, quando prestei vestibular tinha certeza que essa era minha área e que esse curso que escolhi poderia me ajudar a atingir meus objetivos - já falei isso aqui: nasci para receber informação, assimilar informação e passar informação adiante - escrevendo? Pode ser. Fazendo música? Pode ser. Mas o que vou MESMO fazer com TESÃO e estou trabalhando pra isso é dar aulas. História da arte, teoria de cultura de massa, tudo o que vocês vêem aqui é um reflexo do que eu gosto de aprender e passar adiante.
* * *
Porque gente frustrada é a pior praga que existe. Você tem alguma frustração? Eu não. O que me falta é apenas questão de tempo, mas se você tem, REALIZE-A LOGO.
Nunca é tarde demais pra fazer o que se quer, mas adiar é sempre pior.
* * *
Tem também o idealismo de melhorar o nível da educação nesse país e induzir pessoas ao pensamento crítico, mas não vai ser difícil.. idealista, eu? Pisciana, eu? Tá brincando.
* * *
Nat viu e lembrou de mim.. é bom ser lembrada por esse tipo de coisa:

Dita Von Teese

Essa mulher é foda.
* * *
Aliás, Nat mandou benzão no artigo "Spammer bom é spammer morto", no Elevador.org
* * *
Ontem fui pro trabalho muito bonitinha, de bolinhas. Deu vontade de ser a Brotoeja, aquela personagem fofa da Harvey Comics, fascinada por bolinhas - só por ontem.
Na verdade, além dos vestidos, saias e lencinhos de bolinhas (outra paixão minha além de estampa de oncinha), essa quase obsessão se traduziu na identificação 100% com a protagonista de "Psycho Beach Party", esse filme que quase ninguém viu e que é maravilhoso, com uma trilha sonora perfeita para qualquer momento. Ela surta com bolinhas e tem duas personalidades, uma doce e uma man-eater. Ela é ruiva de franjinha nos anos 60, tem altos complexos por não ter peitão e se aproxima dos garotos para aprender a surfar (no meu caso, pode colocar uma guitarra no lugar da prancha). Deram mole que esse filme não entrou em circuito, heh.
* * *
Por falar em trilha sonora, a de hoje é Madonna, The Vandals, Ramones, Bon Jovi, Elton John, Alan Jackson, Elvis Presley, El Vez, Beach Boys, Bing Crosby, Frank Sinatra, Weezer, No Doubt, Sloppy Seconds, Pansy Division, Dolly Parton, Eartha Kitt, Squirrel Nut Zippers, Cindy Lauper, Brian Setzer Orchestra, The Tractors, B.B. King, Dixie Chicks, George Throogood & The Destroyers, The Waitresses, Jackson Five... todos tocando músicas de Natal. Tá aqui na minha playlist pureza de Natal, culpa da última grande festa do ano, que eu vou de enfermeira - é, um dos temas é PRÉ-NATAL também.
E o Espírito Natalino caiu do céu.
* * *
Dica da Luiza (dicas da Luiza devem SEMPRE ser acatadas):
Site do Big Brother Brasil 3, os textos sobre os candidatos. Aí, nego pegou MUITO pesado. Muito mesmo. Os textos são de rolar de rir.. e tem uma garota chamada SUEDE. Fim.

sexta-feira, dezembro 13, 2002

Olha só...
Dando a Cara A Tapa III
Taí o que vocês não pediram pra ver, mas vou mostrar assim mesmo:

Cena de "Uns & Outros", filme que me surpreendeu, principalmente por eu ter visto o material bruto e ter achado um tanto estático. Parabéns para o pessoal da edição e da montagem, que conferiu dinamismo e coerência. Parabéns à equipe e parabéns ao diretor. Quem não foi deu muito mole - até porque curta-metragem sabe como é que é, né? Você nunca sabe quando ou se vai passar para mais público.. estou torcendo para que passe. É bom, afinal.
Na foto acima, eu e minha irmã numa reprodução cenográfica da cidade de Honfleur, na região da Normandie, França.
Deu até saudades da Honfleur de verdade.
* * *
Deuses Americanos
Agora as coisas estão mais descaradas e a gente já sabe quem é quem na história. Droga. Não vou dar uma de má amiga e contar aqui o que acontece, não vou. Mas algo que Mad Sweeney diz bem no meio do livro me cortou o coração - algo a ver com potes de ouro no fim do arco-íris.
A cada página, Neil Gaiman consegue me surpreender - que cenas de sexo são aquelas? Que descrição perfeita do frio é essa? Que agonia, que trama intrigante, que premissa perfeita para a história. que raiva, que vontade de terminar logo, ao mesmo tempo em que quero adiar o fim para o prazer durar mais. Que coisa.
E você, espera o quê?
Saiu pela Conrad, dá um pulo lá, dá.
* * *
Fudido, fudido e meio
A enxaqueca passou, mas se isso for uma conjuntivite, eu mato um.
* * *
Disco do dia: "The Cult Of Ray", Frank Black. O disco só melhora quando você descobre que o Ray em questão é Ray "Fahrenheit 451" Bradbury.
* * *
Minha intuição nunca falha. Minto. Só falha quando é comigo.

