Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

quinta-feira, abril 16, 2009

Vida Fodona (Amélie-Pollyanna Style)

A felicidade reside numas coisas muito bestas mesmo, né não?

Almoçar na outra extremidade do bairro enorme e descobrir um restaurante de comida mineira (reparar que você está vestida como as toalhas de mesa, com essa camisa quadriculada, reparar no olhar do estranho na sua diagonal e rir da situação conta pontos);

E a mente viaja em pessoas e situações;

Achar um pacotaço de bala juquinha de tutti frutti no mercadinho ali perto, pronto pra fazer um agrado pros seus colegas de trabalho - aqueles de quem você lembra matinalmente, antes de sair de casa, quando agradece pelo seu emprego ótimo e pela chefe fodona que você tem;

E a mente continua viajando sem fronteiras em pessoas e situações gostosas;

Uma sorveteria Itália cruza seu caminho, e você volta tomando uma bola de sorvete de torta alemã com doce de leite, que vale cada um dos quatro reais e oitenta centavos. Cada um MESMO;

Você pensa em quem não deve por causa do sorvete, e ainda assim é uma sensação boa;

Pegar um solzinho na volta, aquele sol que só não é insuportável pelo bloco de nuvens que faz uma espécie de filtro na frente - e por causa das nuvens, ele chega suave e dando uma aparência saudável às suas bochechas;

Quem sabe você não encontra o amigo querido que trabalha ali perto? Então você dá a volta pela parte antiga do bairro, aquelas ruazinhas estreitas cheias de bares e restaurantes em construções tombadas, de tão antigas, e descobre prédios arruinados e um sebo de livros e discos com café e restaurante, que você não veria se não desviasse tanto do seu caminho;

Tudo isso sem uma câmera pra registrar, porque câmeras registram imagens, e não sensações. Se pudesse, vocês estariam sorrindo lendo isso. Podem apostar.

Porque a vida é boa quando a gente se sente cheio dela, sabe?

* * *

O que me lembra do mote da comunidade Vida Fodona, criada pelo queridíssimo Alexandre Matias, na época em que você tinha no máximo dois graus de separação com qualquer um que estivesse no Orkut: Se você curte reclamar da vida, saia já daqui.

Ou volte mais vezes, pra aprender como é que se faz gostoso.

Nenhum comentário:

Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...