Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

quinta-feira, outubro 28, 2010

Deus fez macho e fêmea, mas isso não tem nada a ver com família nem preservação da espécie, hein?

Quando vejo esses outdoors revoltantes 'em favor da família e preservação da espécie humana' lembro que procriar MENOS, isso sim, é preservar a espécie. Afinal, procriar é dar continuidade à espécie, sim, mas para preservá-la, precisamos poupar os recursos do planeta Terra - e tá difícil, amigos. Se eu, que tenho uma das menores pegadas de carbono que conheço, já consumo quase o dobro da minha cota...

Mudar hábitos de consumo é muito difícil, se não pesar diretamente no bolso. Ficar desempregado é uma ótima maneira de viver uma vida espartana, na medida do possível - mas temos um país onde o emprego cresce, a formalização do trabalho é incentivada, temos crédito disponível e, voilà, descartamos pilhas, celulares, embalagens, comemos alimentos processados e achamos que ter carro é símbolo de status!

Nem todo mundo adere à coleta seletiva do prédio, nem todo mundo prefere bicicleta e transporte público, nem todo mundo só compra bens quando precisa. Uma pena. Poderiam, então, procriar MENOS pra compensar o estilo de vida consumista... que tal?

...aí vem esses pastores dizer que casamento gay é contrário à preservação da espécie humana, e eu tenho vontade de sentar umas chulapas nesses infelizes, porque nada é mais favorável à preservação da espécie do que a formação de casais com aparelhos reprodutivos incapazes de procriar entre si. Quer algo mais favorável à instituição família do que gente disposta a adotar crianças que foram abandonadas por suas famílias?

Sério, esses caras mataram todas as aulas de lógica e de interpretação de texto possíveis. O argumento "Deus fez macho e fêmea" poderia até justificar que "deus quer que machos e fêmeas se relacionem entre si", mas e quem não acredita no seu deus? E quem acredita até certo ponto, mas acredita também na teoria evolutiva? E machos e fêmeas com famílias desestruturadas? Como se explicam machos que batem em fêmeas? Como se explicam pequenos machinho e femeazinhas na rua, trabalhando antes de constituir idade legal pra isso? Nem sempre casais formados de machos e fêmeas significam 'família'!! E machos e fêmeas que procriam loucamente, enchendo o planeta de pessoas que vão consumir mais e mais recursos, provocando a inevitável extinção da espécie daqui a alguns milhares de anos? E machos e fêmeas que consomem sem precisar (porque precisar, mesmo, a gente precisa de água, abrigo, básico de higiene, legumes, frutas, verduras e talvez alguma carne), apenas porque têm dinheiro? E machos e fêmeas que têm carro? E machos e fêmeas que simplesmente não estão a fim de constituir família? Vocês vão obrigá-los a fazer isso?

* * *

Mas o que tem de gente que acha que o argumento é válido não está no gibi. É gente que vota nessas pessoas, é gente que frequenta o templo dessas pessoas, sem questionar que isso aí não faz sentido algum.

Comofas pra mudar?

Nenhum comentário:

Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...