Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

segunda-feira, dezembro 02, 2002

A Pequena E Doce Ofélia
Há cerca de um ano atrás, quando me mudei, pensava em morar sozinha. Ainda hoje não cogito a possibilidade de dividir minha intimidade com outra pessoa, não agora, não com as paredes coloridas e meu poster do Perry Rhodan na sala, minhas fotos do Helmut Newton espalhadas pela casa, caranguejos de borracha decorando o box blindex, cartaz do filme Blade Runner, d'O Monstro do Campus e a letra de "Always Look On The Bright Side Of Life", do Monty Python, primeiro objeto de decoração, acima da mesa de jantar. Ninguém agüentaria conviver com quadrinhos, filmes, robôs e livros de design dos anos 50, guitarras infláveis e tantos cds e vinis. Mas a Pequena e Doce Ofélia entrou na minha vida como quem não quer nada, e agora serei obrigada a conviver com sua discreta presença a me proteger.
Mas é que hoje, quando cheguei em casa mais cedo do que de costume, lá estava A Pequena e Doce Ofélia, naquele bege característico das lagartixinhas, se sentindo a dona do pedaço, no chão da sala. Não sei há quanto tempo convivemos, sei que quando cheguei ela correu para se aninhar atrás da estante de HQ, entre Laertes, Angelis e Panaceas, entre Lobos e Coringas. Boa menina.
Minha religião pessoal, aquela que eu sigo sem ir a uma igreja ou templo, sem um mestre ou guia, me proíbe de matar animais (é. Não como carne, sabia?). Impossível fazer mal a uma criaturinha simpática que ainda vai impedir que mosquitos entrem no meu lar. E, devido à sua destreza, impossível também expulsá-la de casa. Deixa a Pequena e Doce Ofélia aí. É minha amiga.
E agora serei obrigada a olhar para o chão antes de sair com a bicicleta, para me certificar de que não dividi o rabo da minha companheira em dois.
* * *
João Penca E Seus Miquinhos Amestrados, por mim mesma
Minha banda preferida de todos os tempos, aqui, na Mood.
* * *
Meo deos. Que freak. Uma máquina que tatua sozinha.
* * *
Quem tem Rio de Janeiro tem tudo
Instituí aquele quiosque ali na praia, em frente ao hotelzão aqui da avenida onde trabalho, como minha biblioteca. Agora passo o horário de almoço lá, botando as leituras em dia. E tome "Deuses Americanos". Neil Gaiman, não sei se te amo ou te odeio por essa obra-prima. Pelo menos saibam que essa coloração rosada no meu rosto não é (apenas) paixão adolescente, é sol na moleira mesmo.

Nenhum comentário:

Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...