quinta-feira, dezembro 12, 2002

Dando A Cara A Tapa Parte II ou A Boa De Hoje
Quer me ver de mendiga francesa de 1500 e poucos, pedindo esmola, com minha irmãzinha no colo?
Compareça hoje, às 20h, ao Cinema da UFF (Niterói).
Haverá a estréia do curta-metragem "Uns E Outros", dirigido por Tunico Amancio (percebeu o sobrenome, hein?), do qual participei ainda da produção (tratamento de imagens). É uma história sobre choques culturais. Digrátis (ou, como diz meu pai, "entrada franga").
* * *
Vendo os comentários no post abaixo, aproveito e deixo aqui minhas condolências por Mary Hansen, do Stereolab.
A notícia já havia sido postada no Conga Conga Conga News. Sinistro.
* * *
Taí.
Descobri como transformar o Boneca num desses blogs populares com mil e tantos acessos diários, 50 comentários por post e stalkers, coisa que eu sempre quis ter (rá rá rá):

Aqui, como ficaria um trecho de "A Obra de Arte Na Época de sua Reprodutibilidade Técnica" se Walter Benjamin fosse uma menina de 16 anos descobrindo o mundo da internet:
"O conceito de aura permite resumir essasss karacterístikasss: o ki se atrofia na era da reprodutibilidade técnika da obra de arte é sua aura. =p Esse processo é sintomático,affffe , i sua signifikaçao vai muito além da esfera da arte. =p Generalizando,affffe , podemusss dizer ki a técnika da reproduçao destaka o domínio da tradiçao o objeto reproduzido. =p Na medida em ki ela multiplika a reproduçao,affffe , substitui a existência únika da obra por uma existência serial. =p"
Só falta um gif animado de borboletinha. Freak. Peguei essa pérola lá no Vital.
* * *
Estou com medo. Meu coração tem palpitado DEMAIS.

quarta-feira, dezembro 11, 2002

Destruindo um Mito
Vocês entram aqui e acompanham minhas TPMs, meus surtos esquizofrênicos, acompanharam alguns fins de namoro onde perdi a linha, sabem que, apesar das referências intelectuais, eu gosto de Dallas Company, Kelly Key e outras chulices, de biscoito Look de Tutti Frutti, do programa do Netinho na CNT. Nunca escondi pra ninguém que, assim como o John Travolta, melhorei com o tempo - que, aos dez anos, época de declarações de amor para o Luke Skywalker no caderno, eu era uma criança gordinha, de óculos de aro vermelho, calça baggy, mochila emborrachada amarelo-fosforescente, contando a mesma piada oito vezes e aprendendo matemática pelo método Kumon - nem de longe parecia que teria salvação, que seria chamada de gostosa na rua, que - mesmo sem querer - destruiria alguns lares e ameaçaria tantos outros.
Então olha só:

