Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

sábado, janeiro 31, 2009

Hora de se divertir!

O Naldecon chegou a ser recolhido nos anos 90 para uma providencial mudança de fórmula. Não era pra menos: além de desconstipar as vias aéreas, o remédio dava uma onda de leve. Então entendi por que, após virar meio vidro de xarope escondido aos cinco ou seis anos (a pequena Lia curtia um xarope, fingia que estava tossindo só pra ganhar uma colherada daquela delícia com gosto de Delicado cor-de-rosa, vê se pode), alucinei de leve, imaginando umas batatinhas rodando. Bem bonitinho.

Por isso, confesso, Devo me soa meio perturbador DEMAIS:



O que não impede que a banda esteja no meu top Bandas Fodonas do Universo, é claro.

(é por essas e outras que não cultivo hábitos entorpecentes hoje em dia. O Fantástico Mundinho Interior de Lia Amancio já é lisérgico demais para suportar estímulos externos. Decerto que eu já caí no caldeirão da poção quando era criança)

sexta-feira, janeiro 30, 2009

8 anos de blog. Parabéns, né?

Usei o blogger.com pela primeira vez em 2001, para atualizar a seção 'News' do meu site/fanzine, o saudoso Conga Conga Conga. Pouco tempo depois, descobri que podia ser muito legal escrever textos meus, sob o meu ponto de vista, não o ponto de vista editorial que eu mesma havia definido. No mesmo ano, nasceu Boneca, de um conto quase autobiográfico (sobre a senhorita que sonhava encontrar um homem que a chamasse de boneca, oras!).

'Boneca' faz exatos 8 anos, hoje.

Coincidência das coincidências, hoje oficializo Lounge, a joint-venture Boneca + Conga Conga Conga, pessoal e informativo na medida certa.

* * *

Foram 4 anos de Gardenal.org. Vizinhança querida, amigos queridos, mas difícil era explicar pros amigos 'Por que Gardenal'? Nunca soube. Fui saber esses dias, perguntando pro Furnari. Sabia, de longe, que era um remédio tarja preta que nunca tomei (aliás, nunca tomei tarja preta nem com receita médica!). Descobri que era uma expressão equivalente a 'fora da casinha'. Coisa que até parece que eu sou, sabe? Mas eu sou mesmo uma dona-de-casa responsável, que trabalha 11 horas por dia e sempre espera que o próximo namorado seja o último.

(que bom que sempre tem um próximo!)

Eu sou uma mulher-passiflorine, tratada com fitoterápicos, dança, meditação e, quando possível, abracinho e cafuné.

Eu disse passiflorine. Passiflora não, que eu tou inteiraça, tsá?

Foto de 2007. Não mudei muito de lá pra cá

* * *

Comportem-se nesse fim de semana, enquanto vejo mais uns três episódios de Freaks & Geeks.

Tu não conhece Freaks & Geeks?

Passa aqui na 2a feira, então.

Love u all,
L.

terça-feira, janeiro 20, 2009

De mudança

Se você chegou aqui por algum motivo (porque não ando divulgando o link, depois de anos sem mexer neste endereço), merece saber: meu blog está de mudança. Não consegui logar no portal antigo, então agora aproveito que tenho um GRANDE repositório de textos aqui para acrescentar, aos poucos, os textos de Lounge no Gardenal.org.

Enquanto isso, baixei um pouco a bola na blogagem - mas são tantos os assuntos, tantos, que preciso fazer um checklist pra não esquecer:

- Freaks & Geeks
- Ubiquity
- A blogosfera-arte, blogosfera-moleque
- Blogueiros de hoje em dia não sabem tretar

e desenvolver melhor alguns assuntos que estão no twitter, além daquela fabulosa agenda de shows, dança de salão, links retrô e vídeos que ultrapassam o limite do trash, que você acostumou a ver por aqui.

Servimos bem para servir sempre.

Love y'all (2009 já começou 'o ano do amor'),
L.

terça-feira, janeiro 06, 2009

CATAPLAFT!

Não curto tênis em dia de chuva, molha, fica tudo empapado, pé molhado sem poder secar, deus me livre. Vou de botas ou com a clássica sandalinha de plástico, e pulo poças, intrépida, lépida e fagueira pelas ruas do meu lindo (e nem um pouco estruturado pra chuva) Rio de Janeiro.

O modelo de hoje, esquisitão porém funcional, solado de borracha vulcanizada, me mantinha a uns 7cm de distância do chão. A parte de cima, plástico cinza meio prata, su-per-com-bi-nan-do com os bling-blings, porque ando feita de strass por esses dias. Tiagón na cidade esperando prum chopp, e no meio da Rio Branco me percebo arrastando o pé da mesma maneira que já sacaneei muito [fulanodetal], mentalmente, é claro, por fazer igual - sem nenhuma particularidade física que o obrigue a andar sem tirar os pés do chão toda vez que adentra o recinto. Eu estava andando de rasteirinha num pé, e a 7cm do solo, no outro. "Tá raso, tá fundo". Não tive paciência pra esperar o Leme e desci ali no comecinho de Copa, "tá raso, tá fundo", soltei a sola do outro pé e lá fui eu de rasteirinha - bling! bling! - pra casa. Agora, perto do solo, minhas novas mules escorregavam, mas vamo que vamo...

