Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!

terça-feira, janeiro 29, 2013

"Mas o que é essa fadinha tatuada no seu braço?"

Respeita, rapaz. Respeita, que eu nasci em sete-oito.

Pra você que nunca viu, segue a referência:





É  meu atestado de rainha do lar. E agora, você que não fazia ideia do que era Belprato já conhece, e você que já conhecia pode cantar o jingle junto. Ê!

sexta-feira, janeiro 25, 2013

Peru sadio

Corram para as montanhas! Carnaval está chegando...


Adivinhem quem já está circulando pelo aprazível bairro do Leme?

Quando o Peru Sadio começa a circular pelo bairro, é hora de começar a planejar a viagem...

terça-feira, janeiro 22, 2013

Major Swing

A dica é do Tiago Lyra: um desocupado transpôs algumas músicas queridas de tons menores para maiores. 'Nothing Else Matters' virou quase um indiezinho feliz, 'Losing my religion' ficou de uma alegria ímpar, 'Riders on the storm' virou um pop chiclete dos anos 60 (!!!!) e 'Minor swing'... PURA HERESIA, mas ficou fofo, de qualquer forma (pinçado dos comentários, 'parece Slim Gaillard').


Major Scaled #4 : Django Reinhardt - "Major Swing" from major scaled on Vimeo.

É praticamente uma aula de teoria musical e como o 'clima' de uma música muda completamente com uma mudancinha besta... especialmente se você conhece todas as originais.

domingo, janeiro 20, 2013

Coentro

"Filha, traz um raminho de coentro pra gente?"
Mal sabia eu que essa seria uma missão quase impossível, pois aos quase 35 anos de idade, nunca havia temperado nada com coentro na vida. A bem da verdade, sou grande entusiasta dos desidratados, o que me complica a vida nessas horas.
Logo, não sabia exatamente como era um ramo de coentro (fuén, fuén, fuén, fuén!). Quase trouxe cheiro verde. Ou salsinha. Vi umas folhas arredondadas, mas cheirei e descobri que eram de hortelã. Que vida!
Pelo menos ainda sei me expressar no idioma local, e perguntei pras donas que faziam compras na seção de hortaliças, sob os olhares de "tadinha, nunca viu coentro na vida!".
Mas a missão foi cumprida com louvor, acho eu. O peixe está quase pronto, e o cheiro que vem da cozinha é uma delícia. E agora que já sei, aceito receitas. :)

quarta-feira, janeiro 16, 2013

Em que ano estamos, mesmo?

Recebido na caixa de e-mails corporativa:

"Eu sou Miss Jones Marcie única senhora Able (nunca se casou) mim, estou planejando se mudar para seu país para fins de investimento.
Eu tenho alguns fundos e querem investir em negócios de hotelaria e transporte e nós $ 5.500.000,00 (cinco milhões e quinhentos mil dólares dos Estados Unidos) que precisamos de você em ato como nosso parceiro de negócios estrangeiros ao meu falecido pai.
Vamos discutir o seu percentual em cima de sua resposta, por favor, eu quero que você tratar esta informação como uma mensagem urgente e responder-me sem demora para que eu possa tomar minha decisão final. Mais detalhes serão dados a você uma vez que eu ouvir de você com seus dados pessoais também.
Espero ouvir de você em breve.
Senhorita Marcie Jones Able"


Mas... mas... qual é a lógica? Alguém responde isso A SÉRIO? Sim, porque pra ser uma modalidade tão comum de fraude, DEVE dar algum retorno.

Alguém conhece alguém que conhece alguém que caiu nisso?

Em que ano estamos, mesmo?


domingo, janeiro 13, 2013

Um desenho por dia

Certos talentos são herdados, não necessariamente de forma genética, mas por estímulos em casa mesmo. Isso explica o tanto de gerações na mesma família seguindo brilhantemente a mesma profissão - ou, ainda, o hobby. Lá em casa, funcionou assim: com tantas máquinas de escrever, canetinhas coloridas, tesoura e cola em bastão ao nosso alcance, seria natural uma segunda geração de pesquisadores, escritores, acadêmicos, jornalistas, desenhistas, diagramadores, comunicólogos. Ainda que o desenho tenha vindo apenas por hobby. Na casa dos Mesquita, são três gerações de talentos herdados: seu Cidão, professor de matemática e policial aposentado, que guarda até hoje seus cadernos de desenho, provavelmente aprendidos com o pai escultor e a mãe prendada nas artes de ilustração; a jovem Beatrice, que acaba de ingressar na faculdade de Belas Artes e curte mesmo é desenhar na pele dos outros; e Cid, filho de seu Cidão e pai de Beatrice, ilustrador nato (em termos de qualidade e de volume), que só precisava de um empurrãozinho pra fazer de seu talento uma ocupação também:


Pois Cid está firme e forte no projeto "Um desenho por dia", e publica seus desenhos diariamente no Facebook. Em dia de falta de ideias (todo mundo passa por isso, né?), até aceita sugestões dos fãs da página.

Curte lá, curte. É um desenho por dia. Diversão garantida.

sábado, janeiro 05, 2013

Detona Ralph - Tron para crianças

Ralph é um detonador profissional, uma espécie de Donkey Kong de um Super Mario consertador (eu ia falar aqui que "vocês SABEM que antes do Donkey Kong ser fofinho, ele era o vilão sequestrador da princesa, né?", mas aí lembrei que se Donkey Kong diz alguma coisa pra você, é porque você é velho e nerd que nem eu e obviamente já sabia disso). E essa é premissa de 'Detona Ralph'.