Não tenha medo. Pode clicar na imagem que ela abre maior numa outra janela.
Essa aqui sou eu aos 12, na famosa "viagem para a Disney", ritual de iniciação de 7 entre 10 crianças classe média pré-plano Collor. Com esse olhar lascivo para o Mickey Mouse. Com esse tênis L.A. Gear igual ao da Paula Abdul. Com as orelhinhas de Minnie que tenho até hoje. Com quase o mesmo peso que tenho hoje, com o dobro da idade. Aliás, com o mesmo corte de cabelo que tinha até pouco tempo atrás (vide gif-título desta página).
É isso aí. Porque posar de gostosa na internet é desnecessário - gah, chega de auto-afirmação. Não preciso mais disso. O lance agora é abrir o baú de podreiras e dar a cara a tapa.
* * *
Já tinha comentado sobre isso aqui mas sempre vale a pena lembrar, ainda mais agora que tem banner:
.
É no mesmo nível do CLÁSSICO "Festa do Amor" ou melhor.
Vale a visita.
* * *
Ah, o show acústico do Acabou La Tequila, ah, o Tequila no Planetário da Gávea junto com Júpiter Maçã, ah o Acabou La Tequila numa das primeiras Louds do Cine Íris, se não a primeira. Tou aqui ouvindo Renatinho, atual Influenza, cantando "Persona Non Grata". E "Teto Preto". "Auto Combustão". "Disk China", uma das primeiras músicas que tirei no violão. Cara, esse disco deles é maravilhoso. Ah, bons tempos aqueles de Acabou La Tequila...
* * *
No entanto, a música do dia é "Please Let That Be You", The Rentals. Porque é linda e a letra está aqui pra vocês verem - mas mais bonito ainda é ouvir os moogs e os backings daquela fofura da Petra Haden.
Ooohhh sweetness and tenderness! Uh uh uh uh! É que o coração palpita ainda, e a cada dia mais.
* * *
Você imagina o Frank Black cantando uma música em homenagem às Meninas Superpoderosas? Foi mal aí: eu não só imagino como estou ouvindo. Obrigada, BrunoC, por mais essa!
Da série "não tem o que dizer, não diga":

(uma imagem vale mais do que.. vocês sabem)
* * *
Não. Foto pelada, não.
* * *
É que passar alguns dias sem HD pode ser uma experiência altamente gratificante. Você aprende a ter uma vida REAL. Sai com vinte pessoas e todas elas estão na sua contact list, mas agora elas têm VOZ, elas olham pra você. Algumas até fazem carinho e falam coisas bonitas. Perder o HD sem aviso não tem preço, te obriga a repensar valores, a jogar fora coisas de fases dispensáveis da sua vida, mas que por algum motivo você achava que valia a pena guardar. E, se você não toma uma atitude, o mundo age por você, contra a sua vontade. Você fica puto, sabe? Mas no final das contas, vê que foi melhor assim.
* * *
- É que eu já fiz parte de uma associação trekker.
- Não fala isso senão eu me apaixono.

* * *
Vem cá, que frio é esse que fez no Rio de Janeiro hoje, em pleno dezembro? Os pólos da Terra já estão invertendo e ninguém me avisou?
* * *
Mas ninguém nunca me avisa nada mesmo, hein? Tsc.
* * *
Quer fazer algo de útil com esse negócio chamado internet?
Vai passear na Biblioteca Online de Ciências da Comunicação.
* * *
Eu queria muito mostrar pra vocês meu Primeiro Capítulo, mas tenho receio de dar azar.
* * *
Você ainda não sabe por que o título desse blog mudou carinhosamente para Intriga Internacional?
Aqui, a crítica de North By Northwest, de Alfred Hitchcock.
Aqui, o MysteryNet.com, site sobre literatura de mistério, que eu simplesmente AMO.
Aqui, o Paradis Noir que descobri agora e como o Boneca também me serve de bookmark, lá vai o link.
E, na vida real, várias coisas estranhas que têm acontecido nas últimas semanas. Estranhas MESMO. Dignas de literatura policial noir, com desdobramentos quase absurdos e peças sendo juntadas aos poucos. É um bom laboratório
Pelo menos posso dizer que terei um final feliz, regado a Hagen Daaz de biscoito, com alguma música dos Pixies ao subir dos créditos. E, é claro, entoando a frase "KLAATU BARADA NIKTO" como um mantra - porque nada comigo pode ser 100% convencional.