...ali na Princesa Isabel, CATAPLAFT! E lá vai uma Lia de bunda no chão. Caí sentadinha, sentadinha, com as perninhas fechadas como uma lady que sou, e agradeci mamãe pela genética espetacular, à Caloi, aos anos de flamenco e ao "MULHERES AO CHÃO!" do rock'n'roll em linha, que fizeram com que o estrago não fosse demais.

Confesso que foi comovente ver o pessoal que atravessava a rua me ajudando a levantar, perguntando se eu estava bem. Obrigada, obrigada, foi só um escorregão, obrigada pela gentileza.

Mas e a dignidade?

Foi mal, zentes, mas amanhã vou de chinelas havaianas pro escritório, pra não ter erro, e saco de pão na cabeça pra ninguém me reconhecer até lá, viu?

segunda-feira, janeiro 05, 2009

CATAPLAFT!

Não curto tênis em dia de chuva, molha, fica tudo empapado, pé molhado sem poder secar, deus me livre. Vou de botas ou com a clássica sandalinha de plástico, e pulo poças, intrépida, lépida e fagueira pelas ruas do meu lindo (e nem um pouco estruturado pra chuva) Rio de Janeiro.

O modelo de hoje, esquisitão porém funcional, solado de borracha vulcanizada, me mantinha a uns 7cm de distância do chão. A parte de cima, plástico cinza meio prata, su-per-com-bi-nan-do com os bling-blings, porque ando feita de strass por esses dias. Tiagón na cidade esperando prum chopp, e no meio da Rio Branco me percebo arrastando o pé da mesma maneira que já sacaneei muito [fulanodetal], mentalmente, é claro, por fazer igual - sem nenhuma particularidade física que o obrigue a andar sem tirar os pés do chão toda vez que adentra o recinto. Eu estava andando de rasteirinha num pé, e a 7cm do solo, no outro. "Tá raso, tá fundo". Não tive paciência pra esperar o Leme e desci ali no comecinho de Copa, "tá raso, tá fundo", soltei a sola do outro pé e lá fui eu de rasteirinha - bling! bling! - pra casa. Agora, perto do solo, minhas novas mules escorregavam, mas vamo que vamo...

...ali na Princesa Isabel, CATAPLAFT! E lá vai uma Lia de bunda no chão. Caí sentadinha, sentadinha, com as perninhas fechadas como uma lady que sou, e agradeci mamãe pela genética espetacular, à Caloi, aos anos de flamenco e ao "MULHERES AO CHÃO!" do rock'n'roll em linha, que fizeram com que o estrago não fosse demais.

Confesso que foi comovente ver o pessoal que atravessava a rua me ajudando a levantar, perguntando se eu estava bem. Obrigada, obrigada, foi só um escorregão, obrigada pela gentileza.

Mas e a dignidade?

Foi mal, zentes, mas amanhã vou de chinelas havaianas pro escritório, pra não ter erro, e saco de pão na cabeça pra ninguém me reconhecer até lá, viu?

domingo, janeiro 04, 2009

EU VOLTEEEEEEI. AGORA PRA FICAAAAAR

Falta acertar uns links e importar os posts do Lounge pra cá (trabalho de formiguinha, já que só consigo fazer isso na munheca, no copy+paste arte, no copy+paste moleque).

Hare hare!
Eu volteeeei, pras coisas que eu deixei...

Mas agora é aqui. Atualizem seus bookmarks, s'il vous plaît.

Love,
L.

Agora eu queria...


...que alguém aqui no Rio desse aulas desse estilo também.

(não satisfeita em dançar lindy hop, balboa, rock'n'roll e west coast swing, agora tem essa)

Acho que vou passar mais fins de semana em São Paulo. É o jeito.

Agora eu queria...


...que alguém aqui no Rio desse aulas desse estilo também.

(não satisfeita em dançar lindy hop, balboa, rock'n'roll e west coast swing, agora tem essa)

Acho que vou passar mais fins de semana em São Paulo. É o jeito.

sábado, janeiro 03, 2009

No passado...

Eu costumava comentar notícias ao invés de apenas linkar para o post original.

Haja disposição: em 2001, eram quatro ou cinco posts por dia. ME-DO.

No passado...

Eu costumava comentar notícias ao invés de apenas linkar para o post original.

Haja disposição: em 2001, eram quatro ou cinco posts por dia. ME-DO.
Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...