Cansado de levar uma vida de vilão, Ralph resolve dar uma escapadinha de seu jogo, entrar numa espécie de Call of Duty pra pegar uma medalha e voltar como herói, mas se atrapalha um pouco e vai parar numa espécie de Mario Kart Kawaii, com menininhas fofinhas, carrinhos que soltam glitter e doces espalhados pelo mundo inteiro porque, né? É um filme da Disney e é sempre esperto licenciar brinquedos para meninos e para meninas:

http://youtu.be/-LEY2rO5Sl4

E a Disney é tão esperta que quase me fez acreditar que isso era MESMO um comercial de um jogo de 1997.

Ralph se afeiçoa a uma garotinha também rejeitada e tratada como pária, e apronta muitas confusões. Mas não vou contar o filme aqui (embora a coisa toda fique meio óbvia, não porque o filme seja ruim, pelo contrário! é lindo! mas porque 'Detona Ralph' é um filme para toda a família e essas coisas são assim mesmo, finais felizes, jujubas, marshmellows e arco-íris. Vocês sabem).

Essa história de personagens de jogos com alma... jogos que têm uma vida pessoal fora do jogo... softwares alterando suas próprias programações... se você é velho e nerd que nem eu, você vai pensar que 'Detona Ralph' é uma espécie de 'Tron' para crianças. Tudo bem! Nem é só para crianças, e nem é só por causa das cameo appearances de Ken, Ryu, Sonic, Pac Man, Zangief, Balrog, zumbis e demais personagens que você certamente já andou empurrando com um joystick (nas palavras do marido, que tem 43 anos, porque eu tou aqui refletindo sobre o fato de que controles dos anos 90 pra cá não tem mais 'stick'). É uma história universal sobre um brutamontes que descobre que tem um coração, e juro que vi marmanjo se emocionando no cinema; é um bom roteiro, sim, e apesar das referências nerds, não depende dessas referências pra contar uma boa história. É tipo um 'Toy Story' de videogames. Não à toa, tem produção de John Lasseter.

E dá margem para licenciamento de jogos DE VERDADE:

http://www.disney.co.uk/wreck-it-ralph/games/?game=sugar-rush

Me espanta como "Detona Ralph" não é uma peça de branded content, porque eu passaria horas jogando 'Sugar Rush' depois dessa propaganda toda.

Tá.

Agora vão lá ver.

Só cuidado com o diabetes, é muita doçura.

sexta-feira, janeiro 04, 2013

Frieze - Revista de arte bacana

A Frieze é uma revista de arte bem legal. Impressa, verdade, mas com bastante conteúdo online para usuários registrados (não assinantes), incluindo o blog - em inglês, o que permite a leitura mesmo pra quem não entende alemão.

Dá um bizú lá. E pode cadastrar seu e-mail no informativo deles, que é legal, não dói, e é um respiro de arte no seu e-mail de vez em quando.


quarta-feira, janeiro 02, 2013

"As aventuras de Pi" - corra. Vá ver. AGORA!

"As aventuras de Pi", de Ang Lee, é poesia pura - belo filme pro primeiro cinema do ano. Pi Patel é um indiano, filho de um dono de zoológico que, a caminho do Canadá num navio cargueiro com a família e toda a fauna do zoo, se vê sobrevivente de um naufrágio - com uma zebra, uma hiena, uma orangotango e um tigre.

Marido lembra aqui que a história é muito parecida com a de 'Max e os Felinos', de Moacyr Scliar, no qual o livro 'A vida de Pi' foi 'baseado', digamos. Com ou sem plágio, o filme de Ang Lee é lindo.


http://www.youtube.com/watch/h5nJkpEvNjE

Sim, dá pra ser filme de arte e de ação ao mesmo tempo (e Lee já fez isso em 'O Tigre e o Dragão'). Dá pra ter imagens belíssimas, momentos de reflexão, uns bons sustos graças à fauna marinha e ao estranho companheiro de Pi, e até umas risadas. Se há um ponto fraco, é o fato de que a experiência completa só pode mesmo acontecer no cinema *e* em 3D (sério, é um filme onde o 3D VALE A PENA); veja bem: acho SENSACIONAL que se faça um filme-espetáculo, daqueles que fazem valer o ingresso pago, retomando o caráter 'entretenimento completo' dessa forma de arte CINEMA, que eu tanto amo (convenhamos, tem filme que pode ser visto no computador, em casa, sem nenhum prejuízo da experiência), mas isso limita MUITO a carreira posterior nas outras janelas (homevideo, TV e internet) para a maioria dos espectadores.

Então corra, vá ver nas salas 3D nesse final de semana. Corra porque 'Django Unchained' vem aí e, se você é meu leitor assíduo, não vai querer perder de jeito nenhum.


terça-feira, janeiro 01, 2013

Um 2013 incrível

Meu alter-ego guru de autoajuda e bem-estar deseja a você, leitor, a força para fazer de seu 2013 um ano fabuloso. Para tomar as rédeas da sua própria vida e domá-la de forma a botar seus planos em prática, fazer acontecer o que você quer que aconteça. Para ser quem você sempre quis ser. Em vez de desejar que 2013 simplesmente SEJA, desejo que VOCÊ seja o criador do seu 2013 espetacular.



Lá no Projeto Autoajuda, prometo explicar direitinho como fazer isso. Porque meu 2012 foi sensacional - como forma de agradecimento, acho prudente compartilhar com vocês como consegui. Passa lá de vez em quando. Tá o maior barato. :)
Este site está em novo endereço: visite www.liaamancio.com.br para novidades e updates!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...