segunda-feira, dezembro 09, 2002

GAROTA ENXAQUECA
E hoje, depois de um dos melhores fins de semana dos últimos tempos, não tive condições de ir ao trabalho porque a cabeça DOÍA, ah, como doía. Doía desde ontem quando ia para o Baixo Gávea, hoje doía quando levantava, doía quando ia dormir, doía quando virava pro lado, querem saber detalhes sórdidos? Bem, vocês estão de voyeurs da minha vida pra isso, certo? Então, vomitei, tive tonteiras, tomei Tylenol e nada, Neosaldina e nada, melhorei agora no final da tarde com a visita do Cleverson, meu amigo, suporte e nessa foto, posando de "meu marido austríaco de férias em Cancún", na verdade, na festa de fim de ano do trabalho.
Aliás, graças a ele, meu micro funciona novamente. Palmas para o Cleverson.
(e vem mais visita boa por aí, heee - *sorriso de felicidade* - é que depois dessa crise de dores lancinantes de cabeça eu mereço abraço, sabe?)
* * *
É que não sei ficar doente longe da mamãe. Quando vim morar sozinha, meu organismo disse "não falharás, ou terás que ir a Niterói atrás de conforto". Entao, além de tonta de cefaléia, ainda fico carente, chorosa, achando que vou morrer e tudo o mais. Ligando pra meio mundo, deprimida porque não consigo ficar parada por muito tempo, me sentindo inútil e um peso pra humanidade. Uma merda, principalmente porque sou resistente a dor e quando chego a esse ponto é porque estou mal MESMO. Então são esses momentos de alegria noturna (*sorriso de felicidade*) que fazem a gente se sentir melhor.
* * *
MOMENTO HISTÓRICO!!
Então ocorre que a graciosa Helena conseguiu a proeza de me fazer quebrar um jejum de mais de sete anos sem praia, e eu, ela, seu consorte BrunoC e nosso guru Cafifa passamos parte do domingo nas areias de Ipanema - eu, protegida por filtro solar FPS 50, óbvio.
Quer dizer, domingo foi um dia antológico. Quem viu, viu, quem não viu talvez não veja de novo tão cedo.
* * *
COMANCHEEEEEE!!!!!
Ocorre que o domingo havia começado maravilhosamente bem, depois de uma noitada espetacular de sábado que começou com o aniversário do AlexCP no pub e logo depois na Bunker para ver os shows ESPETACULARES dos fabulosos Gasolines, de SP, The Surfmotherfuckers, de BH, e Go!, daqui do Rio mesmo porque o Rio de Janeiro tem banda boa sim senhor. E isso porque o fim de semana já começou bem, com aniversário do Marcelo Caldas (Marcelão, manda depois o link pro teu blogue porque perdi meu HD antigo!), rodinha de violão indie/ proibidão na casa do Fred Leal, aquele SAFADINHO. Várias presenças vips e, bem, "The House Of The Rising Sun" não, de novo não, ok?
* * *
Gostaria de agradecer à City Farma por sua eficiência na entrega de medicamentos a domicílio.
* * *
Ah, sim. Navegando por aí, me deparo com um site chamado 42 - All Your Base Are Belong To Us. Ok. Depois eu é que sou nerd, é isso? (sim, isso é um elogio, ok? Curti pra caramba o site)
* * *
Tenho alguns trunfos na manga. Um sobre a Intriga Internacional onde me meteram - esse filme bizarro que minha vida tem sido ultimamente - rapaz, o último update do roteiro teve lances de "As Bruxas de Eastwick"! - e outro sobre o Retorno Triunfal do Conga Conga Conga.
Aguardem.

