Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

domingo, outubro 31, 2010

Stuff No One Told Me ( but I learned anyway ): 49

Stuff No One Told Me ( but I learned anyway ): 49

quinta-feira, outubro 28, 2010

Como ganhar dinheiro no Youtube

De acordo com essa lista dos 10 mais rentáveis (todos ganham mais de 100 mil dólares por ano com seus vídeos), 90% fazem comédia ou sátira.

Bom humor é fundamental nesta vida.

Fica a dica.

Musiquinha romântica incidental para tudo nessa vida



Grande Peter Griffin!

Deus fez macho e fêmea, mas isso não tem nada a ver com família nem preservação da espécie, hein?

Quando vejo esses outdoors revoltantes 'em favor da família e preservação da espécie humana' lembro que procriar MENOS, isso sim, é preservar a espécie. Afinal, procriar é dar continuidade à espécie, sim, mas para preservá-la, precisamos poupar os recursos do planeta Terra - e tá difícil, amigos. Se eu, que tenho uma das menores pegadas de carbono que conheço, já consumo quase o dobro da minha cota...

Mudar hábitos de consumo é muito difícil, se não pesar diretamente no bolso. Ficar desempregado é uma ótima maneira de viver uma vida espartana, na medida do possível - mas temos um país onde o emprego cresce, a formalização do trabalho é incentivada, temos crédito disponível e, voilà, descartamos pilhas, celulares, embalagens, comemos alimentos processados e achamos que ter carro é símbolo de status!

Nem todo mundo adere à coleta seletiva do prédio, nem todo mundo prefere bicicleta e transporte público, nem todo mundo só compra bens quando precisa. Uma pena. Poderiam, então, procriar MENOS pra compensar o estilo de vida consumista... que tal?

...aí vem esses pastores dizer que casamento gay é contrário à preservação da espécie humana, e eu tenho vontade de sentar umas chulapas nesses infelizes, porque nada é mais favorável à preservação da espécie do que a formação de casais com aparelhos reprodutivos incapazes de procriar entre si. Quer algo mais favorável à instituição família do que gente disposta a adotar crianças que foram abandonadas por suas famílias?

Sério, esses caras mataram todas as aulas de lógica e de interpretação de texto possíveis. O argumento "Deus fez macho e fêmea" poderia até justificar que "deus quer que machos e fêmeas se relacionem entre si", mas e quem não acredita no seu deus? E quem acredita até certo ponto, mas acredita também na teoria evolutiva? E machos e fêmeas com famílias desestruturadas? Como se explicam machos que batem em fêmeas? Como se explicam pequenos machinho e femeazinhas na rua, trabalhando antes de constituir idade legal pra isso? Nem sempre casais formados de machos e fêmeas significam 'família'!! E machos e fêmeas que procriam loucamente, enchendo o planeta de pessoas que vão consumir mais e mais recursos, provocando a inevitável extinção da espécie daqui a alguns milhares de anos? E machos e fêmeas que consomem sem precisar (porque precisar, mesmo, a gente precisa de água, abrigo, básico de higiene, legumes, frutas, verduras e talvez alguma carne), apenas porque têm dinheiro? E machos e fêmeas que têm carro? E machos e fêmeas que simplesmente não estão a fim de constituir família? Vocês vão obrigá-los a fazer isso?

* * *

Mas o que tem de gente que acha que o argumento é válido não está no gibi. É gente que vota nessas pessoas, é gente que frequenta o templo dessas pessoas, sem questionar que isso aí não faz sentido algum.

Comofas pra mudar?

domingo, outubro 10, 2010

O verdadeiro motivo do suicídio de Kurt Cobain

O Google nos lembrou do nascimento de John Lennon, mas na real se um evento rock'n'roll me marcou, foi aquela tarde em 1994 que, sem internet, nos restava apelar para a MTV se quiséssemos saber sobre notícias relacionadas ao mundo da música, especialmente aquela que nós gostávamos. E aquela foi uma tarde de luto entre eu e meus amigos, porque Kurt Cobain havia se matado. Para nós, todos vivos até hoje, suicídio não fazia sentido algum. Para mim, continua não fazendo - mas, depois de ver esse vídeo, finalmente entendi o que se passou na cabeça de Kurt:


http://www.youtube.com/watch?v=LvAUl1Jak0U

Só pode ter sido isso. Só pode. Não pode ter havido outro motivo. Agora sim, isso tudo fez sentido. Obrigada, Seth McFarlane, obrigada marido por me mostrar este vídeo. Obrigada.
Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...