sexta-feira, dezembro 06, 2002

Como tem milhões de coisas que eu adoraria falar para o mundo todo mas, por ora, é bom manter sigilo - e porque isso aqui não é apenas mais um diarinho na internet, é lugar de informação relevante, olha lá, vários assuntos pra discutir no fim de semana (até porque como EU não vou poder ficar no computador, sugiro que vocês também sejam sociais, leiam livros, vão ao cinema, sei lá):
- Ok, eu já havia dito isso no Conga Conga Conga News, mas vale a pena dizer isso aqui: O Zumbi do Mato agora tem blog. Cara, é o blog do Zumbi do Mato, se eu fosse você, deixava no bookmark.
- Deu na Reuters, sério:
Suicide Mistaken for Art Performance. Quer dizer que, pros que não falam inglês, uma suicida de 24 anos em Berlim foi confundida com performance de arte.
A moça, estirada no chão de um centro de artes em Berlim, havia discutido sobre suicídio num vídeo de arte alguns dias antes - demorou para que os passantes notassem que era sério e ela estava realmente morta, provavelmente caída de uma janela. Bizarro.
- Os Três Redatores voltaram. O que eu tenho com isso? Bem, fazem parte do movimento "Eu Assinava A Indie-Brasil" os planos que eu e o Redator Ozzie, meu colega de faculdade, tínhamos de sacanear a lista inteira de uma forma, digamos, produtiva. E se eu fosse vocês, ainda passava lá pra pegar os wallpapers, muito chiques.
- Aliás, primeiro foi o Ozzie, depois o informativo do Infobeat, depois a Carol IDORU (um dos melhores nicks da minha contact list, alguém aí leu "Idoru", do William Gibson? Foda), depois o Hiro. Eu sei, a Angelina Jolie e sua boca tesuda e maravilhosa (não, sério, que boca é aquela?) querem fazer o papel de Linda Lovelace no cinema. Eu sei, com esse nick que adotei fica difícil desassociar, mas não dá pra pensar na Ada Byron Lovelace, a primeira nerd mulher da história? Não?
- FZer0 manda tirinhas do Cthulhu e recomenda que vocês vejam as tirinhas anteriores também. FREEEAAAKKKK!!!
* * *
Coisas que recebo: Flash da vovó que dança Las Ketchup. Tosco, caras, tosco.
* * *
A Pequena E Doce Ofélia foi vista mais uma vez, atrás da estante de HQs de novo. Boa menina.
* * *
A Profecia Mais 'piada interna' do mundo: "E quando o Cthulhu sair do Fusca, botarás gelo na groselha!"
* * *
Da série "por que a Flu FM é foda": Sexta-feira, cinco pras duas da tarde, toca "Where Is My Mind", dos Pixies. Bem na hora em que eu estou pensando em... no fusca. É isso. No fusca.

quinta-feira, dezembro 05, 2002

Tag do dia: "Coé, coé, coé?!!"
Tava com saudades da minha chefe e os fânques chulos. Aliás, o povo aqui veio com um bom humor matinal que, excepcionalmente hoje, não estou compactuando. Deve ser o tempo nublado, que desanima.
* * *
Como diria o Gabriel Lollypop (rapaaaz, lembra daquela boneca que tinha a musiquinha "Lollipop, com amor!" - droga, estou ficando velha, ninguém lembra disso nem da Boneca Sorvetinho da Estrela), bem, como diria o Lollypop, Momento Bala Boneco:
Eu, como boa criança que queria ser mimada mas não era, QUERIA. Queria e boa parte das vezes não ganhava. Mas lembro perfeitamente que durante o tempo em que o achocolatado BROWN COW existiu, me recusei terminantemente a tomar outra coisa no leite até me convencer de que tinha saído de linha.
Pois bem, a Hershey's lançou o tal do Iô iô Fast, quase um Brown Cow. Clássico.
* * *
Meu lado hippie
Tem coisas que a gente não admite. Ok. Embora eu ache Caetano Veloso cantando "Cucurucucu Paloma" altamente dispensável e ache essa fase "vou fazer meu website" do Gil altamente pedante, Caetano tem coisas mais ou menos recentes, como "Estrangeiro" e "Fina Estampa", que eu adoro, e Gil idem.
Levando em conta que provavelmente fui concebida ao som dos Doces Bárbaros, minha presença neste domingo, na praia de Copacabana, às 20h, é obrigatória.
* * *
Cara, aquela barrinha de cereais SALGADA da Trio é boa!! Te juro! Tem gosto de azeite!
* * *
"Eu Assinava a Indie-Brasil"
Eu sou hippie mas também sou indie-old-school e trouxe The Rentals, Breeders e o cd das Meninas Superpoderosas (aquele que tem Frank Black, Shonen Knife, Bis, Komeda, Devo, Apples In Stereo, Sugasplastic, Cornelius e Dressy Bessy) pra ouvir hoje no trabalho. Então é isso.

quarta-feira, dezembro 04, 2002

Notaram minha ausência prolongada desse espaço aqui? Senta que lá vem explicação:
Rapadura é doce mas não é mole não ou Papo de nerd: vai encarar?
Lógico, quando tudo vai bem, alguma coisa TEM QUE te desarmar, certo? Depois do susto do telefone desligado sexta-feira passada (religuei, óbvio), agora Santa Luzia me vem com essa, meu HD tem erros irreparáveis no FAT - o Scandisk não passa, o bichinho não inicia. Maravilha. Pelo menos pelo prompt dá pra ver os arquivos, estão todos lá, dá até pra apagar as fotos comprometedoras - afinal, alguém vai ter esse HD na mão pra consertar e/ou fazer backup, certo?
De qualquer forma, após o horário comercial, só me encontro ao telefone, até 2a ordem. Nada de computador. E a síndrome de abstinência vai bem, obrigada.
* * *
Esse sábado tem Gasolines, Go! e The Surfmotherfuckers na Bunker. Imperdível MESMO. Gasolines e The Surfmotherfuckers no Rio de Janeiro parece sonho, ainda mais junto com o Go! - é a Reverb-Brasil dando (mais) frutos..
* * *
Por falar em Gasolines, se liga que o carro movido a ar será lançado no Brasil, agora com empresários brasileiros. Deu no Relatório Alfa, a Bíblia do Paranóico.
E eu, lógico, assino os informativos do Relatório Alfa, que não sou boba.
Vamos lá, parte da notícia para vocês:
"O carro deve a sua autonomia a quatro tanques que armazenam 90 metros cúbicos de ar comprimido a 300 bars. A expansão deste ar, introduzido em um recinto fechado (o cilindro), impulsiona o pistão que gera o movimento. Como não existe combustão, não há poluição. O ar que sai do escape é ar limpo a -15° C . A troca de óleo, segundo a empresa, ocorre somente a cada 50.000km rodados.
"Neste momento temos quatro modelos disponíveis: um carro familiar, um modelo táxi, um furgão e uma pick up.", explicou o representante da empresa.
Quanto custará esse carro que utiliza uma tecnologia quase alienígena, típica de filmes de ficção científica?: aproximadamente de R$ 18.000,00, no Brasil.
Mais informações no site da empresa: http://www.motormdi.com ou com a representação Oficial no Brasil, entre os dias 5 e 11 de dezembro no Hotel Sheraton Mofarrej, Alameda Santos, 1437, Cerqueira Cesar, São Paulo, Telelefone 11 3253-5544."

* * *
Agora falta os extraterrestres virem me buscar.
* * *
Música do dia: "Get That Gasoline Blues", do NRBQ.
Aliás, baixem o que acharem de NRBQ, que é altamente recomendável.
Façam isso enquanto vocês têm HD.

segunda-feira, dezembro 02, 2002

A Pequena E Doce Ofélia
Há cerca de um ano atrás, quando me mudei, pensava em morar sozinha. Ainda hoje não cogito a possibilidade de dividir minha intimidade com outra pessoa, não agora, não com as paredes coloridas e meu poster do Perry Rhodan na sala, minhas fotos do Helmut Newton espalhadas pela casa, caranguejos de borracha decorando o box blindex, cartaz do filme Blade Runner, d'O Monstro do Campus e a letra de "Always Look On The Bright Side Of Life", do Monty Python, primeiro objeto de decoração, acima da mesa de jantar. Ninguém agüentaria conviver com quadrinhos, filmes, robôs e livros de design dos anos 50, guitarras infláveis e tantos cds e vinis. Mas a Pequena e Doce Ofélia entrou na minha vida como quem não quer nada, e agora serei obrigada a conviver com sua discreta presença a me proteger.
Mas é que hoje, quando cheguei em casa mais cedo do que de costume, lá estava A Pequena e Doce Ofélia, naquele bege característico das lagartixinhas, se sentindo a dona do pedaço, no chão da sala. Não sei há quanto tempo convivemos, sei que quando cheguei ela correu para se aninhar atrás da estante de HQ, entre Laertes, Angelis e Panaceas, entre Lobos e Coringas. Boa menina.
Minha religião pessoal, aquela que eu sigo sem ir a uma igreja ou templo, sem um mestre ou guia, me proíbe de matar animais (é. Não como carne, sabia?). Impossível fazer mal a uma criaturinha simpática que ainda vai impedir que mosquitos entrem no meu lar. E, devido à sua destreza, impossível também expulsá-la de casa. Deixa a Pequena e Doce Ofélia aí. É minha amiga.
E agora serei obrigada a olhar para o chão antes de sair com a bicicleta, para me certificar de que não dividi o rabo da minha companheira em dois.
* * *
João Penca E Seus Miquinhos Amestrados, por mim mesma
Minha banda preferida de todos os tempos, aqui, na Mood.
* * *
Meo deos. Que freak. Uma máquina que tatua sozinha.
* * *
Quem tem Rio de Janeiro tem tudo
Instituí aquele quiosque ali na praia, em frente ao hotelzão aqui da avenida onde trabalho, como minha biblioteca. Agora passo o horário de almoço lá, botando as leituras em dia. E tome "Deuses Americanos". Neil Gaiman, não sei se te amo ou te odeio por essa obra-prima. Pelo menos saibam que essa coloração rosada no meu rosto não é (apenas) paixão adolescente, é sol na moleira mesmo.
Psicologia Reversa
Como uma mãe astróloga convence a filha cientista- wannabe- que- por- ironia- do- destino- resolveu- seguir- carreira- artística de que algo está traçado em seu mapa natal?
- É, eu sei, isso está no seu script.
No meu script.
Mamãe também acredita que minha vida é um roteiro bizarro com coadjuvantes esquisitos e vidas que também dariam filmes do Tim Burton. É por isso que cada vez dou mais crédito às coisas que ela diz e, em vez de simplesmente questionar a eficácia das coisas com as quais ela lida (astrologia, florais de Bach, Reiki - que eu também faço), procuro comprovar pelos meus métodos - probabilidades, teorias científicas, empirismo e relações óbvias - que essas coisas FUNCIONAM. E assim a gente se entende e se respeita. O que ela chama de "um trânsito complicado" é o que eu chamo de "esse roteirista está de sacanagem com a minha cara".
Mas, no fundo, acho que falamos sobre a mesma coisa.
* * *
Neil Gaiman Desgraçado
Em quem devo botar a culpa? Em Neil Gaiman, que escreveu, ou no FZer0, que indicou?
O fato é que minha vida nos últimos dias tem sido guiada por "Deuses Americanos", mais um daqueles livros que a gente chega a odiar ter que ir para o trabalho ou ter que ir dormir. Imagine que, no mundo de hoje, as divindades e objetos de idolatria estão muito longe daqueles que outrora habitaram o imaginário humano - e eles querem seu lugar de volta. Mais do que um livro escrito "pelo cara do Sandman", "Deuses Americanos" traz uma série de questionamentos - pra você talvez não, mas eu havia acabado de citar Odin naquele post sobre a tempestade, e ando cada vez mais "raiz", no sentido de estudar origens (por favor, não vale a pena ficar citando aqui as origens DE QUÊ, entendam apenas que quanto mais longe no tempo eu vou, melhor entendo o agora - sim, tem a ver com crenças e religiões). Pra não dizer que, desde que li a versão de Gaiman para o célebre conto da Branca de Neve, admiro demais sua narrativa - embora não tenha me dado muito bem com suas histórias para quadrinhos.
O fato é que você pega "Deuses Americanos" e só quer soltar quando acaba. Na falta de palavras melhores, eu digo "aí, que livro FODA, mermão". Altamente recomendável.
* * *
Taquicardia
Don't fake it baby, lay the real thing on me
The church of man, love, is such a holy place to be
Make me baby, make me know you really care
Make me jump into the air

"Moonage Daydream" - David Bowie.
* * *
Música do dia??
Tem de novo!!
"Coldsweat", do Sugarcubes!!
"I will not finish 'Till I'm fully satisfied" é uma das tags mais lindas da história da música pop.
Aliás, convenhamos, ouvir Sugarcubes foi realmente uma boa solução frente à minha tendência de ouvir metal nórdico, não?
Bem, é isso. Voltei de novo às MINHAS origens. Essa sou eu de verdade, e não aquela que estava aqui. Agora tem até um brilho diferente nos olhos. Bem, aproveitem que o humor hoje está bom e divirtam-se, ok?

domingo, dezembro 01, 2002

MELHOR TESTE DE PERSONALIDADE DO FIM DE ANO: Quem é você na Xoxota Crew?
Meu deus, que coincidência INCRÍVEL! Eu sou a Tura Satana!! Inacreditável!!!
Tura%20Satana

TURA SATANA - Você e' um caso tipico de hopeless romantic. Dona-de-casa assumida, adora coisas "da epoca", o que inclui musicas, visual, moveis e o Brian Setzer. Você nasceu na epoca errada.
Quem e' você na Xoxota Crew?
brought to you by Quizilla
* * *
E quando o Cthulhu sair do Fusca...
Ok, Lia, você está com sono e tem que almoçar com mamãe em Niterói. VAI DORMIR.